Connect with us

Comportamento

Não existe estupro culposo: entenda de uma vez a sentença do caso de Mariana Ferrer

Published

on

Não existe estupro culposo: entenda de uma vez a sentença do caso de estupro de Mariana Ferrer
Rawpixel

Aviso de gatilho: o texto abaixo aborda assuntos sensíveis. Se você não estiver em um bom momento, deixe a matéria para depois. <3

André de Camargo Aranha, acusado de estuprar a jovem catarinense Mariana Ferrer, de 23 anos, durante uma festa em 2018, voltou a ser motivo de revolta nas redes sociais. Isso porque, dois meses após o fim do julgamento do empresário, o site The Intercept divulgou uma série de imagens inéditas sobre o caso na última terça-feira (3).

André foi julgado inocente pois, segundo o promotor responsável do caso, Thiago Carriço de Oliveira, não teria como o empresário saber, durante a conjunção carnal (ato sexual), que a modelo não estava em condições de consentir a relação, não havendo portanto a “intenção de estuprar”. O juiz Rudson Marcos, 3ª Vara Criminal de Florianópolis, aceitou a argumentação e absolveu réu.

+ Gabriela Prioli se manifesta após mensagens de ódio por fala polêmica sobre caso Mariana Ferrer

No entanto, a revolta só continua. Como se já não bastasse, no vídeo divulgado pelo Intercept vemos Mariana sendo humilhada pelo advogado de defesa de Aranha – algo que, é necessário frisar, não deve nunca acontecer no processo civil, já que as perguntas e/ou se dirigir à testemunha é algo vedado. As questões devem, portanto, serem direcionadas ao juiz e este sim deverá gerir a discussão. O que não aconteceu.

+ Caso Mari Ferrer: Petição por justiça dispara e chega a 2,4 milhões de assinaturas

Na tentativa de reforçar a consensualidade do crime, a defesa do empresário exibiu, de maneira humilhante e desrespeitosa, cópias de fotos sensuais da jovem, enquanto trabalhava como modelo antes do ocorrido. O advogado Cláudio Gastão da Rosa Filho – um dos advogados mais caros de Santa Catarina que já representou Olavo de Carvalho (representante do conservadorismo no Brasil) e chegou a defender a ativista antiaborto Sara Winter quando ela foi presa pela Polícia Federal – analisou as imagens (que nada tinham a ver com o caso em questão) e as definiu como “ginecológicas”. Além de achar coerente afirmar que “jamais teria uma filha” do “nível” de Mariana e  repreender o choro da vítima durante a situação: “não adianta vir com esse teu choro dissimulado, falso e essa lábia de crocodilo”.

Durante o interrogatório, Mariana se pronunciou. “Excelentíssimo, eu tô implorando por respeito, nem os acusados de assassinato são tratados do jeito que estou sendo tratada, pelo amor de Deus, gente. O que é isso?”, fala. Em seguida, o juiz, Rudson Marcos – que quase não interferiu na situação –  avisa a jovem que vai parar a gravação para que ela possa se recompor e tomar água, pedindo para o advogado manter um “bom nível”.

+ Caso Mari Ferrer: Em votação unânime, Senado aprova voto de repúdio e senadora pedirá anulação da sentença

A repercussão do caso chocou mais uma vez e causou uma enorme revolta nas redes sociais, fazendo com que a hashtag #JustiçaPorMariFerrer voltasse aos trending topics do Twitter. Na internet, em razão da explicação do promotor ao argumentar de que não houve a intenção de estuprar, a expressão “estupro culposo” – que não foi utilizada no caso – viralizou como forma de manifestação e indignação.

Mas, afinal, existe mesmo na lei o crime de “estupro culposo”?

“Não. Em nossa legislação, o crime de estupro não é admitido em sua forma culposa (quando não há a intenção do resultado), mas apenas na forma dolosa, quando o agente quis o resultado ou assumiu o risco de produzi-lo.”, explica a advogada Marjory Hirata, formada na PUC/SP, produtora de conteúdo e administradora da página @socorrojuridico, no Instagram.

“Em regra, ninguém pode ser punido por crime cometido na modalidade culposa, a não ser quando a lei permite expressamente, o que não é o caso do estupro. O termo ‘estupro culposo’ foi cunhado pela mídia como um artifício jornalístico para resumir o caso e explicá-lo para o público geral.”, disse a profissional, que ainda explicou com mais detalhes o que aconteceu no caso de Mariana.

“O que houve foi a denúncia de acusação de André pelo crime de ‘estupro de vulnerável’, cometido quando a pessoa, independentemente de violência ou grave ameaça, pratica atos sexuais com outra que, no momento da ação, estava sem condições de consentir com o ato, como no caso de Mariana, que alegou estar alcoolizada.”, falou.

