Connect with us

Batalha

Entrevista com Fiuk: tudo sobre o visual novo e muito mais!

Entrevista com Fiuk: tudo sobre o visual novo e muito mais!

Published

on

tt – Você voltou a morar em São Paulo. Qual é a parte boa de ficar em casa?
Fiuk – Estar em casa de novo já é a parte boa, ter meus pais, a família, é muito bom.
tt – E do que você sente falta do Rio?
Fiuk – Sinto falta de acordar todo dia e ver aquela praia maravilhosa, aquele céu azul… Mas também, em um ano e meio que fiquei por lá, eu só fui à praia cinco vezes. Sendo que uma delas foi pra gravar.
tt – Parece que essa sua mudança de ares influenciou até no seu visual, no jeito de se vestir… Foi mesmo? O visual colorido ficou em Malhação?
Fiuk – Do visual colorido eu vivi tudo o que tinha pra viver na época de Malhação. Eu usava, o Bernardo, meu personagem, também usava muito colorido. Então, chegou um dia em que eu olhei no espelho e falei “Ave, Maria! Chega!”. E foi assim. Mas também não estou dizendo que agora só uso preto e branco, não. Se der vontade de usar colorido, vou usar. Mas não sou um arco-íris. Eu dei uma mesclada.
tt – Depois que você cortou o cabelo, foi tranquilo se adaptar ou rolou um susto no dia seguinte? Na hora de lavar, por exemplo…
Fiuk – Quando eu fico nervoso, eu sempre puxo o cabelo. Depois de cortar, não tinha mais o que puxar, isso foi estranho. Mas é muito legal porque esse cabelo agora marca uma nova fase. A fase de Malhação foi tão bacana, tão gostosa, mas não tem como levar pra sempre. Eu vivi tanto aquilo, foi tão legal, o cabelo, a roupa colorida… Mas tem que fechar uma porta pra abrir outra, é uma nova fase e é um novo mundo.
tt – Agora você também está com mais tempo pra se dedicar à banda, não?
Fiuk – Então, eu sou fissurado em música. Quero aproveitar pra me dar ao luxo de pegar uns três dias na semana pelo menos pra tocar como louco, estudar e amadurecer. Quero traduzir direito o que eu tenho guardado aqui dentro de mim.
tt – E o projeto solo? Vai ter mesmo?
Fiuk – Eba! No ano que vem ele chega. Acho que o single deve sair em março e tá numa pegada um pouco John Mayer, sabe? Não tô mais naquela de “um, dois, três, sai do chão”. Vou falar um pouco mais o que eu penso, quero amadurecer, quero aprender. É um desafio pra mim e eu adoro desafios. Quero crescer.

Fiuk

tt – É você mesmo quem está compondo tudo?
Fiuk – Sou eu mesmo, com um parceiro ou outro. Tem o Tito Vale, que é um deles. Foi meu primeiro professor de canto que, mais do que qualquer coisa, me ajudou muito. Principalmente no lado pessoal, ele tirou vários traumas meus, me fez crescer como pessoa e acabou virando meu melhor amigo. Ele faz aniversário no mesmo dia em que eu. A gente comemora nossos aniversários juntos.
tt – Lendo ou vendo as suas entrevistas, eu fico com a impressão de que você é um dos meninos mais bem-educados da música. Qual foi a maior lição que sua mãe e seu pai lhe passaram?
Fiuk – Todo mundo tem um lado bom e outro ruim. Mas meu pai é muito intenso e minha mãe também é. Eles têm os dois extremos, o lado bom e o ruim. Eu tive a chance de pegar o lado bom de cada um, dei uma mesclada. Mas ainda não peguei tudo, eu chego lá! O meu pai sempre me diz: “não beije a boca da ilusão”, isso me deixa muito com o pé no chão.
tt – E a sua marca, a N.G.C.H. For Fiuk, você palpita bastante na criação das peças?
Fiuk – Muito, muito, muito! Pô, eu encho o saco do designer! Mas isso é muito bacana, eu gosto de moda desde os 12 anos de idade, então, tenho prazer em desenvolver isso. Estar sempre junto, ver o que é legal, o que não é… (risos). Eu gosto!
tt – Você sempre chama suas fãs de “mores” no Twitter…
Fiuk – É, eu adoro! É o meu jeito.
tt – Hoje em dia o problema do bullying está muito em evidência. Você, por ser filho de famoso, já sofreu com isso?
Fiuk – Poxa, eu sofro até hoje com isso, sabia? Mas antes era bem mais pesado. Em todas as escolas por onde eu passei eu sofri bullying pesado, pesado mesmo.
tt – Como era?
Fiuk – Ah, os moleques não falavam comigo. Só a mulherada. Tinha o lado bom, né? (risos). Mas eu ficava bravo porque eu não tinha amigo. Então, eu chegava nas escolas e era aquela loucura nos primeiros quatro meses de ninguém falar comigo, todo mundo me zoava, jogava papel na minha cabeça, tentava me passar rasteira na cantina. Era uma loucura.
tt – E pra superar isso?
Fiuk – Acho que eu superei isso meio que inconscientemente. Eu queria sempre fazer tanto para os outros me aceitarem que chegou uma hora… Na moral? Eu pensei: deixa eu olhar mais pra mim, fazer o que eu gosto, que se dane o mundo, eu quero ser feliz!
tt – Você vai ser “o” cara na festa de quinze anos da todateen, o Estrela Teen 2010. O que mais marcou você nessa idade?
Fiuk – Quem marcou meus quinze anos foi o Blink-182. Total! Nem musicalmente falando, que todo mundo ali é meio doido, só o Travis, o batera, toca pra caramba, é sensacional. Minha mãe sempre escutou rock mais pesado e esse som nunca me interessou tanto, porque era uma coisa tão séria, tão poser, tão argh… Não me atraía nem um pouco. Aí, uma vez eu vi o Blink, eu estava com um amigo meu, o primeiro batera da banda que eu tinha. Eu olhei e falei: “como assim, cara?”. Eles contando piada um da mãe do outro no palco, falando “fuck you” e essas coisas. Foi aí que eu me liguei: “é tão gostoso assim tocar, é bom desse jeito?”. Eu comecei a tocar as músicas dele, eu me vestia igualzinho ao Tom, queria ser aquele guitarrista, fazia tudo igual, a pose, o jeito de pegar a guitarra…
Texto e entrevista: Mariana Scherma 
Fotos: Luciano Munhoz/colaborador 

