Fale conosco

O que vc está procurando?

TodaTeen

Comportamento

Cruelty-free: tudo sobre o movimento e porque é importante aderir a ele

Cruelty-free: tudo sobre o movimento e porque é importante aderir a ele
Cruelty-free: tudo sobre o movimento e porque é importante aderir a ele (Rawpixel)

Em abril deste ano, a Humane Society International (HSI) se uniu a cineastas de Hollywood para pedir o fim dos testes de cosméticos em animais e criaram o curta-metragem #SaveRalph. A produção, toda feita em stop-motion, mostra a rotina do coelho Ralph, que é usado em procedimentos para a produção de cosméticos.

Na trama, o coelho fica responsável por ilustrar e descrever todas as atrocidades que sofre nos procedimentos, como muitas cicatrizes e problemas de saúde. #SalveRalph ganhou o apoio de celebridades e comoveu o público, que compartilhou o registro pelas redes sociais.

O curta chega para dar foco ao movimento cruelty-free (livre de crueldade, em tradução livre), que vem sendo aderido por muitos nos dias de hoje. O objetivo é enaltecer os produtos que não usaram cobaias animais em seus testes e te incentivar a aderi-los.

Para entender mais sobre o movimento, todateen conversou com a Raissa Castrisana, criadora da página @dicasdebeleza_cruelty-free.

Confira!

a importância do movimento cruelty-free

Raissa entrou no movimento no final de 2019. “Eu já estava tentando reduzir o consumo de carne e vi um post da PETA sobre testes em animais e comecei a pesquisar sobre o que eram esses testes e quais eram as marcas que não faziam mais testes em animais“, conta.

“Logo que comecei a usar somente produtos cruelty-free eu via as blogueiras de make e cosmética falando deles e eu só me perguntava se eles faziam testes em animais, e portanto, se eu poderia usar. Comecei a procurar por perfis que dessem dicas desses produtos mas vi que tinham muito poucos e os que tinham não eram bons, aí que decidi criar meu perfil!”, continua.

Raissa também fala sobre a importância de prestarmos mais atenção nos problemas apresentados no curta-metragem do coelho Ralph.“Testes em animais para cosméticos são uma crueldade desnecessária hoje em dia. Já existem inúmeras técnicas alternativas e inclusive muitos países já proíbem essa prática. A pressão popular é importante para que se torne proibida aqui no Brasil também!”

como são testados os cosméticos livres da crueldade?

Ok, se existem maneiras de realizar os testes sem usar animais, como elas são feitas? A criadora de conteúdo explica que isso é feito com métodos alternativos que já possuem eficácia comprovada. Cada agência regulatória possui uma lista com as metodologias que pode ser utilizadas. “Um exemplo muito utilizado é a feita com tecidos de pele sintética, criada em laboratório“, conta.

E é importante saber que não só produtos de beleza utilizam os testes em animais. Estes também precisariam de metodologias alternativas, que não a crueldade. “Atualmente a maioria dos testes em animais ocorrem em produtos farmacêuticos, como medicamentos e vacinas, que infelizmente ainda não possuem metodologias substitutas para esse tipo de teste. Também são feitos testes em produtos de limpeza, alimentos e produtos para animais de estimação“, explica Raissa.

alguns problemas 

Uma das maiores questões sobre os testes em animais está a China. A lei chinesa de testes em animais em cosméticos é um assunto bastante relevante entre os consumidores de produtos cruelty free. É essa lei que acaba definindo quais empresas realizam os testes e quais não.

A lei chinesa de testes em animais já passou por muitas mudanças ao longo dos anos, mas ainda continua em vigor. Ela faz com que muitas empresas estrangeiras – que irão comercializar os produtos na China – assinem um acordo com o governo permitindo testes, além de pagarem taxas para que eles sejam realizados nos produtos. Isso irá determinar para o país, se a comercialização dos mesmos para o público é segura ou não.

Em maio de 2021, a China implementou mudanças significativas na lei. Até o momento, somente produtos na categoria de “cosméticos comuns” que sejam fabricados localmente poderiam se esquivar de testes em animais durante a pré-comercialização.

