Connect with us

Entretenimento

Mariana Rios traz método para alcançar os sonhos em “Basta Sentir”, seu primeiro lançamento literário

Published

on

Primeiro lançamento literário de Mariana Rios traz método para alcançar os sonhos; conheça “Basta Sentir”!
Crédito: Danilo Borges

Nesta segunda-feira (23), Mariana Rios participou de uma coletiva de imprensa para falar sobre seu primeiro lançamento literário, intitulado Basta Sentir. A atriz e cantora que cresceu em Araxá, interior de Minas Gerais, encontrou a possibilidade de escrever um livro durante o período de quarentena e trouxe na obra um guia de como “realizar seus sonhos de maneira simples e prática”.

Mariana descreve seu processo como um “mergulho profundo” em sua trajetória e emoções, já que conta relatos pessoais enquanto fala sobre seu método. “Quando eu percebi que a gente ia ficar um tempo mesmo em casa, que, de fato, isso ia acontecer, eu falei ‘bom, não terei meus shows mais, todos meus trabalhos foram cancelados, então acho que chegou o tempo de escrever meu livro’. E foi aí que eu embarquei nesse novo caminho, porque é muito novo para mim. Eu entendo que as pessoas ainda estão tentando ter uma compreensão maior do que eu estou falando, do que eu quero falar e passar, e é justamente sobre isso que eu gostaria de introduzir”, pontuou.

+ Viaje pela literatura: 10 livros para conhecer o mundo com os personagens
+ PRÊMIO TODATEEN 2020: Melhor Livro
+ Rupi Kaur lança terceira coletânea de poesias; conheça “meu corpo minha casa”

Durante a coletiva, Rios ainda explicou que o método explorado no livro está baseado no fato de que o “pensamento te leva para onde você deseja estar” e que é preciso “mentalizar aquilo que você deseja”“‘Basta Sentir’ é o nome do meu método, que eu aprimorei durante minha vida e eu entendi que eu tinha esse método dentro de mim com 22 anos, quando eu ganhei um livro de presente, um livro de física quântica e de lei da atração. Eu entendi que aquilo que eu fazia, exercitava com minha mente, desde minha infância, eu poderia aprimorar e trabalhar aquilo dentro de mim e conquistar muito mais coisas. E a minha história, é altamente improvável de acontecer. Era altamente improvável de acontecer aos olhos dos outros. Mas aos meus olhos nunca foi”, disse.

“Eu divido isso com as pessoas, qual é a minha maneira de pensar, como eu exercito o meu pensamento e o meu sentir com base naquilo que eu desejo de fato que se realize. É sobre a minha busca de expansão de consciência, de inteligência emocional, a maneira como eu lido com meus problemas, como eu enxergo as dificuldades e como eu faço para tentar me manter em paz de espírito e centrada no que eu realmente desejo e num lugar de positividade e felicidade”, afirmou.

Mariana também contou que passou por todos os sentimentos possíveis ao colocar suas histórias pessoais no papel: “Esse mergulho é muito intenso, porque você passa por todas emoções que você já vivenciou anteriormente. Quando eu começo a contar minha história de vida, todas as coisas que eu passei, de alguma forma você revive aquilo. Então, escrevendo, eu ria, chorava, revisitava momentos, sonhava que ia dormir depois e sonhava que tinha voltado no tempo.”

Quando questionada sobre quais seriam os momentos da sua trajetória que a levaram a entender que “basta sentir” para viver uma vida realizando seus sonhos, Mariana exemplificou com uma história presente no livro. Confira seu relato completo:

