Connect with us

Entretenimento

Dos esquecidos aos exaltados: tudo sobre as indicações ao Grammy 2021

Published

on

Dos esquecidos aos exaltados: tudo sobre as indicações ao Grammy 2021

Nesta terça-feira (24) as indicações ao Grammy 2021 movimentaram as redes sociais e abalaram todos os fandoms ao redor do mundo. A cerimônia da premiação acontecerá apenas no dia 31 de janeiro, mas apostas já podem começar depois da lista completa dos artistas indicados ter sido divulgada.

Concorrendo em 9 categorias, Beyoncé foi a artista mais indicada da edição e acaba de empatar com Paul McCartney, já que acumula um total de 79 indicações ao Grammy em toda sua carreira. A cantora também se tornou a mulher mais indicada na história da premiação e só fica atrás de Jay-Z e Quincy Jones, que já receberam 80 indicações.

A edição de 2021 ainda foi palco de novos artistas, que foram indicados à premiação pela primeira vez. Estamos falando de BTS (Melhor performance de grupo/colaboração), Doja Cat (Melhor performance solo de popArtista Revelação e Gravação do ano), Harry Styles (Melhor performance solo de popMelhor álbum pop vocalMelhor videoclipe) e Megan Thee Stallion (Melhor performance de RapMelhor música de rap, Artista Revelação e Gravação do ano).

A grande categoria de Álbum do Ano ainda deu destaque para duas grandes cantoras do pop: Dua Lipa, pelo álbum Future Nostalgia, e Taylor Swift, por FolkloreJhené AikoBlack PumasColdplay, Jacob CollierHAIM e Post Malone foram os outros artistas indicados por suas produções.

+ PRÊMIO TODATEEN 2020: Veja a lista completa dos indicados e indicadas!
+ PRÊMIO TODATEEN 2020: Melhor Álbum Internacional
+ PRÊMIO TODATEEN 2020: Melhor Cantora Internacional

Alguns outros grandes nomes não receberam tanto destaque entre as indicações – o que causou a revolta de muitos fãs nas redes sociais. No caso de Lady Gaga, por exemplo, a artista foi indicada apenas em duas categorias (Melhor performance de grupo/colaboraçãoMelhor álbum pop vocal).

Porém, o que gerou uma grande indignação foi a ausência total de The Weeknd nas categorias. O cantor está fazendo um sucesso estrondoso com seu álbum, o After Hours, e ainda ficará responsável por comandar o show do intervalo no Super Bowl 2021. Muitos na web ainda compararam a falta do artista ao mesmo tempo em que Justin Bieber foi indicado em três categorias (Performance de Pop SoloPerformance de Pop em Duo/ Grupo e Álbum de Pop Vocal).

Outros nomes que também foram esquecidos na premiação, mas lembrados pelos fãs na web foram: BLACKPINK, Selena Gomez, Katy PerryRina Sawayama, entre outros. Quem você mais sentiu falta de ser prestigiado no Grammy 2021?

A lista completa dos indicados, com as 84 categorias, pode ser acessada no site oficial da academia (www.grammy.com). Confira abaixo algumas das principais categorias:

Álbum do ano
“Chilombo” — Jhené Aiko
“Black Pumas (Deluxe Edition)” — Black Pumas
“Everyday Life” — Coldplay
“Djesse Vol.3” — Jacob Collier
“Women in Music Pt. III” — HAIM
“Future Nostalgia” — Dua Lipa
“Hollywood’s Bleeding” — Post Malone
“Folklore” — Taylor Swift

