Connect with us

Comportamento

Cantinho Literário Todateen: 5 indicações de livros para o mês de março

Published

on

Cantinho Literário Todateen: 5 indicações de livros para o mês de março
Rawpixel/Divulgação

Mesmo com todas as coisas que vêm acontecendo com o mundo desde o ano passado, parece que sempre conseguimos encontrar um refúgio junto aos livros. Já estamos entrando no terceiro mês de 2021 e é bem provável que você já tenha iniciado suas leituras deste ano. Mas, caso ainda não tenha conseguido começar ou esteja em dúvida sobre o que ler primeiro, o Cantinho Literário tá aqui pra te ajudar!

+ Cantinho Literário Todateen: 4 livros para ler em fevereiro
+ Livros com protagonistas negras que você precisa conhecer

Com cinco indicações super especiais, a todateen separou algumas sugestões, de gêneros variados, e alguns lançamentos de editoras que merecem uma chance!

Vem ver!

Clube do Livro dos Homens, Lyssa Kay Adams

Divulgação

Mais um lançamento imperdível da Editora Arqueiro para ter na estante! Clube do Livro dos Homens foi escrito por Lyssa Kay Adams e está revolucionando o gênero de romance. Com a dose certa de comédia, a autora consegue construir uma rom-com inovadora e super criativa.

Confira a sinopse:

“A primeira regra do clube do livro é: não fale sobre o clube do livro

Gavin Scott é um astro do beisebol, devotado ao esporte. No auge de sua carreira, ele descobre um segredo humilhante: a esposa, Thea, sempre fingiu ter prazer na cama. Magoado, Gavin para de falar com ela e acaba piorando o relacionamento, que já vinha se deteriorando. Quando Thea pede o divórcio, ele percebe que o orgulho e o medo podem fazê-lo perder tudo.

Desesperado, Gavin encontra ajuda onde menos espera: um clube secreto de romances, composto por alguns dos seus colegas de time. Para salvar seu casamento, eles recorrem à leitura de uma sensual trama de época, Cortejando a condessa. Só que vai ser preciso muito mais do que palavras floreadas e gestos grandiosos para que Gavin recupere a confiança da esposa.”

Compre sua cópia de Clube do Livro dos Homens neste link aqui.

Sadie, Courtney Summers

Divulgação

Vencedor do Edgar Awards 2019, a mais importante premiação americana para obras de mistério, na categoria Young Adult, o livro Sadie de Courtney Summers, trazido ao Brasil pela Plataforma 21, é uma obra extremamente eletrizante. Com uma diagramação impecável, tratando sobre temas como abuso e poder, amadurecimento e coragem, a história se mostra super envolvente.

Confira a sinopse:

“Uma garota foi brutalmente assassinada. Seu corpo foi encontrado entre um pomar de macieiras e uma escola incendiada nos arredores de Cold Creek, Colorado. Seu nome era Mattie Southern, e ela só tinha treze anos.

A pequena Mattie era a única conexão de sua irmã mais velha, Sadie Hunter, com o mundo. Quando elas foram abandonadas pela mãe, que era viciada em álcool e outras drogas, Sadie cuidou da irmãzinha como se nada mais importasse. Agora, tudo o que a garota de dezenove anos quer é fazer justiça com as próprias mãos. E nem mesmo a gagueira que dificulta sua comunicação vai impedi-la de encontrar o paradeiro do assassino. Desde que partiu atrás do abusador que tirou a vida de Mattie, Sadie nunca mais foi vista.

O que aconteceu com ela? A única pessoa disposta a encontrar respostas é o jornalista West McCray. Quando a polícia não conseguiu resolver o caso, a avó de consideração das garotas pediu a ajuda dele. O repórter está seguindo o rastro de Sadie e, ao longo de sua investigação, ele produz um podcast. Cada pista descoberta revela uma verdade desoladora.”

Compre sua cópia de Sadie neste link aqui.

Na Corda Bamba, Kiley Reid

Divulgação

Mais uma obra extremamente importante publicada pela Editora Arqueiro, Na Corda Bamba, da autora Kiley Reid, fala sobre racismo, relações de poder e diferença de classe. Junto de uma arte de capa maravilhosa, na era do Vidas Negras Importam, a obra discute sobre branquitude e privilégio, além de demonstrar como perpetuamos preconceitos diariamente.

