Fale conosco

O que vc está procurando?

TodaTeen

Entretenimento

Vlogger de 13 anos cria série para falar sobre heróis negros brasileiros. Conheça Ph Côrtes!

“Sou um jovem negro, e me aborrece a desigualdade social e racial, além de ficar irritado por não ouvir na escola a história das pessoas negras importantes para a história do nosso país”, conta PH

Vlogger de 13 anos cria série para falar sobre heróis negros brasileiros. Conheça PH Côrtes!

“Você vive no Brasil? É jovem? É negro? Vive em favelas ou bairros periféricos? Sim, eu queria ser mais delicado ao dizer isso, mas você tem 25 vezes mais chance de ser assassinado do que jovens brancos brasileiros!”. Foi assim que Pedro Henrique Côrtes, mais conhecido como Ph Côrtes, abriu um dos seus vídeos para protestar contra a morte de cinco jovens negros no Rio de Janeiro (entenda o caso e a repercussão nas redes sociais com a hashtag #seráqueéracismo!).

Vlogger de 13 anos cria série para falar sobre heróis negros brasileiros. Conheça PH Côrtes!

Foto: Divulgação/PH Cortês

[saiba_mais] Com apenas 13 anos, Ph, incentivado por sua família, decidiu abordar temas mais sérios no seu canal no YouTube: no começo, os vídeos eram feitos apenas para diversão, mas agora Ph utiliza seus vídeos para falar sobre empoderamento negro! Nele, Côrtes fala sobre seus heróis negros brasileiros, racismo, homossexualidade e outros assuntos. Ficou curioso e quer conhecer o querido PH Côrtes? Então confira o papo que tivemos com o Ph na íntegra!

tt: O que te motivou a criar um canal no YouTube? 

Ph: “Faço vídeos desde os 10 anos e brincava de editar no movie maker! Aí, minha mãe deixou que eu criasse um canal para continuar com minhas viagens. É engraçado falar sobre isso, porque tem até um vídeo meu em que falo que criei o canal pra ficar famoso (risos).  Nada a ver! Depois de um tempo fazendo vídeos, vi que era o que eu curtia e fazia porque eu gostava!”

tt:  Você escolhe os temas dos vídeos?

Ph: “Sou um consumidor do YouTube, então sempre estou assistindo vídeo. Quando busco algo que não tem, aí faço!”

tt: De uns tempos pra cá, você tem tratado de assuntos mais sérios nos vídeos, como a questão do racismo, da homossexualidade. Você pretende focar seus vídeos nesses temas importantes ou vai mesclar com outros mais descontraídos? 

Ph: “Em casa, conversamos sobre tudo! E, realmente, todo assunto que tenha a ver com preconcepções me incomodam. Uma vez ouvi um YouTuber falar que temos que fazer o que gostamos e o que tem a ver conosco. Sou um jovem negro, e me aborrece a desigualdade social e racial, além de ficar irritado por não ouvir na escola a história das pessoas negras importantes para a história do nosso país.  Porém, tenho outros quadros, ‘Teorias do PH’, que aborda temas sobre desenhos que curto e ‘Pergunte ao PH’, que é uma forma de interação com os seguidores do canal.”

tt: O que o motivou a fazer a série “meus heróis negros brasileiros”?

Ph: “Três fatores foram determinantes para que eu fizesse esse quadro: 1. O assunto em casa amplamente discutido e pontuado, principalmente agora que estou na adolescência; 2. Alguns trabalhos na escola sobre racismo, que ressaltaram os líderes negros internacionais: Mandela e Luther King; 3. Meu presente de Dia Das Crianças, que foi ir a Peça “O Topo da Montanha”, com Lázaro Ramos e Tais Araújo. Fiquei muito tocado com a história, e, no dia seguinte, pedi para minha mãe que meu presente de Natal fosse as biografias de Mandela, Luther King, e Malcolm X. Ela se comprometeu a me dar, com uma condição: de que eu fosse atrás dos nossos heróis negros brasileiros. Foi aí que mergulhei num mar de heróis, e imediatamente anunciei à minha família que faria esse quadro, pois, assim, além de conhecê-los, compartilharia com outras pessoas essas descobertas. O quadro Meus Heróis Negros é uma forma de homenagear e informar as crianças e adolescentes seja ele branco, ou negro, de que essas pessoas existiram e foram relevantes para a construção da história do nosso país!”

 

tt: Quais outros heróis serão temas dos próximos vídeos? 

Ph: “Está no cronograma os heróis: Francisco José do Nascimento, Cruz e Souza, Besouro de Mangangá e Chico Rei. Porém, como foi muito pedido pelos seguidores e como forma de agradecer os 2000 inscritos, farei o Luiz Gama antes de Francisco José, pois é um herói que está sendo muito solicitado.”

tt: Quais vloggers te inspiram? 

Ph: “Jairo Pereira, dos canais Alpiste de Gente e Diário Negro, e Felipe Castanhari, do canal Nostalgia.”

tt: Você acredita que há espaço para os adolescentes curtirem vídeos com temas mais “sérios”?

Ph: “Claro que tem espaço! O adolescente só precisa só de apoio familiar. Às vezes o adolescente está com a ideia, precisa compartilhar com alguém que confia, não consegue porque acham que é bobagem, aí ele se frustra e acaba não fazendo. Se você está com vontade de fazer algo, tem que fazer! E, se não conseguir conversar em casa sobre o assunto, fale com um professor ou alguém que possa te dar um primeiro apoio.

tt: Como os vídeos têm sido recebidos entre seus colegas e outros jovens que você conheceu na internet? 

Ph: “Meus amigos receberam muito bem, acharam que dei um norte ao canal muito legal! Tenho um amigo em particular que também tem canal, que refletiu e também começará abordar assuntos mais sérios!”

tt: Você falou bastante do apoio da sua família e ficamos curiosos… seus pais são envolvidos em algum movimento social? Foi muito legal a proposta que sua mãe fez!

Ph: “Não, ninguém pertence a movimento social algum! Meus pais são separados, mas cresci vendo todo mundo junto. Minha mãe, que hoje é dona de casa, foi executiva do mercado de Call Center. É uma mulher que fala sobre qualquer assunto. Sempre preocupada a não sermos vazios, tem um olhar generoso para o outro e sempre ressaltou o quanto tenho mais oportunidades do que outros garotos negros da mesma idade. É uma líder admirada! Sabe aquela pessoa que todo mundo quer conhecer? É ela! Ela é uma mulher ligada às artes, ao campo, aos livros… Então, sempre nos levou a curtir isso, desde muito pequenos. E, por ser assim, é muito sensível, é uma mulher negra, forte e respeitada, nos leva para os eventos culturais da comunidade negra e fala de tudo que acontece no mundo, política, moda e o racismo, que é um assunto muito conversado em casa. Somos uma família negra!”

phcortes

Já virou fã de carteirinha do Ph Côrtes, assim como a gente? Então acompanhe o garoto nas redes sociais:

Instagram: @cortesph
Twitter: @euphcortes
Facebook: PhCortes
YouTube: PhCortes

Texto: Isabela Giordan / Entrevista: Julia Dantas

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

Combinação de Nomes

Todos os nomes possuem significados e juntos formam uma combinação única!

Digite nos campos abaixo e descubra nos mínimos detalhes.