Música do ano
“Black Parade” — Denisia Andrews, Beyoncé, Stephen Bray, Shawn Carter, Brittany Coney, Derek James Dixie, Akil King, Kim “Kaydence” Krysiuk & Rickie “Caso” Tice, songwriters (Beyoncé)
“The Box” — Samuel Gloade & Rodrick Moore, songwriters (Roddy Ricch)
“Cardigan” — Aaron Dessner & Taylor Swift, songwriters (Taylor Swift)
“Circles” — Louis Bell, Adam Feeney, Kaan Gunesberk, Austin Post & Billy Walsh, songwriters (Post Malone)
“Don’t Start Now” — Caroline Ailin, Ian Kirkpatrick, Dua Lipa & Emily Warren, songwriters (Dua Lipa)
“Everything I Wanted” — Billie Eilish O’Connell & Finneas O’Connell, songwriters (Billie Eilish)
“I Can’t Breathe” — Dernst Emile II, H.E.R. & Tiara Thomas, songwriters (H.E.R.)
“If the World Was Ending” — Julia Michaels & JP Saxe, songwriters (JP Saxe Featuring Julia Michaels)

Artista Revelação
Ingrid Andress
Phoebe Bridgers
Chika
Noah Cyrus
D Smoke
Doja Cat
Kaytranada
Megan Thee Stallion

Gravação do ano
“Black Parade” — Beyoncé
“Colors” — Black Pumas
“Rockstar” —DaBaby Featuring Roddy Ricch
“Say So” — Doja Cat
“Everything I Wanted” — Billie Eilish
“Don’t Start Now” — Dua Lipa
“Circles” — Post Malone
“Savage” — Megan Thee Stallion Featuring Beyoncé

Melhor performance solo de pop
“Yummy” — Justin Bieber
“Say So” — Doja Cat
“Everything I Wanted” — Billie Eilish
“Don’t Start Now” — Dua Lipa
“Watermelon Sugar” — Harry Styles
“Cardigan” — Taylor Swift

Melhor performance de grupo/colaboração
“Un Dia (One Day)” — J Balvin, Dua Lipa, Bad Bunny & Tainy
“Intentions” — Justin Bieber Featuring Quavo
“Dynamite” — BTS
“Rain on Me” — Lady Gaga e Ariana Grande
“Exile” — Taylor Swift Featuring Bon Iver

Melhor álbum tradicional de pop
“Blue Umbrella” — Burt Bacharach & Daniel Tashian
“True Love: A Celebration of Cole Porter” — Harry Connick, Jr.
“American Standard” — James Taylor
“Unfollow the Rules” — Rufus Wainwright
“Judy” — Renée Zellweger

Melhor álbum pop vocal
“Changes” — Justin Bieber
“Chromatica” — Lady Gaga
“Future Nostalgia” — Dua Lipa
“Fine Line” — Harry Styles
“Folklore” — Taylor Swift

Produtor do Ano, Não-Clássico
Jack Antonoff
Dan Auerbach
Dave Cobb
Flying Lotus
Andrew Watt

Melhor álbum de teatro musical
“Amélie” (Original London Cast)
“American Utopia on Broadway” (Original Cast)
“Jagged Little Pill” (Original Broadway Cast)
“Little Shop of Horrors” (The New Off-Broadway Cast)
“The Prince of Egypt” (Original Cast)
“Soft Power” (Original Cast)

Melhor compilação de trilha sonora
“A Beautiful Day in the Neighborhood” (Various Artists)
“Bill & Ted Face the Music” (Various Artists)
“Eurovision Song Contest: The Story of Fire Saga” (Various Artists)
“Frozen 2” (Various Artists)
“Jojo Rabbit” (Various Artists)

Melhor trilha musical orquestrada para mídia visual
“Ad Astra” — Max Richter, composer
“Becoming” — Kamasi Washington, composer
“Joker” — Hildur Guðnadóttir, composer
“1917” — Thomas Newman, composer
“Star Wars: The Rise of Skywalker” — John Williams, composer

