Connect with us

Celebs

Mariana e Cauan, da banda JOLT!, contam como foi o processo criativo da música “Mais Um Pouco”

Published

on

Mariana e Cauan Jolt, da banda JOLT!, contam como foi o processo criativo da música "Mais Um Pouco"
Rawpixel/Divulgação

Cauan e Mariana Jolt, da banda JOLT!, estão cada vez mais conquistando o público nacional. Cheios de talento e carisma, os irmãos lançaram recentemente a faixa Mais Um Pouco, que já conta com um videoclipe exclusivo. Lançado nesta quinta-feira (8), os irmãos bateram um papo com a todateen para falar um pouco mais sobre o processo criativo da canção, além de comentarem seus próximos passos.

Desde sempre envolvidos com música, Cauan disse que ela surgiu de maneira muito natural. “Acredito que eu ter vivido a história influenciou nisso! Eu peguei o violão e comecei com aquela melodia energizante e chiclete! E logo ali já sabia que tínhamos que gravar aquela música! Enviamos pro nosso produtor, Mabê e ele curtiu imediatamente, e começamos a trabalhar nela.”, relembrou ele.

O clipe de Mais Um Pouco traz um conceito que se encaixa bastante com o mundo em que estamos vivendo no momento, com a pandemia do novo coronavírus. “Nesse clipe quisemos fazer algo diferente, pois o momento em que vivemos é totalmente novo!”, disseram, explicando como decidiram trazer uma reflexão sobre as relações humanas em tempos de isolamento social.

“Temos esse novo fator em nosso cotidiano hoje, tivemos que mudar a forma de se relacionar, por trás da máscara, do álcool em gel e do distanciamento social. Mas mesmo assim é possível amar, cuidar do próximo é amor. E representamos isso através da parede de plástico que separava nossos participantes e suas diversas formas de amar.”, contaram.

Com a música, os dois querem, sobretudo, mostrar toda a forma de amor, mesmo em tempos adversos. “Amor é amor, independe do corpo, raça, credo e pele! A nossa música é pra todos e o todos podem amar da maneira que quiserem!”, disseram, comentando também sobre a importância da faixa. “Ela é importante pra trazer uma energia boa e positiva em tempos de tantas incertezas no mundo inteiro! Já o clipe traz uma reflexão mostrando que essa nova maneira de amar, através da película de plástico (que representa os cuidados que temos que ter na pandemia) não é uma coisa necessariamente ruim, pois cuidar é amar também! E mostramos isso!”, falaram.

Além disso, a pré-estreia do clipe foi muito importante para os dois, já que aconteceu no Allianz Park. “Foi uma surpresa para nós! Um dos nossos maiores sonhos é um dia fazer um show no Allianz ! E o clipe passar naquele telão enorme, com várias pessoas assistindo é um bom começo! Não é mesmo?”, disseram.

Cauan ainda comentou sobre como tem sido sua experiência de fazer música e se reinventar. “Por mais que seja uma situação desconfortável e delicada, a quarentena nos deu a oportunidade de parar e refletir sobre nossa vida, o mundo e as pessoas em nossa volta. E por este fato acredito que trouxe mais profundidade pra nossa música e nossa arte! Eu pude mergulhar direto no mundo da composição e me dedicar e estudar sobre isso!”, afirmou o cantor.

Para o futuro, os irmãos não param por aqui. “Podemos dizer que esse ano e próximo será cheio de lançamentos e cada um vai trazer uma nova face e surpresa da JOLT!. Estamos passando por várias mudanças, evoluindo e aprendendo e tentando fazer isso com nossa arte também, sempre trazendo o amor como nossa maior mensagem e positividade como essência.”, revelaram.

Abaixo, confira o clipe de Mais Um Pouco:

Continue Reading
Advertisement

Celebs

“Clouds”: tudo o que já sabemos sobre o novo filme da Sabrina Carpenter no Disney+

Published

on

"Clouds": tudo o que já sabemos sobre o novo filme da Sabrina Carpenter no Disney+
Rawpixel/Disney+

Se você amou A Cinco Passos de Você, drama romântico protagonizado por Cole Sprouse e Haley Lu Richardson, é bem provável que o novo filme do Disney+, Clouds. Estrelado por Sabrina Carpenter e Fin Argus, muito provavelmente só vamos poder conferir quando o streaming chegar ao Brasil, no dia 17 de novembro.

Já estamos contando os dias para poder maratonar as novidades e, enquanto a gente ainda espera, a todateen separou para você tudo o que a gente já sabe sobre Clouds!

