Entrevista com Rainbow Rowell, autora de Eleanor & Park

Confira o bate-papo da todateen com a autora!

Rainbow Rowell
FOTO: Divulgação

Se nunca leu, provavelmente você já deve ter ouvido falar de algum dos livros escritos por Rainbow: Eleanor & Park (que em breve será adaptado para os cinemas!) e Fangirl são sucessos por onde passam e conquistam legiões de fãs!

Conversamos com autora que em breve lança mais um sucesso no Brasil, pela Editora Novo Século: “Anexos” está chegando e promete emocionar os leitores e fãs da americana!

Confira nosso bate-papo:

Rainbow Rowell

FOTO: Divulgação

tt: Como surgiu o seu envolvimento com os livros? Como começou a escrever seu primeiro romance?
Rainbow: Meu primeiro romance, Attachments, com certeza foi um experimento. Eu estava trabalhando em um jornal e queria ver se conseguia escrever um livro. Com Eleanor & Park e Fangirl, eu sabia que conseguiria, e eu estava viciada na sensação de escrever ficção. É um esforço criativo muito puro – criar um mundo inteiro dentro de sua própria cabeça.

tt: Como surgiu a ideia de Eleanor & Park? E de Fangirl?
Rainbow: Eleanor & Park foi inspirado em minha própria adolescência, em meus amigos e meu bairro. Com Fangirl, eu estava lendo muitas fan-fictions de Harry Potter, e comecei a pensar como a minha adolescência teria sido diferente se eu tivesse tido acesso à Internet e ao mundo do fandom. Eu acho que teria me sentido muito menos sozinha.

tt: O que os leitores podem esperar de Landline (que chegará ao Brasil em breve!)?
Rainbow: Landline é diferente porque é sobre adultos – adultos casados. Mas ainda se parece muito com os meus outros livros. Muitas conversas, muitas brincadeiras. Com uma história de amor bem no centro de tudo. Acho que é o meu livro mais dramático – há muita coisa em jogo para Georgie, minha personagem principal. Mas também é o mais engraçado.

tt: Em Eleanor & Park, você aborda temas importantes como xenofobia e dificuldades familiares. Para você, qual é o papel social que os autores devem exercer?
Rainbow: Minha responsabilidade como autora é contar uma boa história. Mas a minha responsabilidade como pessoa é fazer o que eu puder para tornar o mundo mais amável e justo. Portanto, espero que isso venha através do meu trabalho.

tt: Seus personagens masculinos são apaixonantes. Você se inspira em alguém da “vida real” para criá-los?
Rainbow: Obrigada. Eu acho que sou inspirada por todos os homens da minha vida – meu marido, meus irmãos, meu padrasto, meus amigos. Eles são caras sensíveis que acreditam no amor.

tt: Quais são suas fontes de inspiração?
Rainbow: Eu encontro inspiração em minha própria vida. Meus livros geralmente acabam sendo sobre algo que eu estou passando na minha vida – mesmo parecendo que os personagens estão passando por algo completamente diferente.

tt: Os direitos de Eleanor & Park foram comprados e, em breve, veremos essa história no cinema. Quais atores seriam perfeitos para interpretar os personagens principais?
Rainbow: Não consigo pensar em nenhum! Eleanor e Park não são os tipos de personagens que costumamos ver em filmes. Por isso, é difícil pensar em uma atriz ruiva e gordinha ou um jovem ator coreano. Espero que os dois papéis sejam interpretados por atores relativamente desconhecidos.

tt: Assim como Cath, você também é louca por fanfics? Quais você acompanha?
Rainbow: Eu sou! Eu leio fan-fictions de Harry Potter e Sherlock.

tt: Quais são seus projetos futuros? O que podemos esperar pela frente?
Rainbow: Estou trabalhando agora em um romance YA de fantasia. E depois será uma colaboração em um graphic novel com a premiada artista Faith Erin Hicks.

Bate-bola com Rainbow

Livro favorito: Lugar Nenhum, de Neil Gaiman
Autores favoritos: Neil Gaiman, Marian Keyes, Sarah Waters
Livro YA favorito: Os Magos, de Lev Grossman
O que você está lendo atualmente? Estranha Presença, de Sarah Waters


Entrevista: Melissa Marques
Tradução: Thaís Tardivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *