Connect with us

Celebs

Estamos apaixonadas por essa apresentação intimista de Zara Larsson e Sabrina Carpenter da música “WOW” – vem ver!

Published

on

Estamos apaixonadas por essa apresentação intimista de Zara Larsson e Sabrina Carpenter da música "WOW" - vem ver!
Rawpixel/Reprodução

Já somos rendidas pela música WOW, de Zara Larsson e Sabrina Carpenter, mas conseguimos ficar ainda mais apaixonadas! Depois de terem lançado o clipe com a versão remixada da faixa, as meninas nos deram mais um presente. As duas apresentaram, na noite da última quinta-feira (8), uma versão super intimista do remix e mostraram muito talento na apresentação à distância para o The Kelly Clarkson Show.

Dá só uma olhada:

Celebs

Exclusiva: MC Soffia comenta processo criativo de “Empoderada” e a importância de se posicionar

Published

on

Entrevista: MC Soffia comenta processo criativo do single "Empoderada" e fala sobre a importância de se posicionar
Rawpixel/Reprodução

MC Soffia tem apenas 16 anos e já está revolucionando o rap brasileiro. Conhecida pelas letras de suas canções, a jovem explicita diversas desigualdades sociais, falando sobre preconceito, racismo e machismo, além de incentivar outras garotas a se amarem e se respeitarem. Em um bate papo com a todateen, a cantora falou um pouco mais sobre sua relação com a música, comentou como foi o processo criativo de seu mais recente single, Empoderada, e ainda revelou seus próximos passos.

+ Fletcher revela três curiosidades que ninguém sabe sobre ela!

Desde os seis anos Soffia é envolvida com a música, que entrou em contato com este universo após participar do projeto O Futuro do Hip Hop, onde reunia crianças interessadas pelos elementos do hip hop. “Quando eu vi que as pessoas estavam me reconhecendo e vindo falar comigo dizendo ‘eu comecei a me aceitar por conta da suas músicas’ ou quando professoras falam que tinham mostrado as minhas músicas para os seus alunos. E foi aí que eu comecei.”, contou.

No entanto, neste cenário artístico, além de ser jovem, a cantora também encontrou alguns desafios por ser mulher e negra. “A gente tá sempre lutando para que possamos estar sempre combatendo essas dificuldades. Como nós nascemos em uma sociedade que é machista, racista, homofóbica e preconceituosa, a gente tem que estar sempre lutando para que tenhamos força pra viver.”, falou.

“O racismo mata. O machismo mata. A homofobia mata. Então temos que ter forças para viver. E cada um com seu método a gente vai lutando”.

Na sociedade em que vivemos, diversas cantoras, não apenas no hip hop, mas em todos os ritmos, são invisibilizadas. “O modo que eu encontrei de lutar contra o racismo é na minhas músicas.”, contou, enfatizando que desanimar não é do seu feitio. “A gente nunca pode desanimar porque é isso que eles querem. Eles querem a nossa fragilidade, eles querem a nossa tristeza, querem acabar com a gente e com o nosso psicológico.”, falou.

“A gente tem que encontrar um modo de lutar contra essa tristeza. Então a gente tá sofrendo racismo, não vamos só falar das nossas dores, mas vamos falar também das nossas vitórias.”

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por MC Soffia (@mcsoffia) em

No início de outubro MC Soffia lançou a faixa Empoderada, junto de um videoclipe elaborado com uma pegada futurística. “Eu tinha escrito uma música que o nome era ‘Feminista’. Aí eu pensei em fazer uma música de empoderamento, antes até do movimento Black Lives Matter. E aí surgiu a Empoderada, que veio junto com a ideia de falar com as coisas que estavam acontecendo no mundo.”, falou ela.

+ “Alice Júnior”: filme nacional com protagonista trans é uma metáfora perfeita de “Alice no país das maravilhas”

A rapper ainda relembrou o caso de Ludmilla, quando a cantora sofreu racismo durante o Prêmio Multishow de 2019, logo após vencer na categoria de Melhor Cantora. “Isso me comoveu. Eu pensei: ‘a gente tá conseguindo levantar uma preta pra ganhar um prêmio de melhor do ano – que é muito difícil – e as pessoas não querem ver a gente no poder e acabam xingando a gente’.”, relembrou ela. “E eu coloquei todas essas questões na minha letra e é uma música de militância total. Dá pra dançar, mas dá pro povo refletir também.”, brincou.

No clipe, vemos diversas referências afrofuturistas, com símbolos que colocam o corpo preto em destaque, junto com detalhes de avanço tecnológicos, ressaltando aspectos ancestrais. Na entrevista, Soffia contou que participou ativamente na produção do vídeo. “Eu gosto que tenha minha personalidade”, contou ela. Como foi gravado na quarentena, a artista também ressaltou que seguiu todos os protocolos de saúde indicados pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

“Eu quero passar uma mensagem que eu gostaria de ter ouvido”, falou Soffia sobre suas produções. “A falta de referências é muito triste. A gente não se vê representada, a gente não vê papéis em que as meninas negras são as principais, as bonitas e as que todo mundo gosta. Eu quis ser essa referência. Eu também tive apoio da minha família.”, disse.

