Connect with us

Comportamento

Diabetes: o que é, quais são os fatores de risco, como tratar?

A doença afeta muitos jovens e adolescentes. Bora conhecê-la melhor?!

Published

on

diabetes

Você sabia que o diabetes é uma doença que também atinge adolescentes? Mas quais são os sintomas, os fatores de risco e como tratá-la? A gente conversou com uma endocrinologista, a Dra. Patrícia Peixoto, para tirar todas essas dúvidas!

Saiba o que causa o diabetes, como evitar a doença, tratá-la, e mais:

Qual é a diferença entre os tipos de diabetes?
Diabetes tipo 1: mais comum entre crianças e adolescentes. O corpo desenvolve anticorpos contra as células do pâncreas que produzem insulina. Esses anticorpos reagem como se essas células do pâncreas fossem invasoras e as destroem. Assim, a produção de insulina não ocorre. Ao deixar de ser produzida, a insulina, hormônio que ajuda a manter a glicose (açúcar) no sangue em níveis normais, a glicose se eleva e surge a doença.

Diabetes tipo 2: mais comum em adultos, mas vem crescendo entre os jovens. Fatores como excesso de peso, alimentação à base de muitos produtos industrializados, falta de exercícios físicos e algumas alterações hormonais fazem com que surja o que chamamos de resistência à ação da insulina. O pâncreas produz insulina, mas todos esses fatores atrapalham sua ação de controle da glicose. Como consequência, a glicose aumenta no sangue e surge o diabetes.

diabetes

Foto: iStock

Qual deles é mais comum em jovens e adolescentes?
“Embora o diabetes tipo 1 ainda seja mais comum nos jovens, hoje um terço dos casos de diabetes em crianças e adolescentes é o do tipo 2, por conta do crescimento da obesidade e do sendentarismo nessa faixa etária”, explica a Dra. Patrícia Peixoto. O diabetes tipo 1 surge após a criança/adolescente, que tem uma predisposição genética, ser exposta a  situações que desencadeiam esse processo autoimune de “ataque” ao pâncreas pelo próprio organismo. Isso pode acontecer após uma virose, pelo uso precoce do leite de vaca e também por contato frequente com substâncias químicas, como agrotóxicos.

Quais são os principais sintomas do diabetes no adolescente?
Os mais comuns no diabetes tipo 1, que costuma surgir em questão de dias ou semanas, são a sede excessiva, aumento na quantidade de urina, aumento da fome e perda de peso. Além disso, o jovem pode se queixar de cansaço e visão embaçada, além de dificuldade de concentração.

No diabetes tipo 2, por se instalar de modo mais lento, a criança pode incialmente não ter sintomas, o que inclusive retarda o diagnóstico.

Quais são os fatores de risco no adolescente?
Para o diabetes tipo 1 há uma predisposição genética complexa como fator de risco, por isso a presença de familiar de primeiro grau com diabetes tipo 2 aumenta o risco do diabetes tipo 1 se desenvolver.

No tipo 2, os fatores de risco são:

  • Estar acima do peso, principalmente se a gordura estiver concentrada em volta da cintura;
  • Ter pai, mãe ou irmão com diabetes;
  • Ter síndrome de ovários policísticos;
  • Fazer uso frequente de medicamentos da classe dos glicocorticoides;
  • Ser sedentário – não praticar exercícios físicos pelo menos 3 vezes na semana;
  • Uso frequente de alimentos ricos em açúcar e gordura, como refrigerantes, doces, biscoitos, salgados…
diabetes

Foto: iStock

Tem como evitar essa doença? Quais hábitos adotar para isso?
Embora no diabetes tipo 1 a predisposição genética não possa ser mudada, o aleitamento materno é um fator protetor, assim como a introdução alimentar correta nos primeiros dois anos de vida. Essas duas medidas, inclusive, também protegem contra o diabetes tipo 2 e a obesidade.