Marjory ainda ressaltou que existem diversas informações circulando pela web. “Há uma confusão generalizada sobre o assunto, mas a decisão considerou que André não teria como saber sobre o estado alcoolizado de Mariana e sua consequente incapacidade de consentir com o ato sexual, caracterizando o chamado ‘erro de tipo’.”, disse ela, explicando que casos como este excluem a prática de crimes dolosos e, justamente pelo estupro não admitir forma culposa, o empresário foi absolvido.

Além disso, a empresária ainda explicou que, apesar de proteger valores constitucionais, o crime de estupro não está previsto na Constituição Federal, mas sim no art. 213 do Código Penal. “Se caracteriza por atos que visam ao constrangimento de alguém, por meio de violência ou grave ameaça, para ter com esta pessoa a conjunção carnal ou a prática de ato libidinoso, ou seja, o ato praticado por abusador para forçar a vítima a praticar sexo ou outros atos sexuais, mediante o uso de força ou de ameaça.”, disse.

O que é, então, “erro de tipo”?

Em entrevista à todateen, Marjory ainda explicou o que é “erro de tipo” e, nesse caso, quais seriam as possíveis consequências para o agressor.

“O erro de tipo ocorre sempre quando a pessoa não se dá conta de que está praticando um crime, situação que acaba por excluir o ‘dolo’, mas permite a punição por crime ‘culposo’, se previsto em lei. A consequência da exclusão do dolo é a possibilidade de punição apenas para infrações penais que admitem formas culposas. Não haverá crime, contudo, se o crime não prever a forma culposa, como no caso do estupro, ora analisado.”, explicou.

No caso de Mariana, o “erro do tipo”, diz respeito à percepção de Aranha de que a jovem seria capaz de consentir com o ato sexual, pois, segundo ele, a modelo não parecia estar alcoolizada a ponto de não conseguir consentir com a conjunção carnal.

“O juiz igualmente entendeu que André não tinha como perceber uma vulnerabilidade da vítima, pois ela não estaria em estado de incapacidade de consentir, ou seja, entendeu que, apesar de constatada a ingestão de álcool, não teria sido suficiente para torna-la incapaz de consentir com o ato sexual e aparentava estar bem. E, com isso, decidiu por absolver André.”, explicou a advogada.

Entendendo a absolvição de André de Camargo Aranha

No início, o Ministério Público considerou a acusação de crime como estupro de vulnerável, focando no estado de incapacidade temporária (termo legal) de Mariana. “No curso do processo, entretanto, não teria conseguido reunir provas suficientes para comprovar o seu estado de incapacidade.”, disse Marjory.

“Após a troca de promotores responsáveis pelo caso, que ocorreu próximo ao julgamento, o novo promotor justificou a ausência de provas específicas para pedir a improcedência da própria denúncia. Já o assistente de acusação, advogado de Mariana, prosseguiu com a acusação inicial.”, explicou a advogada, que enfatizou que não é possível confirmar todas as informações.

“O processo tramita sob segredo de justiça, portanto não podemos dizer se as provas foram colhidas em tempo hábil para constatar o fato, ou se foram devidamente avaliadas, por exemplo, mas o que se sabe até agora é o que está na sentença, disponibilizada em sites da internet. Inclusive, houve quebra de violação de sigilo no caso, tanto pelos vazamentos de trechos da audiência quanto da sentença.”, ressalta.

Como profissional das leis, Marjory refletiu, ainda, sobre o modo em que foi executada a audiência de Mariana. “Foi absurda e faltou o respeito à sua dignidade durante a sessão. A pessoa que está na posição dela já está exposta a muitos julgamentos morais e não é em uma sessão de audiência que esse tipo de comportamento deve ser mantido. Muito pelo contrário. É o local em que se deve preservar as partes e se atentar única e exclusivamente à comprovação ou não da realização do crime, sem ataques pessoais.”, disse.

O caso Mariana e outras vítimas de estupro e assédio sexual

Com diversas mulheres simpáticas e sensibilizadas com o caso de Mariana, a forma como as coisas transcorreram é extremamente alarmante, podendo abrir precedentes e desencorajando outras vítimas de realizar denúncias e buscar justiça.

“A tese jurídica do ‘erro de tipo’ em caso de crime de estupro de vulnerável mostra uma grande dificuldade para as vítimas. Já é difícil colher as provas a tempo de comprovar o estado de temporário de incapacidade pelo uso de álcool após o abuso e o caso de Mariana revela esse problema para as possíveis vítimas.”, fala Marjory.

“A sociedade precisa aprender a educar os jovens, mais do que apenas proteger as vítimas. À estas, geralmente se recomenda não se vestir de uma forma x ou y, de não ingerir álcool ou entorpecentes, de evitar usufruir de suas liberdades para não ser atacada – já prevendo que essa é uma realidade. Porém isso precisa mudar.”, disse.