“Se a gente não se posicionar, ninguém vai se posicionar por nós. Se a gente não lutar e não debater, se ninguém ver que estamos incomodados e se a gente não se impor, as pessoas que não estão sendo afetadas elas não vão ligar.”

 

Dentre os novos projetos, MC Soffia comentou como está sendo participar do programa Escuta Só!, revista digital idealizada por Valentina Schulz“Tá sendo maravilhoso. A outras meninas são maravilhosas, falam super bem.”, comentou ela. Lembrando que o projeto conta também com a participação de Fernanda Concon e Mary Chagas, além de convidados especiais. “Quanto mais meninas, pretas e não pretas, tiverem essa iniciativa de criarem coletivos de meninas pra inspirar, isso vai ser muito bem aceito.”, contou.

+ “A Todo Vapor”: Pamela Otero fala sobre sua personagem marcante na série e o estilo steam punk

E, para o futuro, ela já confirmou que tem música nova vindo por aí! “Esse ano eu vou fechar com mais duas músicas. Um feat e outra com o nome é ‘Papo Reto’.”, disse. Ainda comentou que 2021 promete: “Ano que vem também tem muita música nova, estilos de ritmos diferentes e pode vir feat internacional, então fiquem ligados!”, falou.

E já estamos ansiosas! Mas, enquanto esperamos as novidades, MC Soffia apresentará no próximo dia 31 de outubro, seu show de lançamento do single Empoderada. A transmissão acontecerá com exclusividade pela ShowlivrePlay, a partir das 20h. Os ingressos já estão à venda e podem ser adquiridos neste link.

Se você ainda não conferiu, dá só uma olhada no clipe de Empoderada:

Continue Reading

Celebs

“Clouds”: tudo o que já sabemos sobre o novo filme da Sabrina Carpenter no Disney+

Published

on

"Clouds": tudo o que já sabemos sobre o novo filme da Sabrina Carpenter no Disney+
Rawpixel/Disney+

Se você amou A Cinco Passos de Você, drama romântico protagonizado por Cole Sprouse e Haley Lu Richardson, é bem provável que o novo filme do Disney+, Clouds. Estrelado por Sabrina Carpenter e Fin Argus, muito provavelmente só vamos poder conferir quando o streaming chegar ao Brasil, no dia 17 de novembro.

Já estamos contando os dias para poder maratonar as novidades e, enquanto a gente ainda espera, a todateen separou para você tudo o que a gente já sabe sobre Clouds!

+ “Bridgertons”: tudo o que já sabemos sobre a produção da Netflix inspirada na série de livros da Julia Quinn

Vem ver!

enredo e trailer

Sabrina é uma artista completa! Depois de mostrar seu talento em Dançarina Imperfeita, original Netflix, a atriz promete arrasar na cantoria nesse próximo filme. Isso porque o enredo da história fala sobre a vida de Zach Sobiech (Fin), um adolescente apaixonado por música,que vive com osteossarcoma, um câncer ósseo raro. No início de seu último ano, ele está pronto para sair da escola e enfrentar o mundo, mas quando recebe a notícia de que a doença se espalhou, ele e sua melhor amiga e parceira de composições, Sammy (Sabrina), decidem passar o pouco tempo que ainda o resta para realizar seus sonhos.

Com a ajuda do mentor e professor de Zach, o Sr. Weaver (Lil Rel Howery), a dupla de amigos tem a chance de conseguir um contrato de gravação. Junto com o apoio de sua namorada, Amy (Madison Iseman) e seus pais, Rob e Laura (Tom Everett Scott e Neve Campbell), o jovem embarca em uma viagem inesquecível sobre amizade, amor e o poder da música. No teaser, vemos um pouco mais do romance entre Zach e Amy, e nos apaixonarmos ainda mais por esses dois, ao som de Wild Life do OneRepublic.

Preparando os lencinhos, check!

Dá só uma olhada:

baseado em uma história real

O roteiro do filme é baseado na vida real de Zach Sobiech, que morreu em 2013, junto com o livro de memórias Fly a Little Higher: How God Answered a Mom’s Small Prayer in a Big Way (Voe Um Pouco Mais Alto: Como Deus Atendeu As Pequenas Orações De Uma Mãe de Um Jeito Bem Grande, em tradução livre), escrito por Laura Sobiech, mãe do jovem.

Zach nasceu em Lakeland, Minnesota, nos Estados Unidos, em 1995. Ele tinha apenas 14 anos quando teve seu câncer diagnosticado, o que fez com que ele tivesse que realizar cirurgias e quimioterapia. Logo depois que ficou sabendo de sua doença, começou a escrever músicas e uma delas, denominada Clouds, viralizou.

