Connect with us

Cinema e TV

Precisamos falar sobre Friends: da misoginia à gordofobia, o que aprendemos 26 anos depois

Published

on

Precisamos falar sobre Friends: da misoginia à gordofobia, o que aprendemos 26 anos depois
Divulgação/Montagem

Friends é uma das séries mais amadas de todos os tempos. Completando 26 anos desde que o primeiro episódio foi ao ar, em 1994, o sitcom ainda tem uma enorme influência por parte do público.

“Friends fez o sucesso que fez por causa da construção de cada um de seus personagens principais. Todos eles tinham falhas de personalidade, mas como grupo, era unido e consistente”, afirma Paulo Gustavo Pereira, jornalista especializado em séries de TV.

Além disso, Paulo ainda explica que o sitcom foi revolucionário, já que quando algum dos personagens possuíam algum problema moral sério, todos tentavam ajudar – mesmo indo contra suas próprias personalidades.

“Para uma comédia de costumes isso era algo muito raro, mas muito comum em séries dramáticas de tribunais, médicos e policiais”, explica.

Com referências a clássicos como Miami Vice (série de televisão americana famosa na década de 1980) e participação de astros como Gary Oldmann e Reese Witherspoon, Friends veio preencher uma lacuna importante deixada por Seinfeld – transmitida pela primeira vez em 1989.

“Não são séries iguais enquanto estrutura, mas seus personagens sempre tiveram um pé na desarmonia, com problemas de integração social que beiravam a neurose mental. Em Friends, essa questão é amenizada como se fossem americanos típicos de classe média, que descobrem a amizade como forma de entender a sociedade do final do século passado”, analisa o jornalista.

No entanto, é natural que a percepção de alguns aspectos – antes considerados como meras piadas – mude com o tempo. Com um público moderno e mais engajado, algumas formas de comédia são vistas como gordofóbicas, racistas e preconceituosas em geral. Por isso, mesmo amando Friends, é super necessário entender que, por ter sido feito em outra época, existem pontos que para os moldes atuais, envelheceram mal.

gordofobia

Um dos pontos mais problemáticos é a representação do passado de Monica Geller como gorda: a personagem, vivida por Courteney Cox, era constantemente motivo de piada entre os amigos por conta de seu peso. A “Monica gorda” foi uma versão que serviu para perpetuar o estereótipo de pessoas com sobrepeso no audiovisual, vistos sempre como os engraçados e piadistas – mas principalmente aqueles que são incapazes de estar em um relacionamento amoroso.

amamentação

O seriado também retrata a relação dos homens com a amamentação de uma forma bastante infantil. No episódio em que Carol Willick (Jane Sibbett), primeira esposa de Ross Geller (David Schwimmer), está amamentando o seu bebê, Chandler Bing (Matthew Perry) e Joey Tribbiani (Matt LeBlanc) são totalmente desrespeitosos e ficam com nojo do leite materno.

assédio

Chandler e Joey – adorados pelos fãs da série -, objetificam corpos femininos em diversos momentos, além de fazerem comentários inconvenientes e bastante desrespeitosos às mulheres. Ao refletirmos sobre algumas das piadas proferidas, percebemos como certos apontamentos deles reforçam o machismo e a misoginia.

transfobia

A história de Helena Handbasket (Kathleen Turner, atriz cis), o pai de Chandler que se assumiu trans, é tratada de forma super preconceituosa – principalmente quando se diz respeito à reação dos personagens, que sempre fazem piadas sobre o assunto. Um dos episódios em que mais podemos ver isso é no casamento de Monica e Chandler, quando todo o resto dos amigos fica zombando da aparência de Helena.

Confira o antes e depois do elenco de Friends!