Confira a sinopse:

“Certa noite, num supermercado de um bairro rico, Emira Tucker, uma jovem negra que trabalha como babá, é abordada por um segurança que a acusa de ter sequestrado Briar, a garotinha branca que está com ela. Uma pequena multidão se reúne, alguém faz um vídeo da situação e a comoção só termina quando o pai da criança aparece.

Alix, a mãe de Briar, fica chocada com o ocorrido. Bem-sucedida e dona de uma marca envolvida na luta pelo empoderamento feminino, ela decide que Emira merece justiça e resolve fazer de tudo para que isso aconteça.

A própria Emira, porém, só quer deixar a história para trás. Aos 25 anos, trabalhando sem carteira assinada e prestes a perder o seguro-saúde, ela está às voltas com os desafios da vida adulta e a última coisa que quer é ser exposta pela divulgação dessas imagens.

Mas, quando uma parte do passado de Alix vem à tona, ela e Emira são confrontadas com verdades que podem mudar para sempre o que elas pensam uma sobre a outra e sobre si mesmas.”

Compre sua cópia de Na Corda Bamba neste link aqui.

+ Exclusivo: Tracey Garvis Graves dá voz a protagonista que vive sob o espectro autista em seu novo livro “Sem Lógica Para o Amor”

O Enigma do Quarto 622, Joël Dicker

Divulgação

Conhecido por outros best-sellers, a Intrínseca traz para o Brasil mais uma obra renomada do autor suíço Joël Dicker. Misturando de maneira inteligente e perspicaz mistério, com comédia e costumes, O Enigma do Quarto 622, em uma edição lindíssima, é mais um livro eletrizante do gênero romance policial.

+ Exclusiva: Mick Kitson conta tudo sobre seu livro de estreia, “O Refúgio”

Confira a sinopse:

“Em uma noite de dezembro, o sofisticado hotel Palace de Verbier, nos Alpes Suíços, é palco de um assassinato sem solução, já que a investigação do crime nunca é concluída pela polícia. Anos depois, o escritor Joël decide tirar alguns dias de férias e se hospeda nesse mesmo local. Lá, uma surpresa o aguarda: seu quarto é o 621 bis, a nova nomenclatura do agora estigmatizado 622, e a curiosidade o leva a mergulhar em uma investigação sobre o caso emblemático.

Ao longo da corrida para descobrir as motivações para o assassinato, somos apresentados a uma gama de personagens tão interessantes quanto pitorescos em um cenário aparentemente tranquilo e acolhedor: uma aristocrata russa decadente que sonha em casar as filhas com homens ricos, um grupo de banqueiros e um jovem ambicioso e talentoso que causa inveja e intriga entre os herdeiros que disputam a presidência de uma instituição financeira familiar.”

Compre sua cópia de O Enigma do Quarto 622 neste link aqui.

1984, George Orwell

Divulgação

Em uma lindíssima edição de colecionador, publicada pela BUZZ Editora, a obra consagrada 1984, de George Orwell, ganha uma nova versão. O livro é um clássico e se mantém totalmente relevante para os dias atuais, tratando sobre como o totalitarismo mecaniza as pessoas e transforma a capacidade crítica em algo perigoso.

Confira a sinopse:

“Um homem perde sua identidade vivendo sob um regime repressivo. Winston Smith é um funcionário público cuja função é reescrever a história de forma a colocar os líderes de um país fictício sob uma luz positiva. As escapadelas românticas com Julia proporcionam sua única fonte de distração, mas os políticos desaprovam o relacionamento. Numa sociedade monitorada de perto, não há como escapar do Grande Irmão.”

Compre sua cópia de 1984 neste link aqui.

Celebs

“Sombra e Ossos” adapta de forma grandiosa os livros de Leigh Bardugo

Published

on

"Sombra e Ossos" aposta em diversidade e adapta de forma grandiosa os livros de Leigh Bardugo
Divulgação/Netflix

AVISO: esta é uma review sem spoilers, por isso pode ficar tranquile! ♥

Desde o sucesso triunfal da série Bridgerton – que teve sua estreia no final de 2020 e já tem até a 4ª temporada confirmada – a Netflix tem apostado grande na iniciativa de adaptar séries de livros aclamados pelo público para as telinhas da plataforma. E, realmente, tem funcionado.

