Connect with us

Entretenimento

Entenda a relação entre as mulheres e os sapatos

Published

on

Quando você olha um par de scarpins de Louboutin, você sente um frio na barriga ou um arrepio por todo o corpo? A paixão feminina por sapatos vai muito além do consumismo e chega a ser uma relação de afeto com base em dados históricos e comportamentais.

Apesar de não existirem evidências científicas, atualmente alguns estudos comprovam por que as mulheres são tão obcecadas por sapatos. Veja mais sobre essa história!

sapato-sola-vermelha

Paixão da cabeça aos pés

Não é de hoje que as mulheres mantêm uma relação de “amor perfeito” com os sapatos. Lá no século XVIII, a rainha francesa Maria Antonieta já exibia uma coleção invejável de pares e modelos, mas por aqui eles só ganharam importância com a chegada da corte de Dom João VI, em 1808.

O tempo passou e os sapatos foram se modificando, hoje existem inúmeros tipos, cores e texturas para todos os gostos e bolsos, aumentando ainda mais nossa fissura por eles!

Ivana Ramos, estudante de nutrição e amante de sapatos, admite que tem mais de 40 pares e que prefere comprar sapatos a comprar roupas. “Quando compro um sapato, sinto como se tivesse comprado uma nova mulher. A cada par e modelo, é uma personalidade diferente que surge”, conta.

 

Por que amamos tanto os sapatos?

Assim como Ivana, para muitas mulheres o sapato passa a ser um componente tão ou mais importante que a própria roupa. Um par de saltos, por exemplo, tem a capacidade psicológica e simbólica do poder, elegância e sensualidade.

Um estudo realizado pela agência Giacometti Comunicação revela que existe um processo emocional comum entre as mulheres e o consumo: primeiro é o hábito aspiracional (quando se deseja comprar), o segundo é chamado de drivers (sensação de prazer durante o ato da compra) e o terceiro é o hábito do próprio uso diário. Todo esse processo constitui a paixão por compras, inclusive a de sapatos.

Para o neurocientista indiano Vilayanur Ramachandran, diretor do Centro do Cérebro e da Cognição da Universidade da Califórnia e autor do livro Fantasmas do Cérebro, a explicação pode estar na proximidade entre os circuitos neurais que são relacionados à nossa imagem corporal.

“Ele (o neurocientista) explica que as áreas do cérebro associadas aos órgãos genitais e aos pés estão muito próximas, sendo facilmente estimuladas entre si” comenta Iracema Teixeira, doutora em psicologia e especialista em educação sexual. A princípio, isso explicaria a relação fetichista entre os pés e a sensualidade.

 

Comportamento afetivo x sapatos

No imaginário social, os sapatos possuem uma estreita relação com a sedução. Logo, os modelos que valorizam os pés e a postura feminina acabam por estimular a sensualidade e aumentam a autoestima da mulher.“A oferta de diferentes formatos, cores e estilos apontam para um grande valor estético, tanto quanto a vestimenta”, explica Iracema.

O ato de beijar os pés, como lembra a psicóloga, representa veneração. Era um hábito muito comum na antiguidade e está presente nas parábolas bíblicas, o que mostra que essa parte do corpo tinha grande importância e respeito.

A pesquisa da agência Giacometti sugere que os sentimentos experimentados pela mulher no momento da compra de um sapato é o desejo de ficar mais atraente e de ser reverenciada, e não devido à funcionalidade do objeto.

O estudo também diz respeito à frequência de compra: estima-se que as mulheres adquiram um novo sapato por mês, no mínimo. “Daí o mercado ser tão forte, com vitrines chamativas e atraentes”, comenta a psicóloga.

mulher-vestindo-sapato

Saltos deixam qualquer mulher sexy

O salto alto surgiu na corte francesa do século XVII e foi Luís XIV quem “encomendou” o primeiro par de sapatos altos. A história conta que o monarca tinha 1,60m de altura e queria aumentar sua estatura para impor mais austeridade. Ficou tão célebre que o tipo de salto foi batizado com o seu nome e, mais tarde, começou a ser usado pelas mulheres da corte.

Até o final do século XVIII os sapatos de salto alto eram usados pela nobreza. Porém, com a revolução francesa, o uso dos saltos foi praticamente proibido como forma de banir a aristocracia. “Somente as prostitutas dos ricos bordéis franceses usavam, e eram as mais solicitadas”, conta a psicóloga. Somente no século XIX foi quando os Estados Unidos começaram a fabricar os sapatos de salto.

De fato, quando uma mulher está de salto, sua postura corporal fica diferente (e atraente!). Reparem que a silhueta fica ligeiramente inclinada para frente, empinando o bumbum e acentuando os seios, ou seja, logo as partes do corpo feminino que possuem uma forte estimulação erótica.

Com isso, a tara por saltos passou a ser compartilhada também com os homens, que ficam enlouquecidos quando veem um belo par de pernas com salto agulha, por exemplo. “Algumas pesquisas calculam que aproximadamente 30% da população masculina mundial sente fascínio por sapatos femininos. Já mostrava o príncipe fascinado pelos sapatinhos de cristal da Cinderela”, conta Iracema.

