Fale conosco

O que vc está procurando?

TodaTeen

Comportamento

Rowan Blanchard revela que sofre de depressão

A atriz de Garota Conhece o Mundo fez um desabafo em sua conta do Instagram

(Foto: Getty Images)

A atriz Rowan Blanchard, da série do Disney Channel “Garota Conhece o Mundo”, revelou em sua conta do Instagram que sofre de depressão.

(Foto: Getty Images)

(Foto: Getty Images)

“Quando me encontrei, neste ano em particular, passando por altos e baixos com a depressão, percebi que ao invés de rejeitar e afastar esses sentimentos adolescentes (sentimentos humanos), eu posso aprender a amar a intensidade deles e eu sei que tudo é momentâneo”, ela escreveu.

Na descrição da foto (que na verdade é um vídeo), ela fez um longo texto sobre como é ser uma adolescente nos dias de hoje.

2015 is the most memorable year of my life. It was the first year that I learned how powerful it is to be by yourself- not necessarily in a relationship sense- but to be by myself & be content. I became more forgiving with my own actions. I feel more connected to myself as a person knowing that I will never have it all figured out- and that’s for the better. I developed a camaraderie of versions of myself that I can trust to take care of me when I feel thrown off, which is often. I think I learned (and am still re-learning) that in order to actually spend the rest of your life with yourself contently, you must truthfully fall in love with yourself. I became more unapologetic- I am realizing that we are young and things that may seem like the end of the world now, while still very important, will not be the end of the world in the long run. We can live through them. As I found myself, this year in particular, going through ups and downs with depression, I realized that instead of rejecting and ostracizing these teenage feelings (human feelings), I can learn to love the intensity of them and know that everything is momentary. When I think about this year, I would usually associate it with one specific emotion/adjective (happy, sad, amazing, et cetera), but I can’t- there’s too many. I learned this year that happiness and sadness are not mutually exclusive. They can exist within me at the same time in the same moment. While also becoming more forgiving of myself and my emotions, I became more forgiving of others, specifically other teenagers. I realized that it is really weird to grow up right now, and that maybe I shouldn’t expect other teenagers to have it all figured out if I can’t. I learned how much political events/societal complexes directly affect our lives, and how that can make your life a lot easier or a lot harder. I realized that you don’t always have to think of things you love on a business scale- if you love something, find a way to do it- life is much too short. Now I have to go back to cleaning my room, because my mom thinks I am doing that right now, so maybe my resolution is to clean my room when my mom tells me to. Happy New Year, I love you.

A video posted by Rowan Blanchard (@rowanblanchard) on

Veja a tradução:

2015 é o ano mais memorável da minha vida. Foi o primeiro ano em que aprendi o quanto é poderoso estar sozinha – não necessariamente no sentido de relacionamento – mas estar sozinha e estar feliz. Eu me tornei mais tolerante com as minhas próprias ações. Eu me sinto mais conectada comigo mesmo como uma pessoa sabendo que eu nunca vou saber de tudo – e isso é para o melhor. Eu desenvolvi uma versões de mim em que eu posso confiar para cuidarem de mim quando me sinto confusa, que é com frequência. Eu acho que aprendi (e ainda estou reaprendendo) que para realmente passar o resto da sua vida contente, você deve verdadeiramente se apaixonar por você mesmo. Eu tive menos remorsos – eu percebi que somos jovens e as coisas que podem parecer o fim do mundo agora, apesar de serem muito importantes, não serão o fim do mundo no final. Nós podemos superá-las. Quando me encontrei, neste ano em particular, passando por altos e baixos com a depressão, percebi que ao invés de rejeitar e afastar esses sentimentos adolescentes (sentimentos humanos), eu posso aprender a amar a intensidade deles e eu sei que tudo é momentâneo. Quando penso sobre esse ano, eu normalmente associaria com uma emoção ou adjetivo específico (feliz, triste, incrível, etc.), mas eu não posso – tem muitos. Eu aprendi esse ano que felicidade e tristeza não são mutualmente exclusivos. Eles podem existir dentro de mim ao mesmo tempo. Enquanto me tornava mais tolerante comigo e com as minhas emoções, eu me tornei mais tolerante com os outros, especialmente com outros adolescentes. Eu percebi que é realmente estranho crescer agora e que talvez eu não devesse esperar que os outros adolescentes saibam de tudo, se eu mesma não sei. Eu aprendi o quanto eventos políticos e complexos da sociedade afetam diretamente a nossa vida, e como isso pode deixar a sua vida muito mais fácil ou muito mais difícil. Eu percebi que você nem sempre tem que pensar as coisas que você ama numa escala de negócios – se você ama algo, encontre um jeito de fazê-l0 – a vida é muito curta. Agora eu tenho que voltar a limpar o meu quarto, porque a minha mãe pensa que eu estou fazendo isso agora, então talvez a minha resolução seja limpar o meu quarto quando a minha mãe mandar. Feliz Ano Novo, eu amo vocês“.

Rowan tem 14 anos e foi eleita uma das celebridades feministas mais influentes de 2015.

1 Comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

Combinação de Nomes

Todos os nomes possuem significados e juntos formam uma combinação única!

Digite nos campos abaixo e descubra nos mínimos detalhes.