Na próxima sexta-feira (23) a gigante do streaming lança mais uma aguardada produção original, a série Sombra e Ossos. Inspirada principalmente no primeiro livro da trilogia inicial do Grishaverse da autora Leigh Bardugo, a série conta a história de Alina Starkov (Jessie Mei Li), uma jovem cartógrafa que descobre sua rara habilidade de invocar luz do sol, poder capaz de eliminar uma escuridão que divide o reino de Ravka ao meio, a Dobra das Sombras.

"Sombra e Ossos" aposta em diversidade e adapta de forma grandiosa os livros de Leigh Bardugo

Divulgação/Netflix

A série, que conta com Eric Heisserer, como produtor e showrunner, e com a própria Bardugo, como produtora executiva, se afasta do cenário típico da Inglaterra medieval – tão comumente visto em romances de fantasia – e é inspirado na Rússia Imperial. Com efeitos cinematográficos rebuscados e um elenco talentoso, as expectativas estão nas alturas.

A todateen teve a oportunidade de conferir todos os oito episódios antecipadamente e traz uma análise adiantada dos principais aspectos da produção, separando alguns pontos importantes para você já saber o que esperar quando for dar o play!

a mescla entre Shadow and Bone e Six of Crows

A série trata, essencialmente, os acontecimentos do primeiro livro da trilogia Grisha, “Sombra e Ossos“. No entanto, como já pudemos ver pelo trailer, a produção teve a ideia – genial! – de combinar a trilogia com a outra série de Bardugo, a duologia Six of Crows. Esse fato, desde que foi divulgado, causou muita curiosidade entre os fãs, visto que a duologia se passa dois anos após os acontecimentos finais de “Ruína e Ascensão“, terceiro e último livro da trilogia.

+ Exclusiva: elenco de “Sombra e Ossos” comenta sobre personagens e revela curiosidades sobre as gravações

"Sombra e Ossos" aposta em diversidade e adapta de forma grandiosa os livros de Leigh Bardugo

Divulgação/Netflix

Por conta disso, além dos personagens de Sombra e Ossos, temos o prazer de ver interações valiosas entre os queridinhos integrantes da gangue dos Crows: Kaz Brekker (Freddy Carter), Inej Ghafa (Amita Suman), Jesper Fahey (Kit Young), Nina Zenik (Danielle Galligan) e Matthias Helvar (Calahan Skogman). De forma muito bem costurada, a produção conseguiu – modificando alguns pontos do plot inicial de Six of Crows – interligar ambas as narrativas. Tornando o resultado interessante, mas ainda assim fazendo jus às motivações pessoais, intrigas e singularidades de cada um.

o ritmo da narrativa e os efeitos especiais

Gravada em 2019 em Budapeste, na Hungria, dos cenários dos acampamentos de guerra em Ravka, até as montanhas frias perto da fronteira de Fjerda e o cenário úmido de Ketterdam, nas vielas do Barril: tudo é feito com esplendor. Os poderes dos Grishas também são lindamente desenvolvidos, bem como as cenas com o Cervo de Morozova e o esquife cruzando a Dobra das Sombras em meio aos Volkras.

Os episódios seguem uma média de 49 minutos e, como são apenas oito, em alguns momentos as coisas acontecem um pouco rápido, sem tanto aprofundamento sensorial e interno dos personagens envolvidos. Porém, esse fator não implica em nada na qualidade das atuações e da produção como um todo, principalmente no aspecto diversidade.

Da mesma forma que Bardugo evoluiu nos livros, em especial em Six of Crows e na atual série “King of Scars”, em que ela descreve e narra as aventuras de personagens explicitamente não-brancos, a produção da Netflix teve, desde o início, a preocupação de criar um universo que não fosse majoritariamente branco. Por isso, diferente dos livros, na série Alina é descendente de Shu Han, o país que corresponde aproximadamente ao Leste Asiático no Grishaverse, trazendo uma força a mais para o arquétipo “da escolhida”, que neste caso dá destaque para uma mulher amarela.