“É inegável a necessidade de ensinar aos jovens valores relacionados à igualdade de gênero, buscando formar uma nova geração de cidadãos preocupados com o tema. A mudança só pode vir por meio da educação e conscientização.”

Relembre os detalhes do caso

Para quem não se recorda, foi em julho de 2019 que Alexandre Piazza, o primeiro promotor a assumir o caso de Mariana, denunciou André de Camargo Aranha por “estupro de vulnerável” (previsto no artigo 217-A do código penal), isto é, quando a vítima está sob algum efeito de álcool ou de qualquer outra substância entorpecente e não é capaz de consentimento, de se defender ou de oferecer resistência. Além disso, Piazza também havia pedido a prisão preventiva do empresário, que inicialmente foi aceita pela justiça mas depois foi derrubada em uma liminar na segunda instância pela defesa de Aranha. As únicas medidas cumpridas pelo réu foram cautelares, como por exemplo a apreensão de seu passaporte.

Segundo informações do Intercep, o promotor considerou como prova o material genético colhido na roupa da modelo e também um copo no qual Aranha bebeu água durante um interrogatório na delegacia. Além disso, a mãe de Mariana, Luciane Aparecida Borges, afirmou ter sentido um cheiro intenso de esperma/sêmen quando a filha chegou em casa após a festa. De acordo com ela, a filha não costumava beber e nunca havia chegado em casa em um estado como aquele. O motorista do Uber, que levou a jovem para casa, quando citado por Piazza, revelou que ela passou a viagem inteira chorando e conversando com a mãe pelo telefone. Ele também afirmou que ela parecia estar sob o efeito de drogas.

No entanto, o entendimento do Ministério Público sobre o que ocorreu naquela noite foi alterado nas alegações finais. Lembrando que Piazza deixou o caso para, segundo o próprio MP, assumir outra promotoria, e quem assumiu o processo foi Thiago Carriço de Oliveira. E é na apresentação final de Oliveira que aparece a tese do estupro “sem intenção”.

Para ele, tendo como base as provas e os exames toxicológicos que não reconheceram nem álcool nem drogas no sangue de Mariana naquela noite, não é possível, portanto, comprovar que a jovem não tinha capacidade para consentir com o ato sexual. Desqualificando, assim, o crime de estupro de vulnerável descrito na denúncia. Além de apreender, em sua opinião, que a modelo poderia, sim, estar sóbria. Já que nas imagens captada pelas câmeras da rua, da Polícia Militar, ela sai do Café de la Musique e se desloca até outro beach club em busca das amigas.

Outro aspecto do caso é que André de Camargo Aranha, em seu primeiro depoimento, prestado em maio de 2019 na delegacia, negou que tivesse tido qualquer contato com Mariana. Em 2020, quando prestou depoimento em juízo, alterou o que havia previamente alegado, afirmando ter feito apenas sexo oral nela. Segundo ele, a jovem teria se aproximado dele e feito um carinho em seu cabelo. Logo em seguida, ele disse que ela pediu para ir ao banheiro – momento que vemos as imagens da câmera em que sobem as escadas para usar o toalete do camarim restrito. Nessa situação, então, Aranha afirma ter feito sexo oral nela e logo depois deixado o local.

O juiz Rudson Marcos, ao concordar com a tese do promotor e aceitar o pedido de absolvição, afirmou que é “melhor absolver 100 culpados do que condenar um inocente”. Até o momento, as informações são de que a defesa de Mariana recorreu da decisão.


Caso você passe por qualquer situação de violência, assédio ou estupro e/ou seja testemunha de uma, o canal 180 – Central de Atendimento à Mulher – tem como objetivo receber denúncias e orientar mulheres sobre seus direitos. As queixas podem ser feitas de forma anônima e é importante fornecer a maior quantidade de informações possíveis. Lembrando também que o fato da denúncia ter sido feita pelo telefone não impede que a vítima vá até uma delegacia realizar um boletim de ocorrência.

Você não está sozinha.

Comportamento

Como “Moxie” mostra que é preciso manter a cabeça erguida quando o assunto é machismo

Published

on

Como "Moxie" mostra que é preciso manter a cabeça erguida quando o assunto é machismo
Divulgação/Netflix

Desde muito jovens, nós mulheres nos deparamos com inúmeras regras de comportamento e conduta, seja pelo nosso jeito de se comunicar, de se vestir, na maneira de se impor em determinada situação – ou ainda na alta frequência que acabamos ficando caladas para não causar nenhum desconforto. Todas essas normas implícitas na nossa vida variam de acordo com o ambiente que estamos, mas nem sempre se aplicam para os homens. E é a partir dessas pequenas ou grandes desigualdades que nos deparamos ao longo da infância e adolescência que pode surgir uma faísca para muitas de nós entrarem em contato com o feminismo.