Advertisement
83 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Batalha

Harry Styles: 10 anos da evolução do estilo do muso

Veja como o ex-One Direction mudou com o passar dos anos!

Published

on

Harry Styles: 10 anos da evolução do estilo do muso
Getty Images | Rawpixel

Quando o One Direction surgiu, todos os meninos da boyband tinham um visual diferente do que eles têm hoje. Harry Styles é um dos que mais mudou nesse sentido, tanto no jeito de se vestir, quanto no corte de cabelo. Mas, claro que ele continua um gato! Para você relembrar o que mudou ao passar dos anos, vamos te mostrar a evolução no estilo de Harry Styles!

Confira!

2010

Esse era o Harry lá em 2010! Vocês lembram dessa fase? Ele tinha o cabelo mais curtinho, enrolado e apostava em looks bem despojados (polo, jeans e tênis) para o dia a dia e usava ternos/blazers para premiações e eventos.

2011

Harry suuuperfofo! Nessa época, que a 1D já bombava muuito, o fofo apostava em camisetas divertidas, bastante moletom e blazers coloridos nas apresentações. Sdds <3

2012

Em 2012, Harry já começou a mudar um pouco seu estilo: o cabelo mudou (mais liso e penteado na lateral) e, apesar de ainda adorar o tênis e jeans, começou a usar sapatos e camisas diferentes.

2013

Aqui já vemos uma mudança maior: o cabelo (de novo!) beeem diferente do ano anterior e apostas mais ousadas nos looks. Podemos perceber que ele ficou mais ligado nas trends da moda, até animal print ele começou a usar! E blazer é uma das peças preferidas do boy para o frio!

2014

Harry continuou seu amor pela calça preta e novas apostas: terno de risca de giz vermelho, camisa larguinha, colares, chapéu… Lindo, né? <3

2015

O cantor continuou brilhando com looks cada vez mais criativos e diferentes, fugindo do convencional. Seu cabelo mais compridinho tá ó, demais, e a cada dia que passa ele fica melhor, vocês não acham?

2016 e 2017

Camisa estampada com os primeiros botões abertos, botinha marrom de cano curto, óculos de sol, camisa por cima de camiseta básica e chapéu foram algumas das peças preferidas dele.

2018

O cara continuou apostando nos conjuntinhos de terno com estampa da marca Gucci para seus shows e apresentações em vários programas. Agora é tipo a marca registrada dele!

E aí, de qual fase do estilo de Harry Styles você gosta mais? 🙂

Continue Reading

Batalha

Batalha Katy Perry: qual é a melhor música da era “Teenage Dream”?

Published

on

Batalha Katy Perry: qual é a melhor música da era "Teenage Dream"?
Divulgação

Grávida e plena, Katy Perry acaba de adentrar à era Smile. Mas antes disso, foram mil e uma outras fases que a cantora passou, desde sua estreia com a icônica I Kissed a Gilr.

E como uma das nossas eras favoritas da musa é Teenage Dream, bolamos uma batalha: qual é a melhor música do terceiro álbum de Katy?

Vota na sua favorita!

Aproveite e assista ao mais novo clipe da artista!

Continue Reading

Batalha

Conheça Pyong Lee, o youtuber mestre da hipnose que conquistou o BBB 20

Coreano faz sucesso com truques de mágica e hipnose

Published

on

Conheça Pyong Lee, o youtuber mestre da hipnose que conquistou o BBB 20
Divulgação

Um dos participantes queridinhos do BBB 20, Pyong Lee tem uma longa trajetória antes do reality – afinal, ele está no Camarote, né? Vem que a gente te conta mais!

Pyong Lee é um youtuber coreano mestre em mágicas e hipnose. Com 27 anos, Pyong é formado em Direito e trabalha como mágico profissional. Trabalhou em emissoras de TV, como o SBT por exemplo, antes de começar no Youtube.

Pyong Lee mostrou que sabe a coreografia de Pesadão, da IZA!
Teste: qual famosa do BBB 20 você seria?
+ BBB: Vem conferir as melhores provas da história do reality

Em seu canal já passaram vários youtubers, como João Guilherme, Kéfera, Vii Tube, Julio Cocielo, Christian Figueiredo, entre outros.

Seu canal tem mais de 7 milhões de inscritos! Por lá, rolam vários vídeos engraçados de hipnose. Como este com a Maisa, por exemplo:

E este com a Gretchen!

E você, miga? Tá gostando da participação de Pyong no Big Brother Brasil?

Continue Reading
Advertisement
Combinação de Nomes

Todos os nomes possuem significados e juntos formam uma combinação única!

Digite nos campos abaixo e descubra nos mínimos detalhes.

 
Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

Mais Lidos

Copyright © 2020 - Website produzido por Perfil.com Ltda. Uma parceria de conteúdo Perfil Brasil e Editora Alto Astral. Este site é parceiro do UOL Entretenimento.