Em relação aos “cosméticos não comuns”, independente se forem fabricados na China ou não, continuarão tendo que ser obrigatoriamente testados em animais em 2021. “Os testes são obrigatórios para a venda de todos produtos cosméticos chamados de ‘categoria especial’, importados ou não, e também para todos os tipos de produtos importados que serão vendidos em lojas físicas no país, se for vender apenas em lojas online também não é preciso fazer os testes em animais. Mas são muitos requisitos que precisam ser cumpridos e por isso nenhuma marca já conseguiu fazer a mudança e deixar de testar em animais por lá“, comenta Raissa,

Outro problema é que algumas marcas podem usar do selo cruelty-free em seus produtos de forma enganosa, sem necessariamente ser livre de testes em animais. “Infelizmente não há nenhum padrão ou agência que regule o uso de selos cruelty-free. A maioria das marcas criam um “selo” próprio que elas colocam em suas embalagens. O problema é que não há nenhuma fiscalização que confirme que esse selo representa a verdade”, conta Raissa.

 Além disso, ela explica que não há um padrão internacional que liste todos os requisitos necessários para uma marca ou produto ser considerado cruelty-free, com isso cada marca acaba criando seus próprios. “Por isso é importante pesquisar também sobre a marca. Também existem os “selos oficiais”. Esses selos foram criados por Ongs/ instituições da causa animal que investigam e fiscalizam a marca antes de autorizar o uso do seu selo. Apesar de mais confiáveis, os requisitos também variam de uma entidade para outra, por isso também é importante conhecer a instituição e os requisitos que ela avalia antes de confiar no selo”.

produtos cruelty free não são a mesma coisa que produtos veganos!

Um grande achismo no meio é sobre os produtos que não sem testes em animais são veganos. Nem todo produto cruelty free é vegano e é importante se atentar a isso ao pensar em consumir algo nesse estilo.

“Produtos CRUELTY-FREE são produtos 100% livres de testes em animais. Para isso a marca precisa garantir que nem o produto, nem os ingredientes usados em sua produção, foram testados em animais em qualquer lugar do mundo. Já um produto VEGANO precisa, além de ser cruelty-free, também não utilizar nada de origem animal em sua formulação”, explica Raissa.

outros mitos acerca do assunto

Raissa ainda evoca alguns mitos existentes sobre os produtos cruelty-free. Para você não ter mais desculpas em aderir a esse estilo de vida, mana!

  • Muitos acreditam que produtos livres de testes em animais não passam por qualquer testes de segurança, o que não é uma verdade. Todos os produtos passam por testes de segurança alternativos com segurança comprovada e aceitos, no caso do Brasil, pela Anvisa. 
  • Muitos também associam produtos cruelty-free com produtos veganos e naturais, estes de fato são mais caros, mas para produtos cruelty-free já são encontrados inúmeros produtos na mesma faixa de preço das principais marcas vendidas em mercados e farmácias.
  • Muitos acham que será muito difícil de substituir os produtos porque não conseguirão encontrar opções cruelty-free em sua cidade. Atirar de, de fato, ainda serem mais difíceis de encontrar, já existem muitas marcas cruelty-free que são vendidas em mercados, farmácias e lojas de cosméticos e está ficando cada vez mais fácil encontrar dessas marcas.
  • Por fim já existem marcas ótimas nas mais variadas faixas de preço que são cruelty-free, e está ficando cada vez mais fácil e acessível usar seus produtos. Mas ainda tem muito o que melhorar! Depende de nós pressionar as marcas para se tornarem cruelty-free e também cobrar os estabelecimentos para que eles passem a vender mais opções de marcas cruelty-free

dicas para quem quer começar 

Se você ainda não se convenceu de pelo menos tentar, te damos um empurrãozinho a mais. Confira as dicas que a Raissa preparou junto com a todateen para seguir nessa rotina total livre da exploração animal <3

  1. Pesquise sobre as marcas em sites e páginas sobre produtos cruelty-free, isso vai te ajudar muito na hora da escolha dos seus novos produtos!
  2. Tenha uma lista de marcas cruelty-free na hora de fazer compras! Vai te ajudar muito no começo, pois é difícil lembrar de todas as marcas.
  3. Conheça as instituições e selos “oficiais”, assim também irá conseguir identificar os produtos melhor.
  4. Pense que a transição ocorre aos poucos, não precisa se desesperar. Basta ir substituindo os produtos que forem acabando. Mas caso você não queira mais utilizar os produtos que foram testados em animais, não jogue fora, doe para alguém e aí sim compre tudo novo de marcas cruelty-free 🙂
LEIA MAIS:

+ Conheça hábitos sustentáveis para ter dentro de casa
+ Tudo o que você precisa saber sobre cosméticos veganos
+ Afroveganismo: o movimento vegano acessível que luta pela causa social e política

Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

Combinação de Nomes

Todos os nomes possuem significados e juntos formam uma combinação única!

Digite nos campos abaixo e descubra nos mínimos detalhes.