Ainda nesta questão, vale ressaltar a talentosa soldado Grisha, Zoya Nazyalensky (Sujaya Dasgupta), que logo de início na série é apresentada como birracial – algo que nos livros só acontece em King of Scars. Dessa forma, com suas origens mais nítidas na adaptação, com suas raças diretamente envolvidas, o relacionamento entre Zoya e Alina ganha uma camada muito mais complexa do que uma mera rivalidade feminina, uma vez que Zoya tem plena consciência do que significa parecer uma forasteira.

"Sombra e Ossos" aposta em diversidade e adapta de forma grandiosa os livros de Leigh Bardugo

Divulgação/Netflix

“Embora ela esteja muito ciente de sua identidade, de sua raça e de onde seus pais vieram, ela também vai usar isso como uma forma de machucar Alina, justamente porque ela – também como mulher mestiça – sabe como essas coisas doem. Ela mesma já deve ter ouvido todas essas coisas horríveis antes”, disse Dasgupta, atriz que interpreta Zoya, para o portal Polygon.

Por conta dessas problematizações, temos mais um ponto de reflexão na narrativa, que definitivamente nos mostra que as coisas são mais profundas do que parecem. Do mesmo jeito que observamos a evolução de Zoya nos livros, também temos essa aproximação dela com a Alina, de maneira orgânica e significativa, sem vilanizar ou antagonizar duas mulheres fortes e poderosas.

Um outro adendo relevante é que, mesmo sem Wylan Van Eck na primeira temproada, ainda assim temos na série cenas que retratam de forma responsável a sexualidade de Jesper e, até mesmo, de Nadia Zhabin (Gabrielle Brooks), Grisha Aeros que vive no Pequeno Palácio, trazendo representatividade LGBTQIA+. Lembrando também que tivemos a atriz Danielle Galligan para protagonizar Nina, que é uma mulher que foge da magreza padrão e traz diversidade de corpos para a série.

relacionamentos, atuações e desenvolvimento

A performance dos Crows – Kaz, Inej, Jesper, Nina e Matthias – é bastante notável. Os atores incorporaram com esplendor as características que já tínhamos visto (e amado) nos livros e certamente deixarão o coração dos fãs quentinho em vê-los na televisão em carne e osso. Além disso, outro destaque vai para Ben Barnes, que dá vida ao Darkling (General Kirigan).

Já conhecido por seu papel como Príncipe Caspian em As Crônicas de Nárnia e Logan, na série da HBO, WestWorld, Ben encarna de forma bastante realista as dores e os esquemas do Darkling. Inclusive, as cenas dele com Baghra, vivida pela fabulosa Zoë Wanamaker – conhecida por sua atuação nos filmes de Harry Potter – também demonstram uma dinâmica estupenda. Mas, ressalto que, embora o Darkling apareça e tenha destaque nos momentos decisivos, uma de suas principais cenas de glória acontece apenas no season finale, deixando a gente ~bem~ instigado para assistir a uma segunda temporada.

"Sombra e Ossos" aposta em diversidade e adapta de forma grandiosa os livros de Leigh Bardugo

Divulgação/Netflix

Além disso, como a série teve Bardugo trabalhando diretamente na produção, além de preservar a essência dos personagens, ela também teve a sensibilidade de aproveitar a oportunidade para reformular cenas que, nos livros, puderam ser interpretadas pelo público como problemáticas – principalmente no que diz respeito à relação entre Darkling e Alina.

E falando em Alina, na série vemos um desenvolvimento bem terno da Conjuradora do Sol com Malyen Oretsev (Archie Renaux). Através de flashbacks, vemos o casal de amigos nos dias de orfanato e podemos entender melhor o amor, o carinho e a lealdade que existe entre eles.

+ Freddy, Kit e Amita: team Malina ou team Darklina?

Ainda sobre as mudanças feitas no roteiro para juntar as duas séries de livros em um mesmo contexto, a história da Nina, é uma das que tiveram algumas alterações (mesmo que sutis). Os roteiristas acharam um caminho bastante criativo: conseguiram tratar um pouco do passado de Zenik, acharam uma forma de contar como ela e Matthias se conheceram e, ainda, envolver os dois – mesmo que indiretamente –  no plot principal.