Para evitar o diabetes tipo 2, que vem crescendo entre os jovens, várias medidas podem ser adotadas:

  • Dormir bem. Poucas horas de sono à noite aumentam o risco de obesidade;
  • Tratar o excesso de peso em crianças e adolescentes;
  • Evitar o consumo frequente de alimentos industrializados e calóricos;
  • Praticar exercício físico intenso idealmente todos os dias por pelo menos meia hora, como jogar bola, brincar ao ar livre, correr, praticar esportes, nadar…
  • Procurar se movimentar mais nas atividades do dia a dia, subindo de escadas ao invés de usar o elevador, indo a pé se a distância não for grande, e reduzindo o tempo de uso de eletrônicos e do celular.
diabetes

Foto: iStock

Como tratar?
O tipo 2 envolve tratar junto a obesidade, melhorar a qualidade da alimentação e introduzir o exercício físico na rotina do paciente. Alguns medicamentos podem ser usados de acordo com a faixa etária.

No diabetes tipo 1, o tratamento é feito com insulina e atualmente há varias opções de canetas para aplicação, além de outros equipamentos e dispositivos que facilitam o uso da insulina e a monitorização da glicose, tornando o tratamento mais eficaz. Não menos importante é a adoção de uma alimentação saudável e a prática do exercício físico.

Uma pessoa com diabetes tem restrições alimentares? O que ela pode ou não comer? 
Alimentos ricos em açúcar e gordura, como refrigerantes, biscoitos, doces, batata frita, salgadinhos, devem ser evitados. O dieta deve ser elaborada por nutricionista ou nutrólogo, priorizando alimentos saudáveis, como verduras, legumes e frutas (essas últimas sem exageros, pois a frutose também pode elevar a glicose). A proteína de boa qualidade precisa ser consumida, os alimentos derivados do leite também não são proibidos, nem o carboidrato, que deve ser consumido na opção integral. A técnica de contagem de carboidratos, orientada por uma das especialidades acima,  pode ajudar bastante a flexibilizar a dieta.

diabetes

Foto: iStock

 

Diabetes pode trazer complicações? 

Quando não se faz o tratamento e acompanhamento adequados, as altas taxas de glicose no sangue podem favorecer algumas complicações:

  • Doença nos rins;
  • Ressecamento da pele e maior chance de feridas que não cicatrizam e podem apresentar infecção secundária;
  • Lesões nos pés;
  • Dores nas pernas e pés por conta de alterações nos nervos dessas regiões;
  • Alterações nos olhos, afetando a visão;
  • Problemas no coração e na circulação sanguínea.

É importante lembrar que o tratamento adequado do diabetes reduz muito o risco de desenvolver uma complicação. Quem tem essa doença pode levar uma vida mais do que normal: ativa, saudável e feliz.

Consultoria: Dra. Patrícia Peixoto, endocrinologista 

Celebs

Festival Teen: Lucas Burgatti fala sobre amadurecimento e revela nova fase musical

Published

on

Festival Teen: Lucas Burgatti fala sobre amadurecimento e revela nova fase musical
Rawpixel | Instgram

Com apenas 18 anos, Lucas Burgatti, além de ser uma das estrelas da novela Poliana Moça, do SBT, é também um cantor em ascensão. Uma das atrações do Festival Teen 2020, Lucas está cada vez mais focado no mundo musical e já conta com uma grande quantidade de fãs e seguidores nas redes sociais.

Em um papo exclusivo com a todateen, o artista falou um pouco sobre como foi a idealização do seu último single, Desabafo, que foi estreado na quarentena, deu alguns spoilers sobre sua carreira e contou quais são suas expectativas para o evento adolescente.

+ Tudo sobre o Festival Teen 2020

Em 2019, Lucas já tinha feito uma pequena participação no festival para cantar alguns covers e também a música Tamo Junto, que foi o seu primeiro trabalho autoral. “Eu estou muito feliz por ter sido convidado novamente e de ver que o Festival Teen cada vez mais abre espaço para novos talentos da música.”, contou ele.

Desde então, a vida do cantor foi bastante corrida. “Veio a pandemia, a quarentena, tivemos que dar uma pausa nas gravações da novela ‘Poliana Moça’. E é interessante porque na nova temporada os personagens voltarão mais maduros, e isso acompanha uma mudança de fase que está acontecendo ao mesmo tempo em minha vida real.”, detalhou ele, que acabou de completar 18 anos. “Meu personagem voltará à TV mais crescido e minha relação com a música também entra em um novo momento.”, disse.