A própria criadora da série, Marta Kauffman, já afirmou, em entrevista ao jornal USA Today, que se não se orgulha da forma como as coisas foram conduzidas. “Acho que na época não tínhamos muito conhecimento sobre pessoas trans, e não tenho certeza se usamos os termos apropriados. Esse é o meu maior arrependimento”, contou.

misoginia e machismo

Ross – não só pela história do “estávamos dando um tempo” – é um dos personagens mais controversos em Friends. É possível analisar diversos comportamentos problemáticos quando falamos da relação dele com o filho, Ben. Quando o garoto começa a se interessar por brinquedos visto como “femininos”, como bonecas, vemos machismo e homofobia presentes nas falas do pai – que com medo do filho “virar gay”, incentiva o menino a brincar com brinquedos mais “masculinos”.

Outro problema frequente endossado pela série, são os estereótipos de gênero. Ross, quando descobre que a babá do filho é um homem, logo deduz que o profissional só pode ser gay, já que a tarefa de cuidar de uma criança, para ele, é totalmente ligada à feminilidade.

masculinidade tóxica (e frágil)

Uma outra piada super frequente em Friends, é o fato de Chandler estar constantemente preocupado com a imagem que está mostrando para as pessoas – além de sempre tentar enfatizar sua masculinidade na frente dos amigos.

+ Teste: quem é você em Friends?

São por essas e outras que é necessário sempre analisar e refletir sobre os conteúdos que consumimos. Mesmo em uma série histórica como essa, a época, os valores e as ideologias dos profissionais envolvidos na produção sempre irão transparecer através de um discurso. Por isso, é possível que consigamos apreciá-las, sempre tendo consciência de que algumas coisas não fazem mais sentido (ainda bem).

Aproveitando o mood séries, que tal relembrar 10 personagens poderosas da TV e Netflix? Dá o play, mana!

Cinema e TV

Harry Potter: 8 itens inspirados no bruxinho mais famoso do mundo

Published

on

Reprodução/Amazon

Se você – assim como nós – é fascinada por Harry Potter, esse é o seu momento! Preparamos uma lista super especial recheada de itens incríveis inspirados em uma das sagas mais queridinhas do mundo. Dá uma olhada:

1. Harry Potter: Marauder’s Map Lock & Key Diary 

Reprodução/Amazon

2. Mochila Harry Potter 

Reprodução/Amazon

3. Harry Potter: Fawkes Softcover Notebook 

Reprodução/Amazon

4. Dobble Harry Potter 

Reprodução/Amazon

5. Quadro Pôster Harry Potter 

Reprodução/Amazon

6. Eu Sou…? Harry Potter, Brinquedos Estrela 

Reprodução/Amazon

7. Blusa Moletom Canguru Óculos Harry Potter

Reprodução/Amazon

8. Funko POP! Harry Potter 

Reprodução/Amazon

 

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com o site da Amazon. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a TodaTeen pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/3a1r1fa

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3d11kxr

Continue Reading

Cinema e TV

Filmes da Sony, com Camila Cabello, Finn Wolfhard, Tom Holland e mais, ganham novas datas de lançamento

Published

on

Filmes da Sony, com Camila Cabello, Finn Wolfhard, Tom Holland e mais, ganham novas datas de lançamento
Divulgação / Sony Pictures

A pandemia do novo coronavírus atrapalhou o cronograma de diversas produções audiovisuais, incluindo os próximos grandes lançamentos da Sony Pictures. O estúdio anunciou novas datas de lançamento para “Cinderella“, estrelado por Camila Cabello, bem como “Ghostbusters: Afterlife“, com Finn Wolfhard (de “Stranger Things“) e “Uncharted“, protagonizado por Tom Holland.

A notícia boa vai para os fãs da ex-Fifth Harmony, já que o reboot de “Cinderella” chega durante o próximo verão norte-americano, no dia 16 de julho. A nova versão dos caçadores de fantasma, estrelada pelo ator que também arrasa na série sobre o mundo invertido, estava prevista para 11 de junho e agora chega aos cinemas em 11 de junho. O filme com Tom Holland, porém, agora terá sua estreia apenas em 11 de fevereiro de 2022.

Originalmente programado para ser lançado em 5 de fevereiro, “Cinderella”, é dirigido por Kay Cannon, com produção de Nicholas Galitzine, além de Idina Menzel, Billy Porter, Maddie Baillio e Pierce Brosnan no elenco.