Como a série é relativamente curta e se propõe a abordar um bom punhado de acontecimentos e cenas de ação, alguns aspectos mais íntimos de certos personagens – ainda! – não foram contemplados. Provavelmente pela falta de tempo, alguns dos traumas de Kaz não foram propriamente endereçados, não abordando, por exemplo, os motivos por trás dele estar sempre de luva ou o porquê dele usar a sua clássica bengala que auxilia em sua locomoção. Mas tivemos, sim, uma pequena pincelada introdutória para entender a rusga dele com Pekka Rollins, deixando o telespectador curioso para entender mais sobre.

Uma outra preocupação eram as dúvidas de como a série retrataria Kaz e Inej. Por isso eu digo: Kanej stans, podem ficar tranquiles! A sensibilidade e a complexidade do relacionamento dos dois é mantida, demonstrando a química e o carinho, mas sem exageros. A dinâmica é, inclusive, bastante semelhante às interações que vemos nos livros.

personagens humanos

Assim como a experiência que temos com os livros, a produção é bem mais que apenas uma fantasia bem construída. Mesmo em um universo fictício, vemos problemas da nossa realidade, como preconceito e racismo, sendo abordados de forma consciente, cumprindo seu (primordial!) papel cultural, que é o de trazer questões latentes para o debate público e fomentar discussões.

Dando voz e destaque para os marginalizados, Sombra e Ossos ganha o público com seus personagens humanos e reais, criando uma conexão autêntica e especial. Predominantemente de grupos minoritários, os protagonistas são poderosos e ao mesmo tempo palpáveis. Seja através de seus Santos ou de suas crenças, seja por suas bases de tolerância, amizade e lealdade, cada um, com suas individualidades mágicas, conseguem inspirar intimamente o telespectador – que termina o último episódio já ansiando por uma nova leva.

Sombra e Ossos estreia no dia 23 de abril na Netflix.

Continue Reading

Comportamento

Touro: saiba mais sobre o signo mais sofisticado do zodíaco

Published

on

Touro: saiba mais sobre o signo mais sofisticado do zodíaco
Ricardo Archilha/Rawpixel

O sol está brilhando para vocês, taurinas e taurinos! Nesta segunda-feira, 19 de abril, o sol entra em Touro e uma fase mais brilhante ilumina os dias de quem nasceu entre este dia e 20 de maio. Lembrando que a data varia alguns dias a cada ano, então, para confirmar se você é mesmo taurino, faça seu mapa astral! Aproveite e confira todos os planetas que formam o seu mapa, porque mesmo não tendo sol em Touro, o signo pode influenciar bastante a sua personalidade.

Regido por Vênus, o planeta dos relacionamentos, e membro do grupo de signos de Terra, se este signo possui forte influência no seu mapa, com certeza o hedonismo é algo forte para você. Isso significa que os bens materiais são importantes, assim como o conforto, que vem em primeiro lugar.

Teste: adivinhe o signo destas celebridades
+ 12 tweets que devem ter sido escritos por pessoas do signo de Touro
+ 10 coisas sobre o signo de Touro

Quer saber mais sobre esse signo? Então se prepare, porque separamos todos os motivos para que você finalmente entenda: não há ninguém mais refinada que a taurina!

roteiro de novela

De acordo com a mitologia grega, a constelação de Touro possui uma origem que, na nossa opinião, renderia um roteiro completo de telenovela. O mito afirma que a filha do rei da Fenícia, a jovem Europa, encantou Zeus. Para se aproximar da amada e não ser reconhecido pela esposa, Hera, o deus dos deuses se transformou em um touro branco com chifres e cascos de prata. A narrativa conta que Europa montou no Touro e os dois cavalgaram até a Ilha de Creta, onde ocorreu um romance e o nascimento do filho do casal, Minos.

Como presente do pai, ele teria ganhado não só a ilha, como também uma energia de prosperidade em toda a terra, que ficou repleta de touros. Quando cresceu, Minos se uniu à Pasifae, filha de Hélio, deus do Sol, e acabou se tornando muito ambicioso, por isso, fez um pacto com Poseidon para ficar ainda mais rico. Com a dívida do deus dos mares paga, Minos deveria cumprir sua parte do combinado e dar a ele seu melhor touro. Entretanto, o filho de Zeus não quis se desfazer de nada precioso, dando em troca um touro qualquer.

