Connect with us

Música

Strike: vocalista Marcelo responde tudo

Published

on

Marcelo, vocalista do Strike, foi entrevistado pelas leitoras da Todateen. Olha só o resultado:

 
Quais são as novidades do Strike? (Jéssica, 14 anos)

Marcelo: “No momento, estamos fazendo a maior quantidade possível de shows. Paralelo a isso, estamos produzindo as músicas do próximo CD, que sai em 2009. Estamos também coletando imagens, pois pretendemos lançar um DVD. A gente está estruturando mais o show, com um cenário que vai projetar imagens de acordo com as músicas. Pretendemos deixar o show bem redondo, porque no nosso DVD não queremos nada em estúdio, queremos gravar tudo com o público.”

Como vocês conseguiram chegar onde estão agora? O que a banda tem de especial para continuar fazendo sucesso? (Maiara, 14 anos)

Marcelo: “Acho que a gente iniciou um trabalho muito bem-feito, totalmente gradativo, de uma forma supersaudável. A gente não apareceu e explodiu, fomos cada vez nos solidificando mais. Acho que para manter esse início, temos que continuar fiéis às nossas raízes, ser a gente sempre. Isso é uma coisa que vai acabar diferenciando a nossa banda.”

Na sua adolescência, você era do tipo desencanado ou já se iludiu e sofreu bastante por causa de alguma garota? (Nadine, 13 anos)

Marcelo: “Eu era bem desencanado! Nunca fui de ficar sofrendo. Sempre levei a vida do jeito que ela vem. As coisas vão acontecendo e eu vou me adaptando. A vida é tão passageira pra gente ficar sofrendo…”

Muitas pessoas comparam o Strike com o NX Zero, por surgirem mais ou menos na mesma época e terem públicos bastante parecidos. O que vocês acham disso? (Ana Flávia, 13 anos)

Marcelo: “Acho que as duas bandas não têm nada a ver. Talvez a gente fale com o mesmo público, mas com propostas totalmente diferentes. Ao mesmo tempo, essa comparação é legal, porque sabemos que está surgindo uma cena de bandas que têm tudo para ficar.”

Rola algum tipo de disputa entre as bandas, uma querendo fazer mais sucesso do que a outra? (Thaís, 14 anos)

Marcelo: “Não, acho que não. A nossa cena é bem unida. Todo mundo já tocou muito no underground, então sabe o quanto foi difícil chegar no mainstream*. A gente se respeita muito, o relacionamento é superlegal, sincero. O interessante é você fazer a sua banda caminhar, sem querer que ela caminhe mais do que a outra. Não tem competição. Música é arte, não é comércio.”

* Mainstream quer dizer que eles alcançaram o topo e hoje seus CDs são lançados por gravadoras de renome.

 
Eles por ele

A gente pediu para o Marcelo descrever os meninos da banda. Olha só como ele definiu a galera:
Cadu: “É o bom moço, o engraçado. Está sempre à procura de uma namorada (risos). É o coração da banda, tem uma veia artística grande.”
Fábio: “É o virtuoso, ajuda pra caramba nas composições. É o caçula. Ele também traz a maior alegria para a banda.”
Rodrigo: “É o que mais tem energia no palco. Só é um pouquinho preguiçoso… O mais desencanado, sabe? Mas é talentoso para caramba também.”
André: “Está sempre atento aos compromissos, cuida das nossas coisas na Internet. É um pouco mais sério e tímido.”

E tem a descrição do próprio, que não podia faltar, né?

 

Marcelo por Marcelo: “Acho que sou comunicativo, troco idéia com todo mundo. Cobro um pouco, sou meio chato também. A galera fala que sou um cara tranqüilo, humilde,” conta.

 
Entrevista: Lilian Rambaldi
Edição: Paula Brait Foto: Photo Rio News

Advertisement
36 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Celebs

Joshua Bassett tira dueto com Sabrina Carpenter de seu EP: “Não quero que seja ofuscado por outra narrativa”

Published

on

Joshua Bassett tira dueto com Sabrina Carpenter de seu EP: "Não quero que seja ofuscado por outra narrativa"
Divulgação

Por essa as pessoas não esperavam! Em mais um capítulo do triângulo Olivia Rodrigo, Joshua Bassett e Sabrina Carpenter, o músico, que está se preparando para lançar seu EP em março, revelou que retirou das músicas o dueto que havia gravado com Sabrina.

Joshua contou à Billboard que foi uma decisão mútua. “Eu não queria que meu EP fosse ofuscado por alguma outra narrativa que as pessoas estavam tentando fazer. Eu realmente quero que o foco esteja na arte em vez de um outras conversas e tagarelices. Você não deve viver para agradar a todos, mas, ao mesmo tempo, existem maneiras de ser sensível a situações em que talvez [a faixa ‘We Both Know’] tenha uma chance melhor em um momento diferente.”, revelou ele, que acredita que as pessoas estão tentando encontrar “significados ocultos” na música de Olivia, drivers license.

