Fale conosco

O que vc está procurando?

TodaTeen

Celebs

Cantor Nick Cruz fala sobre transexualidade e sua relação com a música: “Me deu força para continuar buscando o meu espaço”

Nick Cruz, novo representante do pop brasileiro, fala sobre sua relação com a música: "Me deu força para continuar buscando o meu espaço"
Nick Cruz, novo representante do pop brasileiro, fala sobre sua relação com a música: "Me deu força para continuar buscando o meu espaço"

Nick Cruz tem 22 anos e é a nova aposta da Warner Music Brasil. Prometendo renovar o cenário do pop brasileiro e suas sonoridades, o cantor, em entrevista à todateen, abriu o coração e compartilhou um pouco mais de sua trajetória com a música.

“A música é a minha principal companheira.”, afirma ele, que saiu de casa aos 15 anos para buscar sua própria independência. “Trabalhei como garçom, pintor, servente de pedreiro, assistente de elétrica… tudo o que você pode imaginar. Passei perrengue de comida, de casa, de aluguel, de preconceito. E a música sempre esteve comigo nas horas vagas, nos momentos do meu dia em que eu mais me sentia feliz e relaxado. Ela que me deu força para continuar buscando o meu espaço e o meu respeito.”, contou ele.

+ Protagonismo, visibilidade e empoderamento de pessoas com deficiência: “Minha cadeira, minha liberdade”

Desde a sua infância, a música já era um aspecto bastante presente. “Eu cantava com a minha família em casa mesmo, no karaokê que a gente tinha.”, relembrou. Nick ainda contou que foi apenas quando ele saiu de casa que a música começou a se abrir uma possibilidade de ganhar dinheiro. “Além dos bicos que eu fazia, eu ganhei de um amigo uma caixa de som e um microfone para poder me apresentar nos bares. Então, fui me profissionalizando nesse tempo.”, disse.

O artista também lembra que foi quando ele começou a compor suas músicas e receber elogios de seus amigos, que começou a entender que aquele era o seu lugar. “Depois, quando decidi gravar a minha primeira música autoral, ‘Me Sinto Bem’, todo o meu pensamento estava voltado para a arte e para a realização desse sonho.”, afirmou.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Nick Cruz – Warner Music (@nickcruz_oficial) em

Com o apoio de seus familiares, Nick está fazendo um enorme sucesso. Isso porque a faixa Me Sinto Bem já bate mais de um milhão de views no YouTube. “Produzir “Me Sinto Bem” foi uma experiência incrível. Foi muito gostoso descobrir o que era um home studio, um microfone de boa qualidade, um auto tune… enfim, todo esse universo musical. E ainda conheci o Edu Donna, que foi quem produziu a minha música e o videoclipe e me ajudou muito a realizar esse meu sonho.”, contou ele.

+ Com apenas 21 anos, Marvvila é a representação feminina que o pagode precisava: “Quero levar essa força”

No final de setembro Nick realizou mais um sonho: lançou sua primeira música com pela gravadora Warner Music Brasil. “A experiência é a melhor de todas. Depois de perambular muito tempo sozinho, é incrível achar pessoas que te respeitam e que sonham o mesmo sonho que você. É muito legal ter uma equipe que pensa e planeja toda a minha carreira, com todos os bastidores da produção, da divulgação e da assessoria. E eu tenho o privilégio de focar exclusivamente na minha música e na mensagem que eu quero passar. Só tenho que agradecer por isso.”, falou.

A faixa Até de Manhã reúne várias sonoridades e conta com diversas referências. O cantor ainda contou que suas maiores inspirações são o Justin Timberlake e Gloria Groove. “Os dois são artistas completos, que dançam, cantam, dublam, fazem performances. É isso que pretendo fazer no meu trabalho.”, disse. Além disso, como um músico transexual, Nick frisa a importância de dar cada vez mais visibilidade para a população LGBTQIA+.

“É importante naturalizarmos o assunto e levar esse tema para dentro das casas. Nesse momento em que eu respondo essa pergunta, existem milhares de pessoas tristes em casa por não terem a liberdade para se assumirem, por não terem o respeito dos familiares por serem do jeito que quiserem. Esse silêncio provoca doenças psicológicas e, nos casos extremos, provoca mortes. Vivemos no país em que mais se mata LGBTs no mundo. Precisamos conversar sobre isso no almoço de domingo.”, disse.

E ele ainda refletiu sobre a representatividade no cenário musical. “Nós já temos muitos artistas lutando por nossa causa no Brasil e no mundo. Ney Matogrosso, Johnny Hooker, Liniker, Glória Groove, Pabllo Vittar… todos eles abriram oportunidades no nosso dia a dia. Sou eu que estou entrando no mercado agora, mas o que eu quero é sair do palco e saber que depois de mim vai subir outro trans, outro gay, outra lésbica e tantos outros artistas diversos que a nossa cultura tem.”, afirmou.

+ Representatividade Transgênera: conheça a modelo Alexia Dutra

Para o futuro, Nick pretende continuar fazendo muita música e conquistar cada vez mais público. “Quero que o público entenda que o transexual pode e deve escrever sobre relacionamentos da mesma maneira que uma pessoa cisgênero. Nós também choramos e sofremos por amor. Então, precisamos colocar para fora o que sentimos e mostrar o nosso ponto de vista nas músicas. Às vezes é doloroso, mas nós também lutamos contra o preconceito mostrando o nosso lado mais vulnerável.”, finalizou.

Abaixo, confira o clipe oficial de Até de Manhã:

Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

Combinação de Nomes

Todos os nomes possuem significados e juntos formam uma combinação única!

Digite nos campos abaixo e descubra nos mínimos detalhes.