+ Festival Teen: Mahressa revela referências na música e seu maior sonho de carreira

Interessado pela música desde pequeno, Lucas contou que seu interesse em cantar vem antes de seu trabalho como ator e que aproveitou bem o tempo em casa para se dedicar a esse outro lado de sua carreira. O seu último lançamento, o single Desabafo, fala muito sobre a vida em isolamento social e não foi um projeto planejado com antecedência pelo cantor. “Foi algo totalmente inesperado, porque no início da quarentena eu já estava finalizando outra música, a ‘Nas Estrelas’, que a princípio seria o primeiro single autoral dessa nova fase.”, contou ele.

Festival Teen: ascensão do funk, Pepê Barbosa revela que tem música nova vindo por aí

“Foi um período em que eu compus e experimentei muito no home studio que tenho em meu quarto. Em alguns momentos eu estava triste com a situação atual e decidi retratar em uma letra os dias em que me sentia desanimado“, explicou.

Na faixa, Lucas fala sobre a saudade que ele sente da vida de antes, da liberdade e de seus amigos. “Com esse desabafo, passei a me sentir melhor. Eu senti em meu coração que precisava compartilhar isso com as pessoas, principalmente com aquelas que se identificam com esse sentimento. Foi por isso que esse lançamento veio de surpresa e acabou se tornando o primeiro lançamento para esse meu novo momento com a música.”, revelou.

“Busquei usar essa música para mandar essa mensagem para as pessoas, que é normal a gente acabar ficando triste, mas que no fim tudo vai ficar bem.”, disse Lucas sobre a música Desabafo.

Nessa nova fase, Lucas contou que está ansioso para poder se apresentar e interagir com os fãs no Festival Teen. “Mesmo sendo uma versão totalmente digital, todo mundo pode esperar um grande show, com muita energia, muita animação. Serão 11 shows, um mais incrível que o outro, até eu estou ansioso para poder conferir como fã.”, disse.

Seu próximo lançamento, Nas Estrelas, logo vem aí e Lucas está animado para compartilhar o resultado. “Em breve todo mundo vai poder curtir a música e assistir ao vídeo clipe. O single é um pop romântico que também teve um pouco de inspiração neste momento que a gente acaba se sentindo um pouco sozinho e bate aquela vontade de encontrar quem você gosta.”, revelou, contando que se trata de uma história um jovem e seu amor não tão correspondido por uma garota, sendo que tudo o que ele sonha é em viver com ela.

***

O Festival Teen acontece no próxima dia 3 de outubro, com transmissão ao vivo pelo canal oficial do evento. Nesta que é a primeira edição 100% digital, teremos grandes nomes no line-up: Pedro SampaioVitãoMC JottaPêJoão Guilherme e BFF Girls.

Continue Reading

Comportamento

De Goiás para o Funk Hits: MC Jacaré comemora sucesso no Spotify e reflete sobre diversidade na música

Published

on

De Goiás para o Funk Hits: MC Jacaré comemora sucesso no Spotify e reflete sobre diversidade na música
Rawpixel | Divulgação

Quando Pedro Henrique viu a sua música sendo compartilhada por diversas celebridades, ele não acreditou. O áudio era só uma produção que tinha feito em casa, sem estrutura e nenhuma pretensão de sucesso. Mas Melhorar Meu Dia chegou no TOP 50 do Brasil pelo aplicativo Spotify e Pedro Henrique se tornou o MC Jacaré, o rosto que estampa a playlist Funk Hits em setembro.

Quando lançou nas plataformas, em poucos dias acumulou milhões de visualizações e alcançou celebridades, como a influenciadora Priscila Evellyn e o seu maior ídolo – o cantor Kevin O Chris.

Ascensão do funk, Pepê Barbosa revela que tem música nova vindo por aí

Conciliando o terceiro ano do ensino médio com o sucesso como artista, MC Jacaré entrou novamente do TOP 50 do país com a sua nova música, Comprei um Lança.  Em entrevista à todateen MC Jacaré fala sobre o início da carreira, parcerias, próximos passos e a importância da diversidade na música.