Lembrando que o cantor, em entrevista exclusiva com a todateen em janeiro deste ano, afirmou que estava super animado com a parceria. Sobre trabalhar com a cantora, Joshua disse que estava empolgado e achava que “as pessoas iriam amar”. “Foi uma experiência muito divertida pra gente fazer a música e o clipe. Eu acho que as pessoas vão amar. Mas eu sei que eu amo e eu acho que você consegue ouvir isso através da música.”, comentou ele na ocasião.

Eita!

Continue Reading

Celebs

Taylor Swift cancela oficialmente sua turnê por conta da pandemia: “Estou muito desapontada”

Published

on

Taylor Swift lança 5ª versão de "Willow" e quebra recorde do BTS
Divulgação

Notícia triste para os Swifties. Na última sexta-feira (26), Taylor Swift anunciou que sua turnê do álbum Loverque até então tinha sido adiada – está oficialmente cancelada por conta da pandemia do coronavírus.

Através de seu Instagram, a artista escreveu que está bastante chateada. “Adoro vir aqui para dar boas notícias ou para compartilhar um novo projeto com você. Não é minha coisa favorita no mundo ter que lhe contar as notícias que me deixam triste.”, escreveu ela em seus Stories.

“Sinto muito, mas não posso reagendar os shows que adiamos. Embora os reembolsos estejam disponíveis desde que adiamos os shows do Lover Fest pela primeira vez, muitos de vocês mantiveram seus ingressos e eu também mantive a ideia de que poderíamos reagendar. Esta é uma pandemia sem precedentes que mudou os planos de todos e ninguém sabe como será a paisagem do turismo no futuro próximo.”, disse ela.

“Estou muito desapontada por não poder vê-los pessoalmente. Sinto muito a sua falta e mal posso esperar até que possamos estar todos juntos em segurança nos shows novamente.”, finalizou a cantora.



Esperamos que tudo isso passe logo e possamos voltar a ver nossos ídolos quando for seguro! <3

Continue Reading

Comportamento

Ex-Now United, Diarra Sylla comemora início da carreira solo, promete show virtual e manda recado para o Brasil

Published

on

Entrevista: Diarra Sylla fala sobre primeiro single da carreira solo, "Set Free", e dá spoilers de álbum em produção
Divulgação

Diarra Sylla conquistou uma quantidade enorme de fãs em todo o mundo quando foi apresentada como a integrante francesa-senegalesa do grupo global Now United. No último ano, os rumores de que a cantora e dançarina estava encerrando suas atividades com o grupo foram confirmadas, já que havia decidido se lançar em uma carreira solo. Muitas suposições estavam sendo feitas desde então, até que, nesta quinta-feira (25), a artista lança seu primeiro single, Set Free.

Com uma letra marcante e especial para fevereiro, quando é celebrado o Black History Month, mês da cultura negra em tradução literal, Set Free traz também um clipe repleto de referências históricas, dirigido por Meagan Good.

+ Teste: qual membro do Now United você é?
+ Vídeo: desafiamos o Now United no Jogo da Mímica!

A todateen entrevistou com exclusividade Diarra, que conta detalhes especiais sobre o single, alguns spoilers sobre o álbum que será lançado, e é claro, seu carinho pelos fãs brasileiros.

Confira!

todateen: O seu primeiro álbum solo será 100% pop ou podemos esperar outros estilos?

Diarra: Minha música não será 100% pop, será bem diversa, estou inserindo diferentes referências de letras, estilos musicais, culturas e tradições. Haverá afrobeat, eventualmente uma sonoridade que lembra o funk, meus fãs brasileiros poderão se identificar, e claro que terei algumas canções mais lentas com R&B, por exemplo, mas com toda certeza haverão mais músicas perfeitas para dançar do que qualquer coisa!

tt: Qual a maior diferença entre esse projeto e o que você contribuiu com o Now United? Existe um novo conceito dentro do seu trabalho musical?

D: Há uma grande diferença, porque no Now United eu estava gravando a música de outras pessoas, que escreveram e nos deram aquelas canções. Não havia relação profunda comigo, então quando se trata da minha música, estou cantando sobre coisas que aconteceram comigo, coisas que acontecem na vida real e irão inspirar as pessoas a mudarem e fazer o melhor, mas que ao mesmo tempo possuem aquela “vibe” e fazem as pessoas quererem dançar.

tt: “Set Free” é forte e traz essa mensagem importante para o Mês da História Negra. Você acha que essas letras intensas serão a marca da sua carreira?

