Connect with us

Entretenimento

K-Pop na tt: Gaby Brandalise fala sobre a importância da coreografia no K-Pop!

Já parou pra pensar em como seria o K-Pop sem todas as coreografias incríveis?

Published

on

Gaby Brandalise Kpopper e escritora do livro "Pule, Kim Joo So" fala da coreografia no K-pop

K-Pop é, sim, um conjunto de coisas maravilhosas: danças, figurinos, cenários, músicas contagiantes. Mas já parou para pensar na real importância das coreografias no K-Pop? A escritora de “Pule, Kim Joo So” e Kpopper Gaby Brandalise dividiu o que pensa desse assunto com a gente. Confira!

Grupo de K-Pop dançando coreografias perfeitas

Giphy

Adele é uma das vozes mais reconhecidas no mundo. Ouvi-la é certamente um privilégio. Tanto que no palco, normalmente, não há muita coisa acompanhando a cantora, apenas um microfone, uma banda ou somente um piano. Porque toda a performance dá zoom no timbre e na capacidade vocal da diva. O irônico é pensar que se Adele fosse coreana e fizesse performances assim na indústria do K-Pop, se não considerarmos o padrão de beleza coreano, mas apenas a carga artística, talvez não fosse um sucesso absoluto. Por quê? Em partes, porque Adele não dança.

O K-Pop é um grande espetáculo em que é possível afirmar que a coreografia é um dos aspectos que tornam a experiência para os fãs em um debut ou em um comeback tão incrível. Não é anormal você ouvir pessoas que curtem o estilo contarem que, quando só ouviam música brasileira ou norte-americana, não prestavam tanta atenção assim, pelo menos não com um olhar tão refinado, quando seus artistas preferidos executavam passos no palco.

O jeito coreano de fazer música muda essa perspectiva porque o que é vendido é muito mais do que um álbum novo com faixas inéditas. É um pacote, em que você ouve, vê e sente. Assim, uma das coisas que mais geram expectativa quando as pessoas estão aguardando por um comeback ou por um debut é saber como será a coreografia. Tanto que no caso de singles mais calmos, em que não há dança, a produção é mais carregada nos cenários das lives para manter a atenção dos fãs.

Girlgroup de K-Pop

Giphy

Claro que se a música for boa, ajuda muito, mas, no geral, é a performance completa, com toda a movimentação no palco ou no MV, que faz o K-Pop ser o que é. Nos raros casos em que apenas a música foi lançada, a sensação é de que o trabalho está incompleto, como aconteceu recentemente com o álbum póstumo de Jonghyun, membro do SHINee que morreu em dezembro de 2017. O single foi muito bem recebido. E, com certeza, não houve um fã que não ficou triste e curioso pensando em como seria a performance de Shinin’.

Talvez por ser esse pacote completo, de vocal, dança e visual, é que os fãs consigam acompanhar os comebacks sem se cansarem, já que o processo é um tanto repetitivo. Neles, o público irá ver o grupo ou o solista apresentar a mesma performance inúmeras vezes em várias emissoras coreanas e premiações, até a exaustão. Muito pouco muda de uma para a outra. Ainda assim, cada uma delas é muito esperada. Talvez, se fosse sempre um artista cantando acompanhado apenas de um look clássico e de um piano, como Adele faz, por exemplo, a coisa seria diferente.

O K-Pop tem um tipo de apresentação que traz estímulos sensoriais e visuais que o canto, sozinho, não pode entregar. Quando o EXO estreou, antes mesmo de qualquer lançamento oficial, foram divulgados 23 teasers, sendo sete deles solos do membro mais novo, Kai, um dos dançarinos mais fortes do grupo. E em outros cinco, ele dividia o espaço com os outros membros. O que quer dizer que Kai estava em mais da metade dos teasers liberados antes mesmo de o público saber os nomes de boa parte dos integrantes. Definitivamente, ele era um destaque.

Giphy

Outro exemplo é o BTS, um grupo que virou um hit não porque as vozes juntas funcionem como um coral, mas porque os sete membros conseguem entregar performances marcantes, cheias de carisma e com uma sincronia perfeita na dança. E aqui, podemos citar Jungkook e Jimin como dois dos membros mais populares, não coincidentemente conhecidos por serem bons dançarinos.

Outra explicação está no poder das coreografias em valorizar um trabalho em um meio saturado como o da música. Uma dança cativante pode fazer com que as pessoas retenham melhor um bom single, como aconteceu com Move, de Taemin. Os passos minimalistas e muito intensos viralizaram nas redes sociais, o que deu mais força ainda para a música de comeback do artista.

Talvez se Adele estivesse no K-Pop, seria uma cantora muito respeitada, mas que não receberia tanta atenção como seus colegas mais performáticos. Isso porque o K-Pop ama coreografia, imagem e conceito. Uma voz excelente, às vezes, não é o mais importante no meio do espetáculo.

