Connect with us

Entretenimento

Mulheres na política: por que há pouca representatividade feminina?

Saiba o que devemos fazer para ter mais girl power no governo!

Published

on

mulheres na política

A gente sabe que é muito importante praticar o girl power em todas as áreas, inclusive na política. As mulheres representam mais da metade da população brasileira (51,5% em 2017, de acordo com o IBGE), mas sabia que ainda são minoria nos cargos políticos? O Brasil ainda tem pouquíssima representatividade de mulheres na política, e, para entender isso, conversamos com duas cientistas políticas sobre o assunto.

Saiba por que existem poucas mulheres na política e o que devemos fazer para mudar isso:

Por que existem tão poucas mulheres na política?
Mayara Rachid, graduanda em Ciências Sociais, esclarece que as mulheres só puderam entrar na política em 1933, quando Carlota Pereira de Queiróz foi a primeira a ocupar uma vaga no Congresso brasileiro. Ou seja, a representatividade feminina teve um início bem tardio.

Além disso, “a desigualdade que existe na política reflete a desigualdade que as mulheres enfrentam em outros campos“, explica Verônica Devá, pesquisadora na área de gênero e política. Ela afirma que os cargos de liderança são pouco ocupados por figuras femininas, pois vivemos em uma sociedade em que as pessoas estão acostumadas a pensar que as mulheres não são capazes de assumir responsabilidades que são associadas aos homens. Verônica também diz que as mulheres são pouco educadas e incentivadas a ir para esses cargos políticos importantes e disputar com os homens e, por isso, não se candidatam; logo, não são eleitas.

Quais são os efeitos dessa baixa participação das mulheres na política?
“Só é capaz de formular políticas públicas quem possui real vivência e conhecimento dos problemas de um determinado grupo. Se houvesse maior representatividade no Congresso, com certeza as pautas femininas ganhariam maior força”, explica Mayara.
Verônica ainda acrescenta exemplos que não possuem tanta atenção, como leis mais rígidas que garantem a segurança da mulher e até programas de acolhimento para mulheres em situação de violência.

“Deixar a salvação do mundo para os homens? Eu acho que não.”

Como esse quadro de baixa liderança feminina poderia ser mudado? Quais medidas seriam ideais?
Verônica Deviá explica que isso deveria ser feito com a ajuda da lei que exige que todo partido político tenha, no mínimo, 30% de candidatas mulheres. Mas, infelizmente, parece que essa medida não tem ajudado muito, já que vários partidos colocam candidatas “laranjas”, ou seja, inscrevem mulheres sem elas saberem só para cumprir as cotas.

O importante é incentivar as mulheres a ocupar esses espaços de debate, e é responsabilidade das mulheres que já estão na liderança acolher outras mulheres. O nosso papel é votar em candidatas que apoiam as pautas femininas, bora colocar isso em prática?

Algum dia será possível ter um número parecido de homens e mulheres nos cargos políticos?
“É difícil fazer afirmações a longo prazo, mas se cada um assumir seu papel na cidadania e se as mulheres entenderem o quanto é importante e necessário lutar por um lugar de representação na política, certamente é meio caminho andado”, diz Mayara Rachid.

Depois do primeiro turno das eleições de 2018, o percentual de mulheres eleitas para a Câmara cresceu de 10% para 15%. Ainda estamos distantes do ideal, mas já é um primeiro passo, né? Vamos continuar votando em candidatas que representam as questões femininas importantes para todas as mulheres?

Consultorias: Mayara Rachid, graduanda em Ciências Sociais com ênfase em política pela Unicamp e integrante do Observatório das Eleições
Verônica Deviá, mestra em Relações Internacionais pela USP e pesquisadora de Estudos de Gênero e Política do Departamento de Ciência Política da USP

Entretenimento

Namorado de Ariana Grande aparece em vídeo promocional de “Rain On Me”

Published

on

Reprodução / Youtube

Na sexta-feira (22), Lady Gaga Ariana Grande lançaram uma parceria inédita intitulada como Rain On Me. Obviamente a música foi um sucesso e muita gente comentou. Entre os famosos, até Terry Crews fez um vídeo dançando ao som dela. Mas não é por isso que a divulgação pode parar.