“Tudo meu sempre foi desde a infância na base do sentir. Só que ninguém me passou isso, era uma coisa minha então vou te dar exemplos que tem no livro. Eu queria muito muito mesmo ter mais oportunidades de tomar sorvetes de flocos, porque é a coisa que eu mais amo no mundo é sorvete de flocos. E a gente não tinha dinheiro para comprar o sorvete de flocos, porque era 10 reais o pote e não tinha. Então eu ganhava o pote uma vez no ano, que era no aniversário ou no Natal, eu precisava escolher […] E uma vez, com meu pensamento e meu sentimento, isso não era um problema pra mim. Eu falava que um dia eu vou ter uma piscina de sorvete de flocos e eu vou nadar nessa piscina. Eu pensei tanto nisso que eu tive um sonho que eu nadava na piscina da minha escola em Araxá e era do sorvete de flocos. E eu acordei e ria disso. Isso era um sonho que minha família toda sabe, todo mundo sabe com o meu negócio com o tal do sorvete de flocos. Então isso foi sempre um sentimento, de vontade de poder ter dinheiro para comprar um pote de sorvete de flocos, sem ter que esperar o Natal ou aniversário. E eu fui sentindo isso, que eu tinha isso, que isso era meu, que eu poderia e todo sorvete que eu tomava que era mais barato e que não tinha o mesmo sabor eu imaginava que eu estava ali, tomando o tal do sorvete de flocos. Até que um dia, depois que tudo aconteceu na minha vida e eu comecei a minha carreira, um dos primeiros contratos que eu fechei foi com uma marca de sorvete, eu ganhei um freezer inteiro de sorvete de flocos, abastecido por seis meses, fui a primeira embaixadora da marca no Brasil e eu tinha todos os sorvetes de flocos dentro da minha casa, que eu já não estava mais podendo ver sorvete de flocos. Então isso é uma história ‘boba’ aos olhos de muita gente, mas que significa muito para mim. Que é você colocar o seu sentimento como uma vontade tão grande, tão intensa dentro de você, que aquilo faz parte da sua realidade.”

Vale destacar que Mari ainda fez questão de destacar como a todateen fez parte da sua trajetória: “Vocês não têm noção o tanto que a todateen faz parte da minha vida, mas faz muito parte da minha vida. Eu amo essa revista, eu era muito criança e já comprava a revista”. Fofa demais!

Basta Sentir é um lançamento da Editora Planeta e já está disponível para pré-venda. O produto será lançado oficialmente pela Amazon no dia 27 de dezembro, mas leitura pelo eBook Kindle já pode ser feita.

Entretenimento

BBB21: em Jogo da Discórdia, Juliette escolhe Viih Tube como aliada

Published

on

BBB21: em conversa sobre formação do paredão, Juliette dispara sobre sister: "Se eu fosse o público, eu tirava ela"
Reprodução / Globo

Nesta segunda-feira (8), aconteceu mais um Jogo do Discórdia no BBB. De uma forma mais leve, os brothers tinham que escolher alguns nomes para dizer se eram aliados, decepções, saudades ou ameaças.

A primeira parte disso você pode conferir aqui. A segunda começou com Pocah, que colocou sua maior decepção como Gil e a maior saudade como Thais. “A gente tem uma troca muito grande desde o começo do programa”, comentou a cantora, entre lágrimas.

Viih Tube falou que sua maior decepção foi Arthur, enquanto sua maior saudade foi Thaís.

Projota colocou como ameaça João e, como aliado, Arthur. “Desde o primeiro dia, meu maior aliado está do meu lado“, comentou ele.

Thaís colocou Arthur como ameaça. “Ontem eu tive que falar meu voto e ele sabe que ele foi minha opção de voto“, justificou. Enquanto como aliada, colocou Viih. “A gente tem muita conexão“.

Por fim, Juliette colocou Arthur como ameaça. “Não é pela maioria. Eu sempre defendi o caráter e a postura do Arthur. Eu confiei nele, mas ele é uma ameaça aqui. Ele me votou, me coloca em situações em que eu pareço estar errada“. Quanto ao aliado, ela escolheu Viih. “Ela me traz muita força e só reforça o lugar em que sempre estive. Meu lugar nunca foi de muito carinho ou muito acolhimento, meu lugar sempre foi de força“, explicou ela. “Aliado para mim é quem quer me ver bem“.