D: “Set Free” foi feita por conta de tudo que tem ocorrido, especialmente em junho, com a marcha para George Floyd, assim como as múltiplas situações que se deram antes disso. Essa canção é especialmente relacionada a tudo que está acontecendo, foi uma forma de “colocar para fora” tudo que estava sentindo, assim como Meagan [Good] e todo o time envolvido no clipe. A gente quis enfatizar a luta, falar para as pessoas temos que nos posicionar e que não está tudo bem tudo isso ainda acontecer, é 2021. Não quero dizer que esse meu tipo de trabalho foi feito apenas para essa canção, mas quero falar que “Set Free” é uma declaração. É uma boa causa, eu faria isso quantas vezes fosse preciso.

tt: “Set Free” é sua primeira música solo, então podemos dizer que também se trata de fazer música do seu jeito?

D: Em “Set Free” eu recebi a ajuda de outro compositor, Kes Kross, assim como Riley Urick, então essa canção foi na verdade um trabalho de equipe. Todos investiram na canção e no clipe, foi um esforço coletivo.

tt: Como foi criar seu primeiro videoclipe solo?

D: Foi bem divertido e estressante! Muitas coisas estavam acontecendo, mas no final, tudo valeu a pena. O processo de gravar algumas cenas foi bem emocionante também, porque percebemos que “caramba, é isso que as pessoas passam, essa é a vida real”, então você está ali, encenando, para fazer as pessoas perceberem o que está acontecendo. Foi muito intenso. Lembro que estava na rua, correndo, quando a cena que as pessoas brancas atiram aconteceu, fizemos isso para o vídeo e logo depois eu comecei a chorar, Meagan também estava chorando, a gente começou a se abraçar enquanto chorava porque foi muito intenso.

tt: Você pode nos contar mais alguma coisa especial sobre o videoclipe? 

D: Eu diria que assim como a cena que lhe contei, existem várias que foram muito importantes para mim, que me inspiraram. O fato é que trabalhar com Meagan Good foi especial, ela é inspiradora, inteligente, bonita, ela é maravilhosa.

tt: Qual foi a parte mais desafiadora de fazer um álbum solo?

D: Eu ainda não terminei de fazer o álbum, por enquanto será só esse single, mas mal posso esperar para que os fãs escutem a música!

tt: Há rumores de que seu novo álbum terá colaborações, incluindo uma cantora brasileira. O que você pode nos contar sobre isso?

D: Vou dizer que rumores são rumores, vamos ver [risos]. Não posso falar muito sobre colaborações no momento, porque quero ver os fãs animados, tem sido um período muito longo de silêncio trabalhando em várias músicas e coisas extras, que por enquanto ainda não posso revelar. Mas, assim que tudo estiver pronto, prometo que eles vão enlouquecer porque vão ficar muito animados.

tt: Podemos esperar coreografias perfeitas para o TikTok em seus videoclipes?

D: Claro! TikTok é muito importante, todo mundo está falando sobre, todo mundo quer estar no TikTok, mães, pais, primos, crianças… Então com toda certeza, vamos ter algumas danças para TikTok e tudo mais!

tt: Podemos esperar um show virtual com suas novas músicas?

D: Com toda certeza! O mundo está diferente então, programas de TV, shows, tudo está acontecendo dessa forma, então definitivamente vou trabalhar em um show virtual para meus fãs.

tt: Você sabe que tem muitos fãs no Brasil, certo?

D: Acredito que sim!

tt: Há planos de vir ao Brasil depois da pandemia?

D: Definitivamente, eu amo o Brasil, não paro de falar disso, estou sempre falando com meus fãs no Brasil pelo Instagram, sempre tento responder. Há muitas mensagens, não vou mentir, mas estou sempre fazendo o possível para conseguir engajar com eles no Instagram e no Twitter. Então com toda certeza, assim que for possível, que essa situação de pandemia estiver controlada, vou ao Brasil, porque muitas coisas minhas estão acontecendo por aí!

tt: Qual é a sua mensagem para os fãs brasileiros?

D: Eu diria para vocês serem vocês mesmos, é o maior poder que você possui, não tente ser outra pessoa e ignore os haters. Na maioria das vezes, meus fãs do Brasil vêm até mim para tentar conversar sobre situações que estão acontecendo na vida deles que estão balançando a autoestima, como bullying. Sempre digo para eles continuarem sendo exatamente quem são, para não ligar para os haters, porque o mais importante é confiar em si mesmo. Don’t give a f!

Continue Reading
Advertisement
Combinação de Nomes

Todos os nomes possuem significados e juntos formam uma combinação única!

Digite nos campos abaixo e descubra nos mínimos detalhes.

 
Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

Mais Lidos

Copyright © 2020 - Website produzido por Perfil.com Ltda. Uma parceria de conteúdo Perfil Brasil e Editora Alto Astral. Este site é parceiro do UOL Entretenimento.