Melhor música escrita para mídia visual
“Beautiful Ghosts [From Cats]” — Andrew Lloyd Webber & Taylor Swift, songwriters (Taylor Swift)
“Carried Me With You [From Onward]” — Brandi Carlile, Phil Hanseroth & Tim Hanseroth, songwriters (Brandi Carlile)
“Into the Unknown [From Frozen 2]” — Kristen Anderson-Lopez & Robert Lopez, songwriters (Idina Menzel & Aurora)
“No Time to Die [From No Time To Die]” — Billie Eilish O’Connell & Finneas Baird O’Connell, songwriters (Billie Eilish)
“Stand Up [From Harriet]” Joshuah Brian Campbell & Cynthia Erivo, songwriters (Cynthia Erivo)

Melhor videoclipe
“Brown Skin Girl” — Beyoncé — Beyoncé Knowles-Carter & Jenn Nkiru, Video Directors; Lauren Baker, Astrid Edwards, Nathan Scherrer & Erinn Williams, Video Producers
“Life Is Good” — Future Featuring Drake — Julien Christian Lutz, Video Director; Harv Glazer, Video Producer
“Lockdown” — Anderson .Paak — Dave Meyers, Video Director; Nathan Scherrer, Video Producer
“Adore You” — Harry Styles — Dave Meyers, Video Director; Nathan Scherrer, Video Producer
“Goliath” — Woodkid — Yoann Lemoine, video director

Melhor filme musical
“Beastie Boys Story” — Beastie Boys — Spike Jonze, video director; Amanda Adelson, Jason Baum & Spike Jonze, video producers
“Black Is King” — Beyoncé
“We Are Freestyle Love Supreme” — Freestyle Love Supreme — Andrew Fried, Video Director; Andrew Fried, Jill Furman, Thomas Kail, Lin-Manuel Miranda, Sarina Roma, Jenny Steingart & Jon Steingart, video producers
“Linda Ronstadt: The Sound Of My Voice” — Linda Ronstadt — Rob Epstein & Jeffrey Friedman, video directors; Michele Farinola & James Keach, video producers
“That Little Ol’ Band From Texas” — ZZ Top — Sam Dunn, video director; Scot McFadyen, video producer

Melhor performance R&B
“Lightning & Thunder” — Jhené Aiko Featuring John Legend
“Black Parade” — Beyoncé
“All I Need” — Jacob Collier Featuring Mahalia & Ty Dolla $Ign
“Goat Head” — Brittany Howard
“See Me” — Emily King

Melhor performance tradicional R&B
“Sit On Down” — The Baylor Project Featuring Jean Baylor & Marcus Baylor
“Wonder What She Thinks of Me” — Chloe X Halle
“Let Me Go” — Mykal Kilgore
“Anything for You” — Ledisi
“Distance” — Yebba

Melhor música R&B
“Better Than I Imagine” — Robert Glasper, Meshell Ndegeocello & Gabriella Wilson, songwriters (Robert Glasper Featuring H.E.R. & Meshell Ndegeocello)
“Black Parade” — Denisia Andrews, Beyoncé, Stephen Bray, Shawn Carter, Brittany Coney, Derek James Dixie, Akil King, Kim “Kaydence” Krysiuk & Rickie “Caso” Tice, songwriters (Beyoncé)
“Collide” — Sam Barsh, Stacey Barthe, Sonyae Elise, Olu Fann, Akil King, Josh Lopez, Kaveh Rastegar & Benedetto Rotondi, songwriters (Tiana Major9 & Earthgang)
“Do It” — Chloe Bailey, Halle Bailey, Anton Kuhl, Victoria Monét, Scott Storch & Vincent Van Den Ende, songwriters (Chloe X Halle)
“Slow Down” — Nasri Atweh, Badriia Bourelly, Skip Marley, Ryan Williamson & Gabriella Wilson, songwriters (Skip Marley & H.E.R.)