Continue Reading

Entretenimento

BBB21: em Jogo da Discórdia, Carla diz que Arthur foi sua maior decepção

Published

on

BBB21: Carla Diaz desabafa sobre relação com Arthur: "Posso ter ficado cega"
reprodução / Globo

Nesta segunda-feira (8), aconteceu mais um Jogo do Discórdia no BBB. Dessa vez, os brothers não queriam participar da brincadeira, já que mais cedo haviam recebido uma homenagem por conta do Dia das Mulheres e estavam muito abalados.

Contudo, como a vida não é feita apenas do que queremos, eles tiveram que participar, sim, do jogo. Arthur foi o primeiro, tendo que responder quem era sua maior ameaça e seu maior aliado. Os nomes, respectivamente, foram Gil e Projota.

Caio teve que falar a maior decepção e a maior saudade. “A pessoa que me colocou no paredão [Carla] porque me surpreendeu“, justificou o brother sobre sua decepção. Sobre a saudade, o brother obviamente escolheu o Rodolffo. “Tudo que eu vivi com ele aqui me surpreendeu demais. Eu já era muito fã e você chegar e conhecer, ver que a pessoa que você sempre acompanhou é mais do que isso, é muito bom“.

Carla teve que responder as mesmas coisas e disse que sua maior decepção foi Arthur. “Falta de diálogo e falta de comunicação, porém minha maior saudade também vai ser ele“.

Na vez de João, ele comentou que a maior ameaça para ele é Projota. “Na última semana a gente tem se aproximado mais, mas acho que não posso excluir o que a gente já viveu”. Sobre o aliado, o professor respondeu que é a Camilla.

Fiuk colocou Arthur como maior ameaça e Gil como maior aliado. “Foi a primeira pessoa a me acolher no jogo, ele me fez abrir o olho“.

Sarah contou que a maior decepção dela é Arthur. “Aconteceram algumas coisas aqui dentro que me fizeram duvidar do jogo dele“, disse ela. A maior saudade dela seria Gil. “Ele é minha outra metade aqui“.

Rodolffo também respondeu essa e disse que a maior decepção foi Carla. “Algumas incoerências, tanto ouvidas por outros participantes quanto percebidas diretamente a mim“. Já como saudade, obviamente, ele escolheu Caio.

Gil teve que falar sua maior ameaça, e escolheu Projota. “É um jogador extremamente inteligente. Acredito que ele tenha o domínio e inteligência para reverter situações“. Enquanto a maior aliada é a Sarah. “Ela é minha cola, minha força“.

Camilla escolheu a maior ameaça como a maior ameaça. “Acredito que se ele ganhasse uma liderança, ele poderia me colocar no paredão“, enquanto maior aliado foi João.

Continue Reading

Entretenimento

Exclusiva: Duncan Laurence, dono do hit “Arcade”, explica origem dramática da música

Published

on

Foto por: Paul Bellaart

Se você tem uma conta no TikTok, provavelmente já ouviu a música “Arcade“, do Duncan Laurence. O cantor ficou conhecido por ganhar o Eurovision de 2019, em Israel. O single é de seu primeiro álbum, intitulado Small Town Boy.

Em entrevista exclusiva à todateen, o artista contou a história dramática por trás de sua música de sucesso, falou sobre sua parceria com Fletcher e ainda contou que sente vontade de conhecer o Brasil. Confira:

Quando você percebeu que a música tinha virado hit?

Um dia, meu produtor me ligou e falou “Acho que você precisa dar uma olhada no TikTok porque tem algo acontecendo com ‘Arcade’” e quando eu vi, eram fãs de Harry Potter usando a música para criar novas cenas. Eu sou muito fã da saga, então me senti honrado em fazer parte disso. É uma comunidade muito grande. E, depois disso, percebi que era uma trend. Continuou crescendo e mais pessoas começaram a ouvir. Foi muito legal ver tudo isso acontecendo. Foi muito inspirador ver tantos vídeos criativos e pessoas interpretando a música da forma delas.