Na terça-feira (26), as duas divas divulgaram um pequeno vídeo para promover ainda mais a música. Nele, Lady Gaga e Ariana aparecem como duas meteorologistas. Mas o que chamou atenção mesmo é que não foram só as duas que apareceram… o namorado de Ari, Dalton Gomez, também apareceu! Ele foi responsável por segurar uma mangueira para fingir que estava chovendo onde a cantora gravou.

Confira:

Continue Reading

Entretenimento

Polícia abre inquérito para investigar fake news contra Ludmilla

Published

on

Polícia abre inquérito para investigar fake news contra Ludmilla
Reprodução/Instagram

De acordo com o jornal Extra, a Polícia Civil do Rio de Janeiro abriu um inquérito para investigar as acusações de que Ludmilla teria traído a esposa, Brunna Gonçalves. A cantora deu entrada no processo nesta segunda-feira (25). Os boatos se espalharam neste domingo (24), quando um perfil no Twitter divulgou falsas mensagens de que a cantora teria um caso de longa data.

“Estou indo à delegacia para tomar as atitudes cabíveis sobre o caso que está acontecendo na internet. Eu não ia falar nada, porque eu geralmente cago para essas mentiras. Só que eu estou de quarentena, não tenho nada para fazer, e quanto mais você caga para essas coisas, as pessoas acham que têm direito de ficar inventando mentira e falando merda por trás de um fake”, disse Lud nos stories do Instagram.

Em seguida, a funkeira afirmou que as pessoas precisam pagar por atos irresponsáveis na internet.

“E hoje eu vou provar para essas três pessoas que elas não podem fazer isso, que a internet não é terra de ninguém, é terra de gente, sim. Eu estou indo na delegacia agora e as pessoas têm que começar a ter mais cuidado para mexer na internet. Sabe usar? Boa. Não sabe usar? Tchau, vai ter que pagar por isso”, disparou.

entenda

Após rumores que circularam no Twitter de que Ludmilla teria traído a esposa, a dançarina e digital influencer Brunna Gonçalves, a assessoria da cantora disparou um comunicado negando a história. É que um perfil da rede social compartilhou falsas mensagens, afirmando que Lud teria um caso há mais de um ano.

Após rumores que circularam no Twitter de que Ludmilla teria traído a esposa, a dançarina e digital influencer Brunna Gonçalves, a assessoria da cantora disparou um comunicado negando a história. É que um perfil da rede social compartilhou falsas mensagens, afirmando que Lud teria um caso há mais de um ano.

“A cantora esclarece através de sua assessoria de imprensa que o conteúdo a respeito dos supostos diálogos envolvendo duas mulheres que, de forma indevida usam seu nome, são inverídicos”, começa a nota.

O comunicado ainda afirma que o casamento de Lud anda muito bem, obrigada, e que não haverá mais pronunciamentos sobre falsas acusações.

“A cantora está muito bem casada e focada em seu mais recente lançamento, o EP Numanice. Ludmilla e sua equipe não irão mais comentar as falsas afirmações feitas por perfis de haters na internet, cabe as supostas autoras das mensagens esclarecerem seu conteúdo e não a artista comentar fakenews. Lembramos ainda que difamação nas redes sociais pode ser configurado como crime virtual”.

Continue Reading

Comportamento

Entrevista: Any Gabrielly revela detalhes da sua quarentena e gravações para o Now United feitas de casa

Published

on

Reprodução / Instagram

Any Gabrielly é a representante do Brasil no Now United. Mesmo em quarentena, o grupo não para de produzir conteúdo, incluindo videoclipes, canções e vídeos bem divertidos. Além de todo esse trabalho, Any também tem tirado um tempo para dar entretenimento exclusivo aos seus fãs. Entre aulas de canto e treino de coreografias, a cantora tem apresentado seu próprio live show com convidados especiais.

+ Entrevista: Any Gabrielly, do Now United, fala sobre o impacto positivo de sua fama para as garotas

+ Now United: “Dana Dana” ganha clipe gravado à distância com edição incrível!