Melhor álbum progressivo R&B
“Chilombo” — Jhené Aiko
“Ungodly Hour” — Chloe X Halle
“Free Nationals” — Free Nationals
“F*** Yo Feelings” — Robert Glasper
“It Is What It Is” — Thundercat

Melhor álbum R&B
“Happy 2 Be Here” — Ant Clemons
“Take Time” — Giveon
“To Feel Love/D” — Luke James
“Bigger Love” — John Legend
“All Rise” — Gregory Porter

Melhor performance de Rap
“Deep Reverence” — Big Sean Featuring Nipsey Hussle
“Bop” — Dababy
“What’s Poppin” — Jack Harlow
“The Bigger Picture” — Lil Baby
“Savage” — Megan Thee Stallion Featuring Beyoncé
“Dior” — Pop Smoke

Melhor performance melódica de rap
“Rockstar” — DaBaby Featuring Roddy Ricch
“Laugh Now, Cry Later” — Drake Featuring Lil Durk
“Lockdown” — Anderson Paak
“The Box” — Roddy Ricch
“Highest in the Room” — Travis Scott

Melhor música de rap
“The Bigger Picture” — Dominique Jones, Noah Pettigrew & Rai’shaun Williams, Songwriters (Lil Baby)
“The Box” — Samuel Gloade & Rodrick Moore, Songwriters (Roddy Ricch)
“Laugh Now, Cry Later” — Durk Banks, Rogét Chahayed, Aubrey Graham, Daveon Jackson, Ron Latour & Ryan Martinez, Songwriters (Drake Featuring Lil Durk)
“Rockstar” — Jonathan Lyndale Kirk, Ross Joseph Portaro Iv & Rodrick Moore, Songwriters (DaBaby Featuring Roddy Ricch)
“Savage” — Beyoncé, Shawn Carter, Brittany Hazzard, Derrick Milano, Terius Nash, Megan Pete, Bobby Session Jr., Jordan Kyle Lanier Thorpe & Anthony White, songwriters (Megan Thee Stallion Featuring Beyoncé)

Entretenimento

Poderosa, sensual e empoderada! Danna Paola lança clipe icônico para “Calla Tú”

Published

on

Poderosa, sensual e empoderada! Danna Paola lança clipe para "Calla Tú"
Reprodução/ Youtube

Danna Paola surpreendeu a todos ao liberar seu mais novo álbum pela manhã desta quinta-feira (14). K.O.” está disponível em plataformas de streaming para música, com onze faixas, incluindo “Friend De Semana”  (com Luísa Sonza e Aitana) e “No Bailes Sola” (com Sebastian Yatra), que já haviam sido lançadas posteriormente. Na tarde desta sexta-feira (15), ela ainda nos presenteou com um clipe para a canção “Calla Tú”, que já vem sendo uma das favoritas do público.

Danna desperta seu lado raivoso em um clipe super sensual e empoderado,na presença de outras garotas. No final do vídeo, ela ainda faz uma crítica bastante pertinente ao juntar várias palavras como “inútil, louca, imbecil e idiota” em uma frase maior que mostra muito de um conceito de amor que não é certo, “Te amo”.

Assista:

Veja a repercussão na web:

“Calla Tú”, Amor Ordinario”, “Bajo Cero”, “Justified” e “T.A.C.O.” são faixas inéditas que falam sobre paixão, fim de relacionamento e empoderamento. Além desse cenário sobre começo e fim de romance, Danna traz um contexto de isolamento social em suas canções, fazendo com que os fãs se identifiquem ainda mais com as letras.

Esse é o segundo disco da carreira de Danna Paola desde que ficou mundialmente conhecida pela interpretação de Lucrecia em “Elite”, produção espanhola da Netflix. Em 2020 a mexicana já havia lançado a versão deluxe de seu EP “Sie7e+”, bem como o EP “Friend de Semana“, que trouxe seis singles repletos de parcerias famosas. Além da música-título (com Luísa Sonza e Aitana), fizeram parte Me, Myself (com MIKA), No Bailes Sola (com Sebastian Yatra), TQ Y YA, Sola e Contigo.

Escute K.O.!