Quando Poseidon percebeu que tinha sido enganado, chamou a deusa do amor, Vênus, que implantou no coração de Pasifae um amor alucinante por um touro. Incapaz de conter seu desejo, ela se aproximou da criatura amada, e dessa união, nasceu Minotauro, um homem com cabeça de touro.

Diante da vergonha do que ocorreu, Minos mandou construir um labirinto de onde não seria possível sair, e lá, encarcerou o monstro. Para alimentar o monstro, Minos invadiu Atenas e fez todos os cidadãos seus escravos. A cada sete dias, sete meninos e sete meninas virgens eram enviados para serem a refeição de Minotauro.

Inconformado, o filho do Rei de Atenas, Teseu, juntou-se a um grupo de jovens. Com o auxílio de um novelo de lã especial, presente da amada Ariadne, ele matou o Minotauro e retornou em segurança do labirinto. O monstro, por sua vez, teve sua parte humana deixada na Terra, enquanto a parte animal subiu aos céus e se tornou a constelação de Touro.

fortes emoções

Como deu para perceber pelo mito, a história de Touro traz emoções potentes, de paixão e traição, e o signo não sente com menos intensidade. Claro que o estereótipo da paixão avassaladora fica fora do grupo de Terra, mas este signo é regido justamente pelo planeta dos relacionamentos. Sendo assim, taurinos e taurinas possuem um toque de romantismo predominante do cotidiano.

sofisticação

Outro ponto da narrativa é a presença de um apego material predominante, mas, isso não precisa ser uma característica negativa. Touro é conhecido por seu olhar perspicaz para a estética dentro do zodíaco, e com o devido equilíbrio, gostar do que é bonito e ter apego pelo bem estar não é ruim.

estabilidade

Como acabamos de mencionar, Touro faz jus ao seu posto entre os signos de Terra e gosta da zona de conforto. Estabilidade e conforto são palavras chave para esse signo, que gostar estar em família e curtir com equilíbrio.

o estereótipo da comida

Não é um mito, Touro tem uma ligação muito forte com a comida, e não é qualquer comida! Conhecidos pelo jeito gourmet, taurinos sabem reconhecer um bom prato, e podem até mandar muito bem na cozinha. Afinal, eles sabem ser chiques 😉 .

Continue Reading

Comportamento

Horóscopo de 19 a 25 de abril: energia de Touro e mudanças nas fases da Lua pedem atenção ao futuro

Published

on

Horóscopo de 19 a 25 de abril: energia de Touro e mudanças nas fases da Lua pedem atenção ao futuro
Rawpixel

“Que tal depositar as melhores sementes no melhor e mais fértil solo?”, começa a astróloga Virginia Gaia sobre o astral da semana. Os próximos dias serão focados na energia de Touro, em meio a uma mudança de fases da Lua.

Antes da gente detalhar o astral dos próximos dias, sabia que você pode compreender as informações do céu e horóscopo semanal com maior propriedade se fizer seu mapa astral? É só clicar aqui e seguir o passo a passo gratuito da nossa bruxona, Virginia Gaia!

+Horóscopo de abril: Lua Nova e Plutão trazem energias para revelação da sua verdadeira essência

“O Sol ingressa no signo de Touro na tarde desta segunda-feira (19), assim como o planeta Mercúrio e pouco antes de a Lua chegar à fase Crescente, na madrugada para a terça-feira (21). Trata-se do aprofundamento da Lunação (ciclo entre Sol e Lua) iniciado no domingo (11) quando a Lua Nova em Áries aconteceu em conjunção a Baten Kaitos, a estrela Zeta da Constelação de Cetus, fazendo emergir situações submersas nos mares do inconsciente. Então, agora é hora de sedimentar aquilo que tem consistência, mesmo que precisemos, para isso, driblar obstáculos emocionais. Apoie-se em quem faz realmente sentido na sua vida e siga em frente!”, explica a bruxona.