E aí, girl, concorda com a Gaby Brandalise sobre a importância da dança no K-Pop?

Entretenimento

BBB21: Juliette canta música de Gabi Martins e cantora responde: “Vou convidar para um feat”

Published

on

BBB21: Juliette canta música de Gabi Martins e cantora responde: "Vou convidar para um feat"
Reprodução/ Instagram

Que Juliette é talentosa ao soltar a voz, não é novidade para ninguém. A participante do BBB21 já deixou o público e até mesmo os confinados do reality surpresos com a facilidade que tem para cantar. Dessa vez, nesta segunda-feira (1), foi a hora da maquiadora impressionar com a canção “Prints” de Tierry e Gabi Martins, e até a cantora respondeu.

Vi um vídeo da Juliette cantando Prints. Ficou lindo demais! Quem sabe vem um feat Gabi e Ju? Assim que ela sair vou convidá-la. Ia ser uma honra pra mim“, disse Gabi.

Veja o momento:

Vale lembrar que a sister já recebeu uma proposta de Giulia Be! Poderosa, né?

Continue Reading

Entretenimento

Manu Gavassi fala sobre amor por Taylor Swift e Selena Gomez durante entrevista internacional; vem ver

Published

on

Divulgação

“Nenhuma artista é melhor em ser um talento multifacetado do que Manu Gavassi, definiu a revista Schon, para quem a dona de “Deve Ser Horrível Dormir Sem Mim”, deu entrevista nesta segunda-feira (1). Ela falou sobre sua paixão por Taylor Swift e Selena Gomez, de quem é fã e se inspira em sua carreira.

Eu cresci com artistas pop. Acho que são quase meus amigos…. Exceto pelo fato de que eles nem me conhecem“, brincou Manu. “Eu admiro a Taylor por sempre ser fiel a si mesma e ao seu trabalho… Eu sempre as admirei porque comecei muito jovem e é um ambiente difícil. Eu ainda estou crescendo. Estou menos com medo de tentar agora“.

Manu também falou sobre a nova etapa de sua carreira e o que tem escutado para se inspirar ultimamente:

“Estou no momento de descobrir quem sou agora ”, diz . “Já faz um tempo que eu lancei um álbum, então talvez seja a hora dessa etapa […] Eu tenho ouvido muita música brasileira também, especialmente dos anos 70. É precioso abraçar nossas raízes e aprender com o passado. Isso tem me inspirado muito.”

 

Continue Reading

Entretenimento

Katy Perry, Post Malone e J Balvin farão álbum juntos em comemoração aos 25 anos de Pokémon

Published

on

PEOPLE MAGAZINE/ CHRISTINE HAHN// GETTY IMAGES

Uma parceria dessas! Em comemorações aos 25 anos de Pokémon, Katy Perry, Post Malone e J Balvin se juntaram para fazer um álbum cheio de músicas e clipes inspirados na produção. Uma divulgação de peso, né? De acordo com o IGN, o trio contará com mais um convidado especial, ainda não divulgado.

“Pokémon 25: The Album” é o nome do projeto que será lançado no outono do hemisfério-norte, ou seja, entre setembro e dezembro de 2021!

De acordo com informações da revista People, o projeto de homenagem à franquia do desenho animada ainda contará com um novo programa de música com a Universal Music Group.

Mais detalhes sobre a novidade não foram divulgados, mas já se sabe que o programa contará com ativações globais surpresa ao longo do ano. Katy se mostrou super animada com a colaboração e ainda mencionou sua filha, Daisy Dove Bloom, ao falar da importância do projeto.

“Eu adoro fazer parte de qualquer coisa que seja lúdica e que conte uma boa história e tenha mensagens realmente boas para compartilhar com o mundo. Agora que tenho uma filha, entendo que é muito importante brincar. Esta é uma extensão contínua de quem eu sou.”, disse a artista em exclusividade à People.

Perry também relembrou sua visita ao The Pokémon Café, durante uma viagem ao Japão em 2019: “Eu estava grávida quando estava lá, na verdade, mal sabia! Foi incrível. Trouxe à tona todas essas memórias de infância maravilhosas. Eu vou ao Japão desde os 17 anos todos os anos e sempre realmente amei tudo o que foi criado lá.”

Animadas?

Continue Reading
Advertisement
Combinação de Nomes

Todos os nomes possuem significados e juntos formam uma combinação única!

Digite nos campos abaixo e descubra nos mínimos detalhes.

 
Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

Mais Lidos

Copyright © 2020 - Website produzido por Perfil.com Ltda. Uma parceria de conteúdo Perfil Brasil e Editora Alto Astral. Este site é parceiro do UOL Entretenimento.