A música fala sobre sua batalha contra a doença e ganhou uma grande ênfase da mídia, fazendo com que o vídeo, na época, atingisse a marca de 3 milhões de views (hoje já ultrapassa a marca das 14 milhões). A música virou um hit em vários países, incluindo Estados Unidos, Reino Unido, Canadá e França, aparecendo na lista da Billboard Hot 100 e alcançando #1 no iTunes.

A canção ficou tão conhecida que celebridades como Ashley Tisdale, Colbie Caillat, Anna Faris, Jason Mraz, Sara Bareilles, Jenna Fischer, The Lumineers, Rachel Bilson, Ed Helms e Phillip Phillips se juntaram para produzir um vídeo em homenageando Zach.

sensibilidade e emoção

Dirigido por Justin Baldoni e roteirizado por Kara Holden, Casey La Scala e Patrick Kopka, e com produção executiva de Steve Sarowitz e Wendy Williams, o filme promete nos emocionar – e muito. De acordo com o New York Times, embora a história seja extremamente comovente e, em partes, triste, o filme traz uma atmosfera descontraída junto de momentos dramáticos. Além disso, o site afirma que a trilha sonora é realmente incrível.

Chega logo, Disney+!

Continue Reading

Celebs

Após relatar estupro, Juliana Lohmann lança projeto para mulheres receberem apoio e compartilharem seus depoimentos

Published

on

Após relatar estupro, Juliana Lohmann lança projeto para vítimas receberem apoio judicial e psicológico
Rawpixel/Reprodução

Aviso de gatilho: o texto abaixo aborda assuntos sensíveis. Se você não estiver em um bom momento, deixe a matéria para depois. <3

A atriz Juliana Lohmann publicou, em julho deste ano, uma carta aberta na revista Cláudia relatando ter sido estuprada por um diretor quando tinha apenas 18 anos. Desde então, a atriz tem dado cada vez mais visibilidade para o assunto e agora vai lançar o projeto Mulher Manifesta, que reunirá em um site relatos de mulheres que passaram por situações semelhantes.

+ Campanha #OndeDoi traz relatos de abuso sexual nos consultórios médicos

Nesta sexta-feira (16), em entrevista à colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, Juliana falou um pouco mais sobre a iniciativa. “Entendi que seria muito importante que as mulheres tivessem vozes próprias, e não que uma tivesse voz por várias. Todo o processo que passei para escrever foi longo, durou um mês. Foi importante para que entrasse em contato com tudo o que vivi. Tive sonhos que me fizeram lembrar de coisas. É uma fase importante e desafiadora. E dolorida também”, falou.

“Ao mesmo tempo, senti que, através dessa escrita afetiva, coloquei para o mundo tudo aquilo. As mulheres, quando me procuraram, tinham essa intenção: em alguma medida, levar para alguém o que elas passaram, tirar das profundezas. Não só delas, mas da sociedade. Porque a violência doméstica está nas profundezas da sociedade. Ninguém fala sobre isso.”, disse.

O site será lançado em breve e contará com o auxílio de Marina Ruzi, advogada especializada em direito das mulheres, além de uma análise feita por um psicólogo. “Meu objetivo é que não só a mulher que escreve possa entrar em contato com a dor e conseguir uma voz libertadora, mas que outras sejam atingidas, se identifiquem e pensem em dar um primeiro passo para buscar ajuda. Além disso, é importante trazer para a esfera pública uma discussão do que acontece no âmbito particular. Para que as pessoas não achem que são casos isolados e percebam um sintoma claro da nossa sociedade machista.”, afirmou Juliana.

A artista ainda comentou sobre os diversos julgamentos que recebeu. “Já imaginava que muitas pessoas iam buscar argumentos para fragilizar meu relato, para fazer com que ele não tivesse valor. Mesmo quando a mulher levanta a voz, as tentativas de silenciamento não cessam. Iam falar que eu estava querendo aparecer. Ou: ‘Ela é atriz’. Claro que, quando acontece e você lê, causa uma tristeza, não só por mim, mas pela sociedade. Mas me surpreendi porque a maioria dos comentários foi de apoio. Eu estava super preparada para ser esmagada.”, disse.

Crimes como esse acontecem todos os dias. Segundo um levantamento feito pelo site G1, o Brasil teve um aumento de 7,3% nos casos de feminicídios em 2019. É necessário que, cada vez mais, falemos sobre o assunto para que possamos nos unir.

Se você passar por alguma situação de violência ou testemunhe uma, saiba que o canal 180 é a Central De Atendimento à Mulher. Confira também a lista que a todateen preparou com diversas formas gratuitas de encontrar apoio psicológico aqui.

Continue Reading
Advertisement
Combinação de Nomes

Todos os nomes possuem significados e juntos formam uma combinação única!

Digite nos campos abaixo e descubra nos mínimos detalhes.

 
Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

Mais Lidos

Copyright © 2020 - Website produzido por Perfil.com Ltda. Uma parceria de conteúdo Perfil Brasil e Editora Alto Astral. Este site é parceiro do UOL Entretenimento.