Festival Teen: MC Jottapê promete muito funk e animação para o live show

Se liga!

Você é ligado à música desde pequeno. Quando você decidiu que gostaria de seguir carreira no universo artístico?

Olha, a minha mãe fala que a brincadeira que eu mais fazia quando criança era fingir que estava tocando e cantando para a família. Eu sempre fui um garoto muito curioso, olhava o meu tio tocando violão e ficava lá do lado dele, tentando aprender alguns acordes. Então, eu sempre tive esse gosto, mas nunca passou pela minha cabeça ser um artista. Achava que essa vida era pra gente mais rica, e, por isso, um sonho muito distante de mim, entende? Já mais velho, em 2018, que eu comecei a fuçar na internet como produzir músicas, como mixar os funks que eu gostava. Fui baixando uns aplicativos no laptop velho que eu tenho e fui aprendendo. As músicas que eu fiz viralizaram e eu não acreditei quando isso aconteceu. Foi tudo muito rápido e inesperado.

Como você se sentiu quando viu seu rosto estampando uma das maiores playlists de funk do Brasil?

Até agora a ficha não caiu, hahah. Estou aprendendo a cada dia como lidar com o sucesso das minhas músicas. Eu fico muito feliz quando os meus pais voltam do trabalho e dizem que ouviram a minha música tocando em algum lugar pelo caminho. Os meus amigos também me mandam vídeos quando ouvem na rua. É tudo muito novo, a gente está entendendo esse sucesso agora também. E é muito bom poder mostrar que, de Setor Urias Magalhães, em um quartinho sem estrutura nenhuma, é possível fazer música e realizar o seu sonho.

O funk brasileiro tá se reinventando cada dia mais. Qual a importância na diversidade dos gêneros musicais (funk com forro, funk com trap…) nesse universo?

Eu acho que quando os gêneros se misturam, o público fica mais aberto para ouvir outras coisas. Acho que isso pode explicar o meu crescimento também. Quando que um garoto de 17 anos, de Setor Urias Magalhães, ficaria conhecido fazendo funk? É graças à internet e a essa mistura de estilos.

O seu mais novo lançamento é uma parceria com o JS O Mão de Ouro. Como tá sendo trabalhar com ele?

Está sendo ótimo. Ela vai fazer a versão brega funk de “Comprei um Lança”, acho que todos vão curtir. Assim como ele, agora também faço parte da produtora Los Pantchos, de São Paulo. E é coisa de outro mundo. Para quem gravava em casa sem ter até mesmo um microfone, agora a gente está bem demais, hahah.

Quais são seus planos para o futuro? Pode dar algum spoiler pra gente?

Além da versão brega funk de “Comprei um Lança”, ainda vou lançar outras músicas esse ano. A Los Pantchos me abraçou e está sonhando junto comigo.

Continue Reading

Comportamento

5 vezes em que Vitão hitou na internet (e na vida)

Published

on

5 vezes em que Vitão hitou na internet (e na vida)
Rawpixe | Instagram

O cantor paulistano Vitão, dono do hit Um Pouco de Você, vem sendo destaque na mídia durante os últimos meses por conta de seu recente relacionamento com a cantora Luísa Sonza e lançamento de Flores, além da crescente popularidade.

Headliner do Festival Teen 2020, nossa parceira de conteúdo ATREVIDA elencou 5 vezes em que Vitão roubou a cena. Confira AQUI o conteúdo completo!

***

O Festival Teen acontece no próxima dia 3 de outro, com transmissão ao vivo pelo canal oficial do evento. Nesta que é a primeira edição 100% digital, teremos grandes nomes no line-up: Pedro SampaioVitãoMC JottaPêJoão Guilherme e BFF Girls.

Continue Reading
Advertisement
Combinação de Nomes

Todos os nomes possuem significados e juntos formam uma combinação única!

Digite nos campos abaixo e descubra nos mínimos detalhes.

 
Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

Mais Lidos

Copyright © 2020 - Website produzido por Perfil.com Ltda. Uma parceria de conteúdo Perfil Brasil e Editora Alto Astral. Este site é parceiro do UOL Entretenimento.