+ “Bridgertons”: tudo o que já sabemos sobre a produção da Netflix inspirada na série de livros da Julia Quinn

Vem ver!

enredo e trailer

Sabrina é uma artista completa! Depois de mostrar seu talento em Dançarina Imperfeita, original Netflix, a atriz promete arrasar na cantoria nesse próximo filme. Isso porque o enredo da história fala sobre a vida de Zach Sobiech (Fin), um adolescente apaixonado por música,que vive com osteossarcoma, um câncer ósseo raro. No início de seu último ano, ele está pronto para sair da escola e enfrentar o mundo, mas quando recebe a notícia de que a doença se espalhou, ele e sua melhor amiga e parceira de composições, Sammy (Sabrina), decidem passar o pouco tempo que ainda o resta para realizar seus sonhos.

Com a ajuda do mentor e professor de Zach, o Sr. Weaver (Lil Rel Howery), a dupla de amigos tem a chance de conseguir um contrato de gravação. Junto com o apoio de sua namorada, Amy (Madison Iseman) e seus pais, Rob e Laura (Tom Everett Scott e Neve Campbell), o jovem embarca em uma viagem inesquecível sobre amizade, amor e o poder da música. No teaser, vemos um pouco mais do romance entre Zach e Amy, e nos apaixonarmos ainda mais por esses dois, ao som de Wild Life do OneRepublic.

Preparando os lencinhos, check!

Dá só uma olhada:

baseado em uma história real

O roteiro do filme é baseado na vida real de Zach Sobiech, que morreu em 2013, junto com o livro de memórias Fly a Little Higher: How God Answered a Mom’s Small Prayer in a Big Way (Voe Um Pouco Mais Alto: Como Deus Atendeu As Pequenas Orações De Uma Mãe de Um Jeito Bem Grande, em tradução livre), escrito por Laura Sobiech, mãe do jovem.

Zach nasceu em Lakeland, Minnesota, nos Estados Unidos, em 1995. Ele tinha apenas 14 anos quando teve seu câncer diagnosticado, o que fez com que ele tivesse que realizar cirurgias e quimioterapia. Logo depois que ficou sabendo de sua doença, começou a escrever músicas e uma delas, denominada Clouds, viralizou.

A música fala sobre sua batalha contra a doença e ganhou uma grande ênfase da mídia, fazendo com que o vídeo, na época, atingisse a marca de 3 milhões de views (hoje já ultrapassa a marca das 14 milhões). A música virou um hit em vários países, incluindo Estados Unidos, Reino Unido, Canadá e França, aparecendo na lista da Billboard Hot 100 e alcançando #1 no iTunes.

A canção ficou tão conhecida que celebridades como Ashley Tisdale, Colbie Caillat, Anna Faris, Jason Mraz, Sara Bareilles, Jenna Fischer, The Lumineers, Rachel Bilson, Ed Helms e Phillip Phillips se juntaram para produzir um vídeo em homenageando Zach.

sensibilidade e emoção

Dirigido por Justin Baldoni e roteirizado por Kara Holden, Casey La Scala e Patrick Kopka, e com produção executiva de Steve Sarowitz e Wendy Williams, o filme promete nos emocionar – e muito. De acordo com o New York Times, embora a história seja extremamente comovente e, em partes, triste, o filme traz uma atmosfera descontraída junto de momentos dramáticos. Além disso, o site afirma que a trilha sonora é realmente incrível.

Chega logo, Disney+!

Continue Reading

Celebs

Após relatar estupro, Juliana Lohmann lança projeto para mulheres receberem apoio e compartilharem seus depoimentos

Published

on

Após relatar estupro, Juliana Lohmann lança projeto para vítimas receberem apoio judicial e psicológico
Rawpixel/Reprodução

Aviso de gatilho: o texto abaixo aborda assuntos sensíveis. Se você não estiver em um bom momento, deixe a matéria para depois. <3

A atriz Juliana Lohmann publicou, em julho deste ano, uma carta aberta na revista Cláudia relatando ter sido estuprada por um diretor quando tinha apenas 18 anos. Desde então, a atriz tem dado cada vez mais visibilidade para o assunto e agora vai lançar o projeto Mulher Manifesta, que reunirá em um site relatos de mulheres que passaram por situações semelhantes.

+ Campanha #OndeDoi traz relatos de abuso sexual nos consultórios médicos

Nesta sexta-feira (16), em entrevista à colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, Juliana falou um pouco mais sobre a iniciativa. “Entendi que seria muito importante que as mulheres tivessem vozes próprias, e não que uma tivesse voz por várias. Todo o processo que passei para escrever foi longo, durou um mês. Foi importante para que entrasse em contato com tudo o que vivi. Tive sonhos que me fizeram lembrar de coisas. É uma fase importante e desafiadora. E dolorida também”, falou.