Para saber um pouco mais sobre o trabalho dela em quarentena, a todateen conseguiu um pouquinho do tempo de Any. Perguntamos para a artista como está sendo cumprir o isolamento social e dar conta de tantas tarefas.

 

todateen: Como está sua rotina na quarentena?

Any Gabrielly: Sinto que estou mais ocupada do que o normal, tem bastante projeto rolando e ao mesmo tempo quis aprender tudo que não sabia! Estou fazendo aula de espanhol, canto, violão e libras. Mesmo com tudo isso ainda arranjo um tempinho pra relaxar e não pirar (risos).

tt: Com quem tem passado o isolamento social? O que vocês gostam de fazer juntxs?

A: Estou passando o isolamento com a minha mãe e irmã! E curtimos bastante assistir algumas coisas juntas, fazer festa ao som das lives dos artistas, cozinhamos e sempre procuramos fazer coisas diferentes!

tt: Você tem se sentido mais ansiosa nesta quarentena? 

A: Sim, extremamente! Me cobro muito para ser produtiva sempre e acabei me pressionando demais. A forma que encontrei para controlar a ansiedade foi realmente tirar um momento do dia para mim mesma. Tomar um sol, ler um livro, cantar uma música que gosto ou qualquer outra coisa que me faça esquecer tudo e só viver o momento. Inclusive vim para o sítio da minha família que estava vazio, porque a cidade estava me fazendo bem mal.

tt: Sobre o clipe de Dana Dana: houveram chamadas de vídeo com a equipe de coreografia ou você teve que seguir um tutorial com os novos passos?

A: Dana Dana já tem coreografia há muito tempo, nós apresentamos o número na “Dreams Come True Tour”! Só tivemos que planejar algumas coisas juntos e relembrar tudo direitinho, mas foi um processo mais tranquilo.

tt: Qual o maior desafio de gravar um clipe de casa?

A: A questão de nem todo mundo ter pessoas para ajudar. Às vezes é necessário uma câmera, dois celulares, um computador, tripé, luz… Para quem mora com poucas pessoas em casa fica bem difícil comandar tudo isso.

tt: Como foi o processo de gravação da canção? 

A: Dana Dana já existe há muito tempo e gravar foi muito divertido, porque a música é de uma outra cultura, as melodias têm um formato bem diferente e foi legal explorar coisas novas.

tt: Gostou do resultado final?

A: Sim! E foi muito legal ter a Savannah, novo membro da Austrália, cantando na música.

tt: Podemos esperar mais clipes ou canções inéditas nos próximos dias?

A: Estamos gravando bastante conteúdo, é só acompanhar pra não perder nadinha.

tt: O Now United está fazendo vários conteúdos divertidos para a quarentena. Qual o seu preferido?

A: Amo os vídeos a distância com interação que fazemos, é sempre muito divertido planejar tudo!

tt: Você também tem investido em lives no seu Instagram. Qual convidadx mais te surpreendeu?

A: Todos foram incríveis, mas foi muito legal poder conversar com a Leigh-Anne Pinnock, do grupo Little Mix! Sou muito fã.

tt: Alguma indicação de filme, livro ou série?

A: Indico séries leves! Nesse momento ficar triste não é a melhor vibe, então indico a série Friends. É muito engraçada e faz referência a muitas coisas do dia a dia.

tt: Você já chegou a fazer reclamações sobre pessoas que estão furando a quarentena, e como sabe, no Brasil muitos têm questionado o isolamento social. O que você tem a dizer sobre a importância de ficar em casa, apesar de todo o desentendimento político?

Esse momento realmente nos mostrou que nossas ações refletem sim na vida do próximo e ficar em casa é um ato de amor, um ato de respeito à vida. Então quem puder, fique em casa!

Continue Reading
Advertisement
Combinação de Nomes

Todos os nomes possuem significados e juntos formam uma combinação única!

Digite nos campos abaixo e descubra nos mínimos detalhes.

 
Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

Mais Lidos

Copyright © 2020 - Website produzido por Perfil.com Ltda. Uma parceria de conteúdo Perfil Brasil e Editora Alto Astral. Este site é parceiro do UOL Entretenimento.