Em Moxie: Quando as Garotas Vão à Luta, que chega ao catálogo da Netflix nesta quarta-feira (3), vemos essa faísca surgindo na trajetória de Vivian (Hadley Robinson), uma garota de 16 anos, aparentemente tímida, que sempre preferiu seguir as regras e não chamar a atenção. O “despertar” dessa jovem acontece quando a chegada de uma nova aluna, a Lucy (Alycia Pascual-Peña), a força a analisar o comportamento dos garotos da sua escola.

Baseado no romance de mesmo nome da autora americana Jennifer Mathieu e dirigido pela icônica Amy Poehler, que também interpreta a mãe de Vivian no filme, a história se desenvolve na medida que a protagonista percebe que está cansada do que vê no ambiente escolar. Assim, ela se inspira na trajetória feminista da mãe e publica anonimamente um fanzine chamado Moxie para expor os preconceitos e as desigualdades do colégio – desencadeando uma mobilização maior do que esperava!

A todateen teve a oportunidade de assistir previamente ao filme e separou alguns dos destaques dessa trama inspiradora. Por isso, cuidado com os spoilers abaixo!

Como "Moxie" mostra que é preciso manter a cabeça erguida quando o assunto é machismo

Colleen Hayes/ NETFLIX © 2020

Manter a cabeça erguida é algo que Vivian percebe que precisa fazer logo quando se depara com os assédios que Lucy sofre por Mitchell (Patrick Schwarzenegger), capitão do time de futebol da escola. A nova aluna não recebe suporte da própria diretora da escola, que segue uma atitude de “passar o pano” para qualquer comportamento inadequado do garoto, o qual aumenta o status da escola pelo esporte.

Diante desse machismo enraizado nas próprias estruturas do colégio, o longa traz essa mensagem de não aceitar o machismo como apenas uma “brincadeira” dos homens, o que fica como uma referência muito importante para as adolescentes dessa geração. E, como o filme é ambientado em uma escola, acompanhamos várias situações um tanto quanto didáticas para abrir o olhar das jovens, exibindo que crescemos em meio a um espaço que não nos acolhe sempre, mas que não precisamos aceitar isso e ficar caladas.

A jornada das personagens se desconstruindo e mantendo a cabeça erguida ainda é acompanhada de vários dramas e inseguranças comuns na vida de uma adolescente. E todos esses sentimentos fazem com que nem todas as atitudes das garotas sejam sempre as ideais. Mas isso ainda é aceitável levando em consideração que estamos falando de um filme ambientado no ensino médio e que não deixa de explorar esse lado mais sentimental – mostrando todo o processo dessas garotas, ao mesmo tempo, se descobrindo como mulheres e ainda descobrindo o feminismo.

Como "Moxie" mostra que é preciso manter a cabeça erguida quando o assunto é machismo

Colleen Hayes/ NETFLIX © 2020

Porém, diferente de outros longas do mesmo estilo, algo em Moxie se destaca: a rivalidade feminina não é o motor da história! A partir do fanzine inspirado na trajetória feminista da mãe de Vivian, a protagonista cultiva novas amizades com garotas de diferentes grupos e elas aprendem a enfrentar, juntas, os altos e baixos do colégio e os dilemas da vida como adolescente.

E a união das mulheres nesta história fica ainda mais interessante por conta da diversidade. O elenco traz jovens com diferentes trajetórias e causas para agregar ainda mais à trama, como a atriz Josie Totah, que expõe pela sua personagem as dificuldades de conseguir um papel feminino em uma peça de teatro por ser uma mulher trans.

Ainda acompanhamos as perspectivas de mulheres negras, asiáticas, latinas, entre outras, sendo exploradas ao longo do filme. Porém, algumas dessas narrativas ficam apenas na superfície, não mostrando todas as complexidades que podem ser expostas quando o assunto é feminismo. Por ser uma adaptação de um livro, é perceptível que o resultado que vemos na Netflix optou por trazer diferentes pautas ainda assim, mesmo não tendo o tempo necessário para explorá-las com afinco.

Como "Moxie" mostra que é preciso manter a cabeça erguida quando o assunto é machismo

Colleen Hayes/ NETFLIX © 2020

Vale destacar que Moxie também é estrelado por Lauren Tsai, Nico Hiraga, Sydney Park, Josephine Langford, Clark Gregg, Josie Totah, Anjelika Washington, Charlie Hall, Sabrina Haskett, Ike Barinholtz e Marcia Gay Harden.