“Ao mesmo tempo, senti que, através dessa escrita afetiva, coloquei para o mundo tudo aquilo. As mulheres, quando me procuraram, tinham essa intenção: em alguma medida, levar para alguém o que elas passaram, tirar das profundezas. Não só delas, mas da sociedade. Porque a violência doméstica está nas profundezas da sociedade. Ninguém fala sobre isso.”, disse.

O site será lançado em breve e contará com o auxílio de Marina Ruzi, advogada especializada em direito das mulheres, além de uma análise feita por um psicólogo. “Meu objetivo é que não só a mulher que escreve possa entrar em contato com a dor e conseguir uma voz libertadora, mas que outras sejam atingidas, se identifiquem e pensem em dar um primeiro passo para buscar ajuda. Além disso, é importante trazer para a esfera pública uma discussão do que acontece no âmbito particular. Para que as pessoas não achem que são casos isolados e percebam um sintoma claro da nossa sociedade machista.”, afirmou Juliana.

A artista ainda comentou sobre os diversos julgamentos que recebeu. “Já imaginava que muitas pessoas iam buscar argumentos para fragilizar meu relato, para fazer com que ele não tivesse valor. Mesmo quando a mulher levanta a voz, as tentativas de silenciamento não cessam. Iam falar que eu estava querendo aparecer. Ou: ‘Ela é atriz’. Claro que, quando acontece e você lê, causa uma tristeza, não só por mim, mas pela sociedade. Mas me surpreendi porque a maioria dos comentários foi de apoio. Eu estava super preparada para ser esmagada.”, disse.

Crimes como esse acontecem todos os dias. Segundo um levantamento feito pelo site G1, o Brasil teve um aumento de 7,3% nos casos de feminicídios em 2019. É necessário que, cada vez mais, falemos sobre o assunto para que possamos nos unir.

Se você passar por alguma situação de violência ou testemunhe uma, saiba que o canal 180 é a Central De Atendimento à Mulher. Confira também a lista que a todateen preparou com diversas formas gratuitas de encontrar apoio psicológico aqui.

Continue Reading

Celebs

Julia Joia lança single “Zen” e desmistifica padrões de beleza: “Vamos nos aceitar e nos amar”

Published

on

Julia Joia lança single "Zen" e desmistifica padrões de beleza: "Vamos nos aceitar e nos amar"
Rawpixel/Caio Viegas

Com apenas 19 anos, Julia Joia está com tudo. Nesta sexta-feira (16) a cantora lança seu mais novo single, Zen, que contou com a participação de Bibi, compositora de Desce pro Play (Pa Pa Pa) da Anitta. A música fala sobre autoestima e também vem acompanhada de um videoclipe sensível e motivador, onde a artista desmistifica padrões de beleza e expõe inseguranças pessoais em relação ao seu próprio corpo.

Com exclusividade para a todateen, a carioca contou suas detalhes sobre a faixa. “A mensagem principal de ‘Zen’ é, justamente, dizer que a gente precisa esquecer os problemas. Em alguns momentos, a gente vive rotinas muito estressantes e a gente precisa esquecer desses problemas e dessas nóias da nossa cabeça, tanto com a situação do nosso próprio corpo quanto de problemas de estresse de trabalho.”, contou.

Julia também revelou o que espera desse novo momento. “Essa música representa uma fase diferente. Acho que foi um papo mais maduro da minha da minha carreira. Então eu tô muito ansiosa para ver o que as pessoas vão achar dessa música específico.”, contou. “A sonoridade também é muito diferente. Eu nunca trouxe nada parecido com reggaeton na minha carreira.”.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por JULIA JOIA (@juliajoia) em

Com relação à mensagem principal que a cantora quis passar na música, tudo se volta ao amor. “Vamos nos amar e acreditar que a gente é muito mais que as comparações e as nóias que a gente faz na nossa cabeça, com todas as vidas falsas de redes sociais que a gente vê. Todo mundo tem problemas e vidas reais e situações tristes e de raiva, ninguém acorda plena maquiada e bela. Então vamos nos aceitar, vamos nos amar. Não vamos viver em uma bolha de internet.”, diz.

Dá uma olhada no clipe:

Continue Reading
Advertisement
Combinação de Nomes

Todos os nomes possuem significados e juntos formam uma combinação única!

Digite nos campos abaixo e descubra nos mínimos detalhes.

 
Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

Mais Lidos

Copyright © 2020 - Website produzido por Perfil.com Ltda. Uma parceria de conteúdo Perfil Brasil e Editora Alto Astral. Este site é parceiro do UOL Entretenimento.