 

Continue Reading

Entretenimento

Phoebe Dynevor, de “Bridgerton”, revela que teve que assistir a série com os avós; entenda

Published

on

Phoebe Dynevor, de "Bridgerton", revela que teve que assistir a série com os avós; entenda
Reprodução/ Netflix

Não é novidade para ninguém que Bridgerton, nova série da Netflix produzida por Shonda Rhimes, é um tremendo sucesso. A primeira temporada estreou na plataforma no dia 25 de dezembro e conta a história de uma família da elite londrina, dando destaque para a filha mais velha, Daphne Bridgerton, que se envolve com o famoso Duque de Hastings, Simon Basset.

Mesmo se você ainda não tiver assistido, já deve ter ouvido falar de algo sobre as (muitas) cenas quentes e sensuais da série, que são protagonizadas principalmente por Simon e Daphne. Phoebe Dynevor, responsável por interpretar a bridgerton mais velha, já revelou como se sentiu gravando essas cenas. Você confere tudo clicando aqui. Agora, ao aparecer no programa de Drew Barrymore, ela contou como foi ver essas cenas com os avós.

E a resposta é: não foi. Phoebe revelou que assistiu junto dos familiares para poder pular todas as cenas picantes. “Eu fiz isso mesmo achando muito difícil assistir a mim mesma, porque tinha que fazer isso se eles fossem assistir. Eu tive que ficar lá com o controle remoto pronto a qualquer momento para avançar rapidamente para que eles não vissem nenhuma das coisas que eu não queria que eles vissem. Nós superamos isso“, afirma.

Ela aproveitou ainda para falar sobre a recepção dos fãs dos livros de Julia Quinn, que inspiraram a produção da série:

“Acho que estávamos muito empolgados com os fãs dos livros sendo capazes de assistir a série e é sobre isso que eu estava pensando o tempo todo, tipo, ‘Oh Deus, nós temos uma base de fãs de Bridgerton que ama os livros’ e o fato de ter falado para um público tão amplo e de termos trazido tantas pessoas a este mundo empolgante, é uma loucura, e  saber que proporcionamos alegria às pessoas neste momento realmente estranho.”

Fofa, né?

Continue Reading

Entretenimento

Zé Felipe e Virgínia divulgam primeiras imagens do rosto da filha em ultrassom: “Nossa Maria Alice”

Published

on

Após chá revelação, Zé Felipe se declara para Virginia Fonseca: "Tudo o que sempre sonhei"
Reprodução/ Instagram

Zé Felipe e Virgínia são um casal muito fofo e podemos provar! Na noite da última quinta-feira (14), os pombinhos compartilharam o primeiro registro do rosto da filhinha Maria Alice, que está quase entre nós. Ao postar a imagem, Virginia ainda falou sobre a filha ser parecida com o pai: “Nossa Maria Alice. Nariz e boca vocês já sabem de quem vai ser, né. Pelo menos diz a ginecologista que o tipo sanguíneo está com tudo para ser o meu. Pelo menos isso”.

Veja:

Zé Felipe também postou o ultrassom e se declarou para Maria Alice. “Meu maior presente. Te amo demais minha filha”, escreveu na legenda do Instagram. Vale lembrar que recentemente o cantor fez uma música em homenagem ao bebê. Na época, o casal ainda não sabia o sexo da filha.

“José ou Maria” é o nome da faixa, uma forma de falar da criança antes de saber o sexo. O cantor também liberou um clipe lindíssimo que encantou a web. “Uma música especial para um dos momentos mais importantes da minha vida”, escreveu Zé nas redes. Virginia complementou em seu Twitter: “Meu noivo é lindo, maravilhoso, perfeito! Fez uma música para o nosso nenê. Amo tanto”.

Assista ao clipe:

 

Continue Reading
Advertisement
Combinação de Nomes

Todos os nomes possuem significados e juntos formam uma combinação única!

Digite nos campos abaixo e descubra nos mínimos detalhes.

 
Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

Mais Lidos

Copyright © 2020 - Website produzido por Perfil.com Ltda. Uma parceria de conteúdo Perfil Brasil e Editora Alto Astral. Este site é parceiro do UOL Entretenimento.