Ficou interessada ainda mais pela história? Então confira o trailer oficial do filme abaixo:

Continue Reading

Comportamento

Horóscopo de 1° a 7 de março: Lua Cheia segue influenciando necessidade de agir com compaixão

Published

on

Horóscopo de 1° a 7 de março: Lua Cheia segue influenciando necessidade de agir com compaixão
Rawpixel

Março chegou com muita emoção, sonho e coletividade. Os próximos dias serão de reflexão interna, vontade de botar a mão na massa e muito romantismo. Segundo nossa astróloga Virginia Gaia, este período pisciano é perfeito para o cuidado com a espiritualidade e a prática compaixão.

Antes da gente detalhar o astral dos próximos dias, sabia que você pode compreender as informações do céu e horóscopo semanal com maior propriedade se fizer seu mapa astral? É só clicar aqui e seguir o passo a passo gratuito da nossa bruxona, Virginia Gaia!

+Horóscopo de março: céu pede atenção para temas sociais e reflexão sobre efetividade do cancelamento

O primeiro fator a ser considerado nesta semana é que Vênus, o qual rege as relações, está no sonhador signo de Peixes. Com o passar dos dias, este planeta vai se aproximando do Sol e de Netuno, regente dos mares do inconsciente, que por sua vez também está pertinho do astro-rei. “É hora, portanto, de levarmos mais luz aos temas inconscientes, buscando vencer medos, compreender padrões relacionais e entender o significado profundo do que vier do mundo dos sonhos e da espiritualidade”, explica a astróloga.

Para completar o astral emocional, a Lua Cheia, que teve seu ápice no último sábado (27), segue influenciando o céu. “Com o Sol em Peixes e a Lua em Virgem, em harmonia com Urano em Touro, essa Lua Cheia iluminou Thuban, a estrela alfa da constelação do Dragão. Marcando a boca desse ser mitológico fantástico que cospe fogo, Thuban já foi no passado o referencial para o Polo Norte terrestre, há cerca de quatro mil anos atrás. Segundo o mito, o Dragão representado pela constelação guardava as maçãs de ouro do jardim das ninfas da primavera, que era considerado o mais fértil de todos, em uma simbologia que remete ao poder mágico presente na alquimia interna, no equilíbrio de polaridades e nas ações práticas”, diz a bruxona.

Gaia afirma que essa fase da lua nos influenciará até sexta-feira (5), quando a fase Minguante chega para dominar, o que reforça esse momento de reflexão e olhar interno, ao passo em que também seremos cobrados para que possamos agir de maneira mais racional. “Isso tudo porque, na próxima quinta-feira (4), Marte, regente da ação, ingressa no mental e dinâmico signo de Gêmeos e, além disso, também teremos a conjunção exata entre Mercúrio e Júpiter, em Aquário, no dia seguinte”, completa.

“A semana favorece o processamento das emoções, sensações e intuições para que possamos agir com mais consciência e coerência. Afinal, em meio a um astral tão romântico, é sempre bom racionalizar os acontecimentos para poder usar mais a cabeça ainda que estejamos submersos nos assuntos do coração”, finaliza.

Confira as previsões astrológicas do seu signo entre 1° e 7 de março!

áries

Segure a ansiedade, mas seja mais prático e ágil, ariano. Na dúvida, procure respirar fundo antes de sair por aí resolvendo as coisas de forma atropelada. Diga o que pensa, mas use o seu sexto sentido para não se expor demais.

touro

Cuidado com ações impensadas e exageros, taurino. Na dúvida, opte pelo que for mais simples. Cuidado com promessas vazias e sonhos exagerados. Esteja atento às finanças para não gastar por conta da empolgação.

gêmeos

O céu está cheio de movimento e muito dinamismo para você, geminiano. Tome a iniciativa, mas tenha calma e saiba ouvir os outros. É importante dividir decisões e não pecar pelo individualismo.

câncer

O céu está cheio de emoção e você cada vez mais reflexivo, canceriano. Esteja atento ao trabalho e as questões do dia a dia ainda que você precise diminuir o ritmo para pensar nos próximos passos.

leão

É hora de seduzir e também de usar a sua persuasão, leonino. Mas é importante não exagerar e acabar se perdendo em meio a tanta força e vontade de ser notado. Use a criatividade e a intuição para saber a medida certa das coisas.

virgem

É hora de você cuidar mais de si mesmo, virginiano. Use a sabedoria e poupe a sua energia. Esteja mais em casa e com a família para reabastecer as baterias e até ter mais tempo para reflexão.

libra

Organize os seus pensamentos para você poder aplicar todos os seus talentos sem perder o senso prático, libriano. Cuide da rotina e busque ter mais conforto e calma para resolver as questões do dia a dia.