Você imaginava que esse sucesso pudesse acontecer com suas músicas?

A coisa que eu acho mais difícil, atualmente, é não saber se a música vai ser tornar um hit, porque isso quem decide são as pessoas. Por exemplo, ‘Arcade’, foram as pessoas no TikTok quem decidiram usar. E a partir daí, mais pessoas começaram a ouvir e se conectar com a canção. Honestamente, acho que hoje em dia é sobre a história. Isso se conecta com as pessoas? Se sim, acho que será ouvida por muita gente. Mas resumindo, não, eu não tinha ideia de que faria esse sucesso quando eu estava escrevendo atrás do meu piano empoeirado.

E por falar no processo de criação, qual é a história dessa música?

Eu a escrevi há alguns anos, talvez há quatro ou cinco, e peguei a história de uma amiga minha, que morreu tragicamente. Ela era um pouco idosa, era uma amiga da família, e tinha o amor da vida dela. Porém, eles haviam se divorciado há alguns anos e, infelizmente, quando ela morreu, ele não foi se despedir.

O que me marcou é que, mesmo no leito da morte, ela continuava olhando para a porta e esperando ele chegar, mas isso nunca aconteceu. Então, eu prometi a mim mesmo, quando ouvi essa história, que não deixaria o amor dela morrer. Eu queria transformar isso em algo bonito, e foi como comecei ‘Arcade’. Adicionei também um pouco das minhas experiências, porque cresci em uma cidade bem pequena e só depois fui para uma cidade maior. A história dela está viajando o mundo e sendo ouvida por muita gente e acho que tem um pouquinho dela nisso.

E como aconteceu a parceria com Fletcher?

Fletcher trabalhava com a mesma equipe que eu nos Estados Unidos e eu estava ouvindo muita coisa sobre ela, me inspirando muito. Ela apoia bastante as pessoas Queer e toda a vibe dela é tão boa… é uma mulher maravilhosa para ouvir, ela é muito talentosa. Então, o momento que ela me chamou e falou que seria legal ter um verso em ‘Arcade’ eu fiquei tipo: ‘Sim, por favor, faça o mais rápido possível’, porque eu adoro ela. Então, a gente combinou nossos dois mundos juntos e eu achei um processo legal. Eu estava cantando há um tempo já, mas ter uma pessoa nova que se atrai tanto por seu trabalho e poder misturar as coisas foi muito legal. Mal posso esperar para mais duetos e colaborações com outros artistas.

E agora que fez tanto sucesso, se sente pressionado para os próximos lançamentos?

Eu não posso mentir, então sim, eu me sinto pressionado, mas de um jeito bom. Minha música está sendo ouvida e as pessoas estão gostando. Muita gente tem falado sobre a letra e a melodia, e são coisas que eu foco muito quando estou escrevendo. Então, tem a pressão, mas acho que é mais de um jeito animado, estou entusiasmado para lançar mais coisas. No fim, eu vou fazer música que eu acredito e acho boa.

E, para terminar, o que você acha do Brasil? 

Eu amo o Brasil! Ouço muita coisa sobre vocês, mas infelizmente nunca visitei. Na verdade, eu nunca saí da Europa, exceto por Los Angeles, nos Estados Unidos. Mas eu ouço muito sobre como a tradição musical de vocês é linda. Então, o que eu adoraria fazer se visitasse o país seria beber uma boa taça de vinho, cerveja ou qualquer outra coisa na rua, comer uma comida maravilhosa e sair, me divertir. Porque eu sei que tem muita coisa bonita aí.

Continue Reading
Advertisement
Combinação de Nomes

Todos os nomes possuem significados e juntos formam uma combinação única!

Digite nos campos abaixo e descubra nos mínimos detalhes.

 
Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

Mais Lidos

Copyright © 2020 - Website produzido por Perfil.com Ltda. Uma parceria de conteúdo Perfil Brasil e Editora Alto Astral. Este site é parceiro do UOL Entretenimento.