O planeta Vênus também está em Touro, o que favorece as relações e parcerias de longo prazo. Ao longo da semana, o planeta dos relacionamentos e Mercúrio se aproximam do inovador planeta Urano, que também está no signo de Touro. “Essa tripla conjunção traz, no coletivo, a oportunidade para uma grande virada de mentalidade no âmbito econômico, uma vez que o trio em Touro ficará também em tensão com Saturno, em Aquário. Mas para além das finanças, traz também um novo olhar para os temas femininos e até o papel da mulher na sociedade. É hora de nos desprendermos de preconceitos e ideias ultrapassadas para encarar a feminilidade e até a beleza de outra forma”, afirma Gaia.

Na quinta-feira (22), Júpiter, em Aquário, e Marte, deixa o signo de Gêmeos e ingressa em Câncer, deixando o astral mais sensível e cheio de emoções. “A semana é agitada e promete muitas reviravoltas. Em meio a tudo isso, o importante é ter foco e pavimentar o chão para dar passos mais seguros e confortáveis em direção ao futuro!”, finaliza.

Confira as previsões astrológicas do seu signo entre 19 e 25 de abril!

áries

Com a sua energia renovada, é hora de cultivar a autoestima, ariano. Evite exposição e até discussões desnecessárias. É hora de focar naquilo que é essencial, sempre priorizando o seu bem estar emocional. Seja espontâneo, mas não exagerado.

touro

O Sol ingressa no seu signo, taurino! É hora de celebrar a chegada do seu aniversário da melhor maneira. Dê atenção à sua família e cuide da sua intimidade. Aproveite também para cuidar de você com mais capricho!

gêmeos

Mantenha a calma, geminiano. Antes de sair por aí fazendo muitas coisas, procure ter clareza mental. Preserve a sua saúde psíquica. Aliás, o momento é excelente para meditar. Invista em leituras que ajudem no seu bem estar.

câncer

As emoções estão à flor da pele, canceriano. Cuidado então para não descontar essa ansiedade buscando por itens materiais sem necessidade. Esteja atento às amizades verdadeiras e saiba separá-las de quem é passageiro.

leão

Você está mais popular e magnético, leonino. Então é hora de aproveitar essa energia toda ao seu favor. Mostre os seus talentos e a criatividade para crescer na carreira. Só tenha cuidado para conter a agitação interna.

virgem

Honre os seus valores e invista em conhecimento, virginiano. Aliás, a reflexão e a intuição estão andando lado a lado nesta semana. Cuide da espiritualidade e preste atenção nos seus sonhos.

libra

É hora de prestar atenção na suas relações e valorizar as pessoas certas, libriano. Divida com os outros o que é importante e também invista em parcerias e projetos de longo prazo.

escorpião

Os seus relacionamentos estão agitados, escorpiano. Por isso, é importante que você saiba investir no longo prazo. Na sua carreira, é hora de trabalhar em parceria, sabendo cultivar a relação com figuras de autoridade. Honre deus valores.

sagitário

Organize-se para poder fazer tudo do jeito que você gosta, sagitariano. Aproveite para aplicar no dia a dia os seus conhecimentos e tenha foco no aprendizado.

capricórnio

A semana pede mais criatividade, capricorniano. Saiba inovar e fazer diferente. A sua sexualidade também merece atenção. Separe um tempo para estimular suas fantasias.

aquário

Com muita coisa acontecendo ao mesmo tempo, você está com a mente super agitada, aquariano. Mantenha a calma e organize a sua rotina, sem deixar de contemplar um tempo para a família.

peixes

Busque organizar a sua agenda de contatos para ter uma semana produtiva, pisciano. Cuide também da sua saúde para poder ter mais energia e disposição sem se deixar consumir por emoções fortes.

Quer saber mais sobre conteúdos bruxões de magia & astrologia? Acompanhe a bruxona da todateen, a astróloga Virginia Gaia!

Instagram: @virginiagaia

Facebook: @virginiagaiaoficial

Site Oficial: virginiagaia.com.br

Mapa Astral Grátis: virginiagaia.com.br/mapa-astral-gratuito/

Continue Reading
Advertisement
Combinação de Nomes

Todos os nomes possuem significados e juntos formam uma combinação única!

Digite nos campos abaixo e descubra nos mínimos detalhes.

 
Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

Mais Lidos

Copyright © 2020 - Website produzido por Perfil.com Ltda. Uma parceria de conteúdo Perfil Brasil e Editora Alto Astral. Este site é parceiro do UOL Entretenimento.