escorpião

Pense nas suas prioridades, escorpiano, e saiba investir tempo e dinheiro no que é prioritário. Você pode implementar mudanças e até desapegar de algumas coisas, mas não deixe de pensar no futuro, incluindo aí as suas finanças.

sagitário

Saiba se comunicar e busque fazer boas alianças, sagitariano. O momento favorece novas parcerias e relacionamentos, mas você precisa saber concentrar a sua energia de maneira sábia. Seja estratégico na hora de falar e se apresentar.

capricórnio

Antes de tomar decisões bruscas, capricorniano, procure olhar para dentro e refletir sobre suas ações. É fundamental que você tenha equilíbrio interno para tomar as atitudes certas, na hora certa.

aquário

Seja mais você, aquariano. É hora de agir com sabedoria e até racionalizar alguns sentimentos. Esteja com amigos e pessoas queridas, mas saiba fazer um filtro de tudo o que dizem para você.

peixes

O Sol segue iluminando o seu signo! Nesta semana, celebre o seu aniversário pensando nos seus planos de longo prazo, aproveitando também para renovar o ambiente doméstico e familiar.

Quer saber mais sobre conteúdos bruxões de magia & astrologia? Acompanhe a bruxona da todateen, a astróloga Virginia Gaia!

Instagram: @virginiagaia

Facebook: @virginiagaiaoficial

Site Oficial: virginiagaia.com.br

Mapa Astral Grátis: virginiagaia.com.br/mapa-astral-gratuito/

Continue Reading

Comportamento

Horóscopo de março: céu pede atenção para temas sociais e reflexão sobre efetividade do cancelamento

Published

on

Horóscopo de março: céu pede atenção para temas sociais e reflexão sobre efetividade do cancelamento
Rawpixel

Em março ocorre o ano novo astrológico, marcado pelo ingresso do sol em Áries no dia 20 de março, quando ocorre o equinócio de primavera e outono, no hemisfério norte e sul, respectivamente. Exatamente neste dia, um novo ciclo se inicia na astrologia, e segundo nossa astróloga Virginia Gaia, trata-se de um momento para reflexão, inspiração e discussão sobre empatia, compaixão e olhar para as pessoas isoladas.

Antes da gente detalhar o astral de março, sabia que você pode compreender as informações do céu e horóscopo mensal com maior propriedade se fizer seu mapa astral? É só clicar aqui e seguir o passo a passo gratuito da nossa bruxona, Virginia Gaia!

+ Peixes: saiba tudo sobre o signo mais emotivo do zodíaco

“É tempo de trazer mais atenção para a parcela da sociedade que sofre as consequências de não ter seus direitos garantidos. Depois do ano novo astrológico, uma necessidade de transformar esses pensamentos de empatia em ações efetivas irá prevalecer”, começa a bruxona. “O tom do mês está nas questões de coletividade, como exercício da escuta e acolhimento. Março é um mês para transformação social, desde uma mudança dentro do nosso ciclo a um impacto global”, completa.

Mas de onde vem tudo isso? Em meio ao sol pisciano, no dia 4, Marte agita o céu ao ingressar no signo de Gêmeos, o que, segundo Gaia, leva ao pensamento de que “precisamos agir, sair do plano das ideias”. A potência aumenta na Lua Nova do dia 13, quando o satélite da Terra e o sol ficam juntinhos no signo de Peixes, somados à conjunção de Netuno – que começa já no dia 10 – e Vênus. Tanta emoção de água ilumina a estrela Markab, alfa da constelação do Pégaso, o cavalo alado que carrega os raios de Zeus.

Para entender melhor o que isso significa, precisamos relembrar o mito sobre este ser com asas, que nasceu do sangue derramado de Medusa. A mulher castigada com olhos que transformam em rocha e serpentes no lugar de cabelos, na verdade, é muito mais do que um monstro, já que essas características seriam um castigo de Atenas à mulher que sofreu violência sexual em seu templo. Entre grandes reflexões sobre a emancipação feminina, o fato é que, segundo o mito, quando Perseu derrotou a Medusa, o sangue derramado entrou em contato com água, ouviu-se um trovão e surgiu uma espuma. De lá, nasceu um cavalo branco com asas, o qual simboliza a liberdade e chegada da primavera – lembra da aproximação do equinócio?

“Momento de levar libertação para o outro, pelo perdão, por exemplo, e perceber que o exercício da compaixão nos favorece, porque perdoar também nos liberta. O fato da lua ser em Peixes enfatiza essa atenção para o outro, principalmente minorias, fazendo a gente agir mais em relação aqueles que não possuem privilégios. O cancelamento é outra pauta inclusa nesta reflexão, afinal, muitas vezes uma mão estendida é muito mais efetiva do que o prejuízo causado pela web à saúde mental, que é outro tema em foco durante o mês”, conta a taróloga.