 

Costumes antigos marcaram a relação das mulheres com os sapatos

Os povos antigos também possuem suas histórias de amor e obsessão das mulheres com seus sapatos. Os costumes explicam a importância do sapato na vida delas e a forma como eram usados revelam hierarquia, beleza e intenções secretas. Confira:

Passos elegantes: há 1200 anos, na China, as sapatilhas chinesas eram usadas pelas mulheres desde a infância. Seu tamanho era de oito centímetros e levava os pés a atrofiarem, forçando um caminhar curto e lento.

Siga-me: na Grécia Antiga, as cortesãs usavam sandálias com pequenas tachas presas às solas. Estas marcavam o solo como sugestão para serem seguidas.

Sou rica: no Egito, somente as mulheres de classe alta usavam sapatos. E eles eram feitos com pedrarias e bordados em ouro.

Anti-fuga: no século XV, só mulher rica e bem sucedida em Veneza usava salto alto. Além de ser um símbolo de status econômico e social, a história explica que o salto foi projetado pelos maridos como forma de dificultar o deslocamento delas e ter maior controle.

 

Texto: Larissa Faria e Janaína Ferraz
Consultoria: Iracema Teixeira, doutora em psicologia, psicoterapeuta formativa, mestre em sexologia clínica e especialista em educação sexual . Site: www.iracemateixeira.com.br

Fotos: Thinkstock/Getty Images

Advertisement
1 Comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

BBB21: equipe de Thaís fala sobre sister no Jogo da Discórdia: “Nunca foi boa com expressão falada”

Published

on

BBB21: equipe de Thaís fala sobre sister no Jogo da Discórdia: "Nunca foi boa com expressão falada"
Divulgação/Globo

Na noite desta segunda-feira (2) aconteceu mais um Jogo da Discórdia no BBB21. O papo entre os brothers foi palco para João Luiz afirmar que Projota é duas caras, Rodolffo questionar o comportamento de Carla e ainda Lumena cair no choro durante o programa ao vivo. Porém, a postura de Thaís também chamou a atenção do público durante a dinâmica.

A sister foi alvo de memes e críticas por ter dificuldades de se expressar e desenvolver a explicação de suas escolhas durante o Jogo. E a equipe da participante fez questão de defendê-la nas redes sociais, publicando um texto que fala sobre a personalidade de Thaíz e que afirmando que “ninguém merece ser resumido a um problema ou uma limitação”.

“Vamos conversar sobre expressão falada? […] A Thaís sempre foi muito boa com a comunicação visual. Ela é excelente com fotografias, imagens, cenários, composições visuais. Porém, ela nunca foi boa com expressão falada. E está tudo bem! Ela está trabalhando para lidar melhor com isso”, inicia o texto.

“Infelizmente vivemos em um mundo onde a linguagem falada e a eloquência ainda são bem mais valorizados do que vários outros componentes da comunicação interpessoal. Pessoas que falam de forma articulada são consideradas mais inteligentes. Ainda que já tenha sido provado por vários estudos que não existe uma única forma de inteligência, mas sim várias apenas expressadas de formas diferente”, continua. Veja a publicação completa:

Pelo Instagram, a equipe também fez outra publicação na mesma pegada:

Continue Reading

Entretenimento

BBB21: em Jogo da Discórdia, João fala que Projota é duas caras e manda a real

Published

on

BBB21: João Luiz escolhe tema da festa do líder e faz suspense entre os participantes; confira tudo o que ele pediu
Reprodução / Globo

Nesta segunda-feira (1), como sempre, teve mais um Jogo da Discórdia no BBB21. Nele, existiam plaquinhas com adjetivos bem complicados, como “tóxico”, “oportunista”, “inútil”, etc. Cada participante deveria usar duas.

João deu “hipócrita” e “duas caras” para Projota. “Acho engraçado ter recebido a plaquinha de ‘duas caras’ como se só eu estivesse na fila“, justificou. “Depois que aconteceu a situação do Raio-X você olhava para mim de rabo de olho. E eu nunca tratei mal ninguém nessa casa“.

Hipócrita porque eu acho que você consegue penetrar muito bem na cabeça das pessoas“, continuou João.

A discussão dos dois foi longa e João ainda acrescentou que não iria ficar se martirizando por ter indicado Projota.

Confira:

Continue Reading

Entretenimento

BBB21: em Jogo da Discórdia, Rodolffo chama Carla de duas caras; entenda

Published

on

BBB21: Carla Diaz atende o Big Fone e indica Lumena, Fiuk e Rodolffo para o paredão!
Reprodução / Globo

Nesta segunda-feira (1), como sempre, teve mais um Jogo da Discórdia no BBB21. Nele, existiam plaquinhas com adjetivos bem complicados, como “tóxico”, “oportunista”, “inútil”, etc. Cada participante deveria usar duas.

Na vez de Rodolffo, o brother deu a plaquinha de “duas caras” para Carla e a sister se defendeu. Confira:

 

Continue Reading
Advertisement
Combinação de Nomes

Todos os nomes possuem significados e juntos formam uma combinação única!

Digite nos campos abaixo e descubra nos mínimos detalhes.

 
Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

Mais Lidos

Copyright © 2020 - Website produzido por Perfil.com Ltda. Uma parceria de conteúdo Perfil Brasil e Editora Alto Astral. Este site é parceiro do UOL Entretenimento.