Fale conosco

O que vc está procurando?

TodaTeen

Comportamento

“Dancing with the Devil”: o que esperar do novo documentário de Demi Lovato?

"Dancing with the Devil": o que esperar do novo documentário de Demi Lovato?
"Dancing with the Devil": o que esperar do novo documentário de Demi Lovato?

Depois de Stay Strong (2012) e Simply Complicated (2017), o primeiro dos quatro episódios de Demi Lovato: Dancing with the Devil vai ao ar nesta terça-feira (23). A nova série documental de Demi Lovato promete explorar os acontecimentos marcantes dos últimos 3 anos da vida pessoal e profissional da cantora, como a luta contra a dependência química e os processos de crescimento pessoal. 

Antes mesmo de ter sido lançado oficialmente no YouTube, o projeto foi apresentado como filme de abertura no Festival SXSW de 2021 e a própria Demi também concedeu algumas entrevistas recentemente para falar sobre o documentário. Assim, já temos uma ideia do conteúdo intenso que será abordado com o lançamento. 

Por isso, separamos aqui alguns dos principais temas que serão tratados na série documental, para você já ficar por dentro de Dancing with the Devil

Atenção: essa matéria aborda temáticas sensíveis que podem despertar gatilhos em algumas pessoas. 

overdose

Desde a divulgação do trailer, Demi deixou claro que seu terceiro documentário traria uma visão sincera mesmo sobre situações tensas que vivenciou. Dessa maneira, o projeto mostra aos poucos a trajetória da artista desde a decisão de voltar a consumir álcool socialmente durante a turnê do álbum Tell Me You Love Me até a overdose que sofreu em 2018. 

Com muitos detalhes, Lovato relata a noite do incidente quase fatal. Ela explica que mentiu para os amigos que iria dormir depois de uma festa, mas acabou recebendo um dealer em sua casa com um estoque de diversos tipos de droga, como fetanyl, heroína, crack, entre outras. 

“Pela primeira vez na minha vida, tive que morrer para acordar”, afirmou a cantora em entrevista para a CBS Sunday Morning. “Os médicos me disseram que eu tinha de cinco a dez minutos. Tipo, se ninguém tivesse me encontrado, então eu não estaria aqui. Sou grata por estar sentada aqui hoje […] Estou em recuperação por um monte de coisas e estava sóbria, mas ainda miserável”, compartilha. 

No documentário, Demi também conta sobre as sequelas que têm até hoje por conta da overdose, que ainda a causou três derrames, um ataque cardíaco e falência de órgãos. Ela também teve pneumonia, sofreu danos cerebrais com os derrames e carrega problemas de visão até hoje – que a impedem de dirigir.

abusos sexuais

Em entrevista ao The New York Times, a artista contou que o documentário irá expor os abusos sexuais que já sofreu, como um episódio que aconteceu na noite de sua overdose. Ao jornal, Lovato explicou que o traficante que a trouxe as drogas a agrediu sexualmente e a deixou à beira da morte. 

Entretanto, essa não foi a primeira vez que Demi foi vítima desse tipo de abuso, já que revelou ter sofrido violência sexual durante um trabalho na adolescência. “Sei que o que vou dizer vai impactar as pessoas também. Mas, quando eu era adolescente, estava em uma situação bem parecida e perdi minha virgindade em um estupro. Estávamos abraçados, mas eu disse: ‘Isso não vai além, sou virgem e não quero perder [minha virgindade] desse jeito’, mas isso não importou, ele fez mesmo assim”, disse ao The New York Times.

A revelação de fato impactou, visto que durante seu relato, Demi afirmou que o ocorrido foi com uma pessoa relacionada ao seu trabalho na época da adolescência. Durante a juventude Lovato trabalhou em filmes e séries dos estúdios Disney, produções diretamente relacionadas ao Disney Channel, como Camp Rock, Sunny Entre Estrelas, Programa De Proteção Para Princesas e mais.

Sem mencionar o nome da pessoa ou empresa, Demi disse que fez uma denúncia na época do ocorrido, mas não houveram consequências para o agressor. Por isso, ela teve que lidar com a continuidade dos trabalhos e a convivência constante com o agressor.

jornada de cura

“Já se passaram dois anos desde que fiquei cara a cara com o ponto mais sombrio da minha vida, e agora estou pronta para compartilhar minha história com o mundo. Pela primeira vez, você será capaz de ver minha jornada de luta e cura contínua do meu ponto de vista. Sou grata por ter sido capaz de cumprir essa missão de enfrentar meu passado de frente e, finalmente, compartilhá-lo com o mundo”, disse Demi, em nota publicada pelo portal Entertainment Weekly

Com essa mensagem, a série documental também acompanhará a jornada de cura da cantora na busca de saúde física, emocional e mental após os traumas do passado. Além de falar abertamente sobre seu relacionamento e noivado relâmpago com o ator Max Ehrich, Lovato também traz relatos de familiares, amigos e pessoas públicas que a acompanharam nos últimos anos. 

Elton John e Christina Aguilera, por exemplo, aparecem no projeto para relatarem suas experiências pessoais com a artista e trazerem depoimentos sobre algumas temáticas abordadas no documentário. O cantor também compartilha sua trajetória com o vício de drogas e a sobriedade. 

novo álbum 

A carreira de Demi como cantora também é explorada na série documental, já que foi após sua overdose que ela assinou contrato com o empresário Scooter Braun e deu início a uma nova fase profissional. Além disso, a cantora também já anunciou que está prestes a lançar seu sétimo álbum de estúdio, intitulado Dancing With The Devil: The Art Of Starting Over

Com estreia marcada para o dia 2 de abril, a artista afirmou em suas redes sociais que o disco é quase como uma trilha sonora não-oficial do documentário. Ela explicou que isso se dá não porque as canções de fato aparecem no filme, mas porque muitos dos temas discutidos na frente da tela se tornaram música. 

Já disponível para pre-save, Lovato revelou que o álbum terá 19 faixas e 3 canções extras para a versão deluxe, bem como um total de três colaborações com outras cantoras, todas mulheres. “Meu álbum realmente se parece como algo completo que te leva a uma viagem”, afirmou.

Até o momento, Demi já confirmou ao The New York Times uma colaboração com Ariana Grande. Já pelas redes sociais, a cantora anunciou parcerias com Sam Fischer, Noah Cyrus e Saweetie. Ela também já divulgou a data de estreia do primeiro single do projeto, Dancing With The Devil, que será lançado no dia 26 de março. 

Animada para conferir todas essas novidades de Demi? Confira o trailer de Demi Lovato: Dancing with the Devil:

Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

Combinação de Nomes

Todos os nomes possuem significados e juntos formam uma combinação única!

Digite nos campos abaixo e descubra nos mínimos detalhes.