Falando em cancelamento, a lua nova mostra que muitas vezes a necessidade de mudança está em nós. “Este céu é onírico e propício para nos livrarmos dos obstáculos que estão atrapalhando o nosso bem estar, coisas que estão impedindo nossa felicidade no cotidiano, atrapalhando nossas relações de serem positivas. Precisamos de um olhar para dentro em busca de mudanças, porque muitas vezes o problema que enxergamos no outro pode ser nosso. O que, em você, está te impedindo de ter relacionamentos saudáveis? Essa é uma Lua Nova de faxina emocional, mudar nosso comportamento e rever relações que podem ser tóxicas, em meio a uma compreensão de que extremos são sempre negativos, então sem felicidade tóxica”.

Do dia 10 a 15 ocorre uma ascensão dos temas românticos, de espiritualidade e saúde coletiva, já que além dos fatores mencionados, no dia 14 Vênus entra em conjunção com Netuno, seguido do ingresso de Mercúrio em Peixes no dia 15. Gaia reforça o exercício da mudança interna e fuga de ilusões para estes dias: “Pense mais sobre o que você pode fazer pelo outro, exercite o perdão e entendimento mais profundo das relações. Mas, cuidado com a idealização de relações perfeitas, porque dessa forma você pode acabar entrando em uma onda de positividade tóxica. É tanta emoção no céu, que você pode acabar se perdendo nas idealizações”.

No dia 20, o sol ingressa em Áries e a ação começa! Em seguida (21) Marte, em Gêmeos, entra em trígono com Saturno, em Aquário. Essa harmonia favorece a ação pelo coletivo e movimentação na comunicação. Neste mesmo dia, Vênus ingressa em Áries, trazendo um pouco mais de reflexão sobre as suas atitudes e o impacto delas nas relações.

Março conta ainda com uma Lua Cheia após o ano novo astrológico, no dia 28. O sol ariano fica em conjunção com Vênus, também em Áries, bem como Saturno, em Aquário, e Marte em Gêmeos, enquanto a lua está em Libra. Esse cenário forma um trígono, nome dado à formação no céu de um triângulo equilátero – termo utilizado para caracterizar um triângulo de três lados de igual medida, e consequentemente, três ângulos internos de 60°. Desta formação, a estrela em destaque é Vindemiatrix, a epsilon da constelação de Virgem.

Existem várias versões do mito sobre o símbolo que representa este signo de terra, mas em geral, podemos dizer que se trata de uma mulher coletora de trigo. Virgem não significa, nesse caso, ter tido ou não uma relação sexual, mas sim que a moça do símbolo é uma mulher jovem. A estrela desta lua cheia está localizada no braço esquerdo da moça, conhecido por ser o utilizado pela coleta de ramos de uvas.

“Essa é uma estrela de trabalho, prosperidade, de fazer acontecer! Ela está presente em mapas de pessoas independentes e bem sucedidas, que correm atrás dos seus objetivos. A dica para essa lua cheia é perceber quem está ao seu lado na hora de auxiliar a prosperar, rever sua comunicação e parcerias e, principalmente, entender que a mudança é fruto das nossas ações”.

Para fechar o mês, no dia 30, Mercúrio ingressa em Peixes em conjunção com Netuno, trazendo um pouco mais de compreensão sobre todas as ações do mês, que será pra lá de agitado 😉 .

Confira as previsões astrológicas do seu signo para março!

áries

Este é um mês bem transformador para arianos, principalmente por causa de Marte em Gêmeos, então se prepare para um período com muitas coisas na cabeça, vai bater uma vontade boa de produzir. Sua comunicação também está ótima, o que é perfeito para tornar este momento de ação ainda mais potente. Aproveite para aprender muito e botar seus planos em prática, mas não esqueça de prestar atenção para não falar o que não deve, busque, de vez em quando, alguns momentos de introspecção para reavaliar seu planejamento.

touro

Taurinos e taurinas estão com a cabeça nas nuvens <3 . O momento é de sonhos e planos para o futuro, mas cuidado para não se prender em idealizações. Ao longo do mês, preste atenção nas coisas práticas da rotina, para não perder o controle das coisas enquanto passa por esse período mais colorido. Pense um pouco mais em você, praticando exercícios, mudando o visual e cuidando da saúde mental, por exemplo. Nos relacionamentos, sejam amorosos ou de amizade, a dica é não esperar demais dos outros ou acreditar tanto em promessas.

gêmeos

A sua cabeça anda agitada, porque esse é um mês para estar elétrico, aprender muito e realizar alguns planos. Com a chegada do fim de março, lembre-se que você não precisa resolver tudo de uma forma desajeitada para dar conta da correria. Não abrace o mundo, saiba dividir demandas pessoais, tempo com a família, amigos e crushes das suas obrigações no trabalho e estudo, eleja as prioridades e se organize.