Continue Reading

Cinema e TV

Gravações de novo reality show da Netflix começam no Rio de Janeiro, diz colunista

Published

on

Gravações de novo reality show da Netflix começam no Rio de Janeiro, diz colunista
Divulgação / Netflix

De acordo com o colunista Fefito, do portal UOL, a Netflix está mesmo investindo em produções no Brasil, e além de filmes e séries nacionais, chegou a vez dos realities! Além do Queer Eye Brasil e Casamento Às Cegas, que já haviam sido anunciados pelo streaming, a empresa está produzindo uma segunda temporada do The Circle Brasil e uma versão brasileiríssima de Brincando com Fogo.

O colunista afirma que as gravações do programa em que as pessoas não podem ter contato caliente começaram na última semana, no litoral carioca. A ideia é que os participantes passem por testes de resistência calorosas em meio a um isolamento no Rio de Janeiro.

A data de lançamento ainda não foi divulgada.

Maisa na Neftlix

Pai em Dobro chega ao catálogo da Netflix nesta sexta-feira (15) para aquecer o seu coração. Com o roteiro assinado pela escritora Thalita Rebouças, este é o primeiro filme protagonizado por Maisa para a plataforma de streaming e conta com outros grandes nomes no elenco, como Eduardo Moscovis e Marcelo Médici.

A estreia da nossa querida prima no serviço traz a história de Vicenza, uma jovem que cresceu com sua mãe (Laila Zaid) em uma comunidade hippie. Ao completar 18 anos, a personagem foge para o Rio de Janeiro com o objetivo de descobrir a verdadeira identidade de seu pai. Porém, o que ela não esperava era se deparar com dois possíveis pais.

Com essa proposta como o motor da trama, Pai em Dobro conta com vários elementos que enriquecem ainda mais a narrativa. E o principal deles é a forma pela qual o Brasil é evidenciado. Vicenza descobre que os dois possíveis pais se relacionaram com sua mãe durante um Carnaval do passado – e essa comemoração é algo que permeia todo o longa.

Com uma estética muito colorida, paisagens do Rio de Janeiro de tirar o fôlego e uma trilha sonora marcante, o filme introduz na Netflix um Brasil visto a partir das várias alegrias causadas pelo Carnaval. Pela musicalidade e blocos de rua, a produção mostra o quanto essa celebração nacional gera consequências na vida das pessoas.

E, para os amantes do Carnaval, é muito gostoso acompanhar toda essa felicidade diante de um panorama tão difícil como o que vivemos agora, com a pandemia.

Outra questão explorada em Pai em Dobro é a relação que Vicenza cria com os possíveis pais. Em uma jornada de autoconhecimento na busca por suas origens, Vicenza nos faz refletir muito sobre as conexões que criamos uns com os outros –  deixando claro que “ser pai” ou “ter uma família” é algo que vai além dos nossos laços sanguíneos.

Mas esse lado mais dramático do filme ocorre paralelamente aos vários momentos engraçados da história. Como a protagonista cresceu em uma comunidade afastada da cidade, sua passagem pelo Rio de Janeiro fica ainda mais interessante. Isso pois temos os olhares de Vicenza como lentes para enxergarmos esse novo mundo, repleto de elevadores e escadas rolantes – que encantam muito a personagem rs.

Com participações de Thaynara OGFafá de Belém e outros nomes incríveis no elenco, Pai em Dobro vai te emocionar, proporcionar umas boas risadas e ainda te fazer refletir sobre os laços que você cria com as pessoas ao seu redor. Vale destacar que a todateen teve a oportunidade de entrevistar a roteirista e os protagonistas dessa história apaixonante. Confira o bate-papo completo:

Continue Reading
Advertisement
Combinação de Nomes

Todos os nomes possuem significados e juntos formam uma combinação única!

Digite nos campos abaixo e descubra nos mínimos detalhes.

 
Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

Mais Lidos

Copyright © 2020 - Website produzido por Perfil.com Ltda. Uma parceria de conteúdo Perfil Brasil e Editora Alto Astral. Este site é parceiro do UOL Entretenimento.