Fale conosco

O que vc está procurando?

TodaTeen

Entretenimento

Entrevista: Maurício Gomyde, autor de “O Mundo de Vidro”

Confira como foi o bate-papo da tt com o autor!

Maurício Gomyde
Maurício Gomyde Foto: Divulgação

Maurício Gomyde

Maurício Gomyde Foto: Divulgação

Os mais diversos sentimentos humanos são retratados com maestria pelo autor brasileiro Maurício Gomyde. Superligado em música, adora criar trilhas sonoras para seus livros e não mede esforços na hora de divulgar suas obras.

Ele faz parte do grupo de autores nacional que vem para fortalecer o cenário e provar que, sim, livros escritos por brasileiros são tão bons quanto livros de autores internacionais.

Se você curte saber mais sobre como surgem as ideias dos seus autores favoritos, fique ligada na nossa área de entrevistas: sempre tem algo novo por lá!

Agora, confira nosso bate-papo com o autor Maurício Gomyde:

tt: Como é o seu processo criativo? Como surgem as ideias para seus livros?
Maurício: Acho que nunca parei para definir um procedimento específico para minha maneira de escrever. Como todo escritor, tento ao máximo ficar com a antena ligada, e eventos aparentemente sem qualquer charme acabam virando trechos, capítulos, ideias rascunhadas para futuras utilizações. Mas nos meus cinco livros até aqui não consigo parar e determinar uma forma única. Sento em frente ao computador, coloco as músicas que supostamente entrarão na trilha sonora e deixo as ideias fluírem.

tt: Seus livros têm uma carga emocional muito forte. Alguma das histórias retratadas foi inspirada em um evento real?
Maurício: Eu não conseguiria escrever sobre aquilo que não tivesse algum tipo de envolvimento. E alguns eventos são transcrições literais de situações que vivi, sim. Gosto da ideia de carregar nas emoções, porque o leitor, quando compra um livro, busca a emoção que a história pode proporcionar. Se o leitor fecha um livro meu com a sensação de que andou em algo parecido com uma montanha-russa, então talvez eu o tenha conquistado.

tt: O que mudou desde o lançamento de seu primeiro romance?
Maurício: Meu primeiro romance, chamado “O Mundo de Vidro”, tinha um quê de caótico. Eu não conhecia técnicas de escrita criativa, então acho que ele foi bem visceral. Hoje eu não escreveria um livro tão cru, mas acho que ele tem seu estilo justamente por ter sido “regurgitado”, sem pensar demais. É um livro leve, engraçado, gostoso de ler. Hoje, eu planejo mais as histórias, penso mais em arco de personagem, em pontos de tensão e virada, essas coisas.

Livros Maurício Gomyde

Livros de Maurício Gomyde Foto: Divulgação

tt: Além de escrever, você também é músico. Se pudesse escolher apenas uma dessas atividades, qual seria e por que?
Maurício: Acho impossível dissociar as duas coisas, no meu caso. Talvez hoje, se eu estivesse com uma faca no pescoço e alguém me mandando escolher, eu escolheria a literatura… rs. Mas eu escrevo ouvindo música, crio trilha sonora para a história, pesquiso quais canções tocariam em determinadas cenas. Da mesma forma, continuo compondo canções, e escrever letra não deixa de ser uma forma de literatura. Gosto demais de entrelaçar as duas artes.

tt: Muitas pessoas comparam seu trabalho ao do americano Nicholas Sparks. Como você lida com isso?
Maurício: Acho bacana, não é algo que me incomode. Talvez esta comparação advenha do fato de sermos homens escrevendo romance romântico, mas já li livros dele e enxergo muitas diferenças na forma de escrever. Costumo colocar muitos diálogos, meus livros têm sempre a música perpassando as cenas e também aposto em personagens bem humorados e cenas com certa dose de humor. De qualquer forma, ele é um supercampeão de vendas, e a comparação me deixa lisonjeado.

tt: O que você está lendo atualmente?
Maurício: Estou numa fase muito forte dos novos livros nacionais. Há muitos autores excelentes aparecendo e que vale muito a pena conhecer. Thayane Gaspar, Tammy Luciano, Ricardo Valverde, Adriana Brazil, Vanessa de Cássia, Samanta Holtz, Ricardo Ragazzo, Lu Piras, Felipe Colbert e tantos outros, nossa! Atualmente, estou lendo “A Última Nota”, do Felipe e da Lu.

[saiba_mais]

tt: Qual livro não sai da sua cabeceira?
Maurício: Já que é para citar um que nunca sai, vou no “Story”, do Robert McKee. Esse eu sempre estou folheando.

tt: Indique um livro para as leitoras de todateen:
Maurício: Opa! Indicarei quatro: “O Mundo de Vidro”, “Ainda não te disse nada”, “O Rosto que Precede o Sonho” e “Dias Melhores pra Sempre”.

tt: Sua fanpage conta com mais de 17.000 likes. Como é o contato com o público? Você costuma responder a todos?
Maurício: Procuro responder todas as mensagens e comentários. Acho esta interação com os leitores fundamental para autores que, como eu, dependem muito da boa e sincera divulgação do trabalho. E eu gosto desse contato, de verdade. Recebo as críticas positivas e negativas, argumento, agradeço, considero, sofro. Assim vou trilhando meu caminho de forma mais sólida.

tt: Uma dica para quem está começando…
Maurício: Se for para ser só uma dica, eu digo: Escreva todos os dias!

tt: Quais são os seus planos? O que podemos esperar em seus próximos projetos?
Maurício: Só posso dizer que muita coisa boa vai acontecer em 2014. Infelizmente não posso divulgar ainda, mas prometo que os leitores da todateen saberão em primeira mão… 🙂

2 Comentário(s)

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

Combinação de Nomes

Todos os nomes possuem significados e juntos formam uma combinação única!

Digite nos campos abaixo e descubra nos mínimos detalhes.