câncer

Você anda em uma pegada de fé, espiritualidade e misticismo. Mas, cuidado para não se perder em meio a tanta intuição. Coloque sua vida no planner, divida as tarefas e controle a ansiedade. Março também é um mês para repensar pré-julgamentos e exercitar a escuta.

leão

Você anda com vontade de fazer diferente, virar páginas e desapegar. Este é o momento ideal para pensar em novos valores e como realizar mudanças que satisfaçam seus objetivos de transformação. Só tome cuidado para que, nessa sua onda de desapego, algumas relações positivas não acabem sendo deixadas de lado sem necessidade. Escute um pouco mais o outro antes de jogar tudo para o alto, entretanto, caso se trate de um vínculo carregado por um peso negativo, melhor se aventurar deixando isso para trás, buscar novos interesses e pessoas.

virgem

Esse é um período de entender melhor o próximo, e consequentemente, aprender bastante sobre nós mesmos através disso. Neste astral sensível, você pode acabar tendo percepções mais profundas sobre padrões psíquicos ligados aos relacionamentos. A vida afetiva anda ruim? Então é hora de olhar mais para dentro e perceber quais atitudes suas precisam ser modificadas em relação aos outros. Outro ponto importante é aprender a perceber quando as pessoas estão sugando sua energia, afaste-se do que não é positivo. A sua intuição anda potente, assim como temas místicos e espirituais, aproveite para expandir seus conhecimentos de bruxa.

libra

Librianos andam criativos, cheios de energia para realizar coisas diferentes. Entretanto, tenha mais atenção para não acabar se distraindo. Este é um momento para trabalhar em grupo, só garanta que tudo seja sempre bem dividido, não espere demais do próximo ou aguarde os outros agirem por você, bote a mão na massa!

escorpião

Escorpianos e escorpianas andam bem inspirados, querendo fazer as coisas do seu próprio jeito – mas tome cuidado para não exagerar, evite se precipitar pelo que não vale a pena. O tema das relações, principalmente amorosas, andam em alta, por isso, trabalhe sua autoestima e temas tabu, este é um momento de virada, só não imponha os seus desejos para as outras pessoas.

sagitário

Este é um ótimo momento para resolver pendências nas relações, a comunicação diplomática está lhe inspirando a conversar com as pessoas, então aproveite para escutar, pedir desculpas e ser empático. Na área das paqueras, as coisas esquentam no fim do mês, por isso, preste atenção nos padrões de relacionamento, pense no que você realmente quer na vida, e então, se envolva com pessoas que valham a pena.

capricórnio

Sua cabeça anda agitada, cheia de planos. Está na hora de olhar mais para dentro, pensar no que realmente quer e se comunicar. A dica é se envolver com vários contatos, conversar com pessoas de opiniões diferentes e trocar informações. Conforme março vai passando, capricornianos vão curtindo um pouquinho mais o tempo em casa para cuidar de si e descansar.

aquário

Este é um mês importante para aquarianos, que estão com a cabeça borbulhando, muitas coisas estão acontecendo. Tome cuidado com as finanças, não gaste sem necessidade, principalmente no início de março. A dica vale também para o gasto de tempo, paciência e energia – você tem depositado seus recursos no melhor projeto ou com coisas improdutivas? Busque novos conhecimentos, leia e não se deixe levar por informações falsas, cheque fontes bem embasadas.

peixes

Este é um momento mágico para este signo, que está em época de aniversário. Renove as energias, tente ficar mais “zen” e prestar atenção na saúde mental. Aliás, em março, Vênus trás aspectos positivos para Peixes, então aproveite para se concentrar em si e dar prioridade apenas ao que realmente importa. Você anda muito sensível, por isso, preste atenção para não depositar cobranças ou expectativas desnecessárias em você e nos outros.

Quer saber mais sobre conteúdos bruxões de magia & astrologia? Acompanhe a bruxona da todateen, a astróloga Virginia Gaia!

Instagram: @virginiagaia

Facebook: @virginiagaiaoficial

Site Oficial: virginiagaia.com.br

Mapa Astral Grátis: virginiagaia.com.br/mapa-astral-gratuito/

Continue Reading
Advertisement
Combinação de Nomes

Todos os nomes possuem significados e juntos formam uma combinação única!

Digite nos campos abaixo e descubra nos mínimos detalhes.

 
Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

Mais Lidos

Copyright © 2020 - Website produzido por Perfil.com Ltda. Uma parceria de conteúdo Perfil Brasil e Editora Alto Astral. Este site é parceiro do UOL Entretenimento.