Connect with us

Comportamento

TPM sem mistérios!

TPM sem mistérios!

Published

on

Crise existencial, irritação, inchaço, desejo de comer chocolates até explodir – quando não, acompanhada de uma vontade incontrolável de chorar? Ah, era só TPM. Nem todas, mas uma grande parte das garotas do mundo todo convive com esses dias de crise emocional e física uma vez ao mês. Não é fácil, mesmo! Mas, se você esclarecer suas dúvidas, dá pra encarar sem grandes traumas e melhor, há vários jeitos de prevenir e combater esses sintomas chatos que aparecem antes da menstruação. Vamos nessa?

O que é TPM?
“A síndrome pré-menstrual (popularmente chamada de tensão pré-menstrual) é um conjunto de sinais e sintomas que aparecem de maneira cíclica, relacionada à menstruação”, explica Théo Lerner, ginecologista.

Quanto tempo dura a TPM?
“A TPM pode durar de um a dez dias. Mas é bom ter cuidado: se os sintomas estão presentes o tempo todo e duram quase o mês inteiro, então, é melhor dar um alô para o doutor, pois deve ser algo além da TPM”.

TPM e cólica são a mesma coisa?
“Não. A cólica recebe o nome técnico de dismenorréia, enquanto a síndrome pré-menstrual envolve outros sintomas. Os sintomas mais comuns da TPM são:

* Dor de cabeça
* Alterações no humor
* Inchaço

A intensidade com que cada um deles aparece varia de garota pra garota”.

O que podemos fazer pra amenizar os sintomas desses dias?
“Em primeiro lugar, ir ao médico para fazer um diagnóstico adequado. Existem tratamentos específicos para cada sintoma predominante da TPM”.

Comer chocolate ajuda a diminuir a TPM?
“Em alguns casos, o chocolate ajuda a repor o nível de serotonina do cérebro, o que contribui para diminuir nossa irritação. Por outro lado, o abuso de doces pode causar ganho de peso, então não dá pra exagerar, né? Pra quem sofre com inchaços, é legal diminuir a quantidade de sal das refeições”.

É verdade que pílulas anticoncepcionais combatem a TPM?
“Em algumas pacientes os anticoncepcionais podem aliviar alguns sintomas da TPM, em outras, os sintomas podem ser agravados pelas pílulas. Portanto, nenhum remédio deve ser tomado sem orientação e supervisão médica, ok?”.

Por que os seios ficam inchados nesse período?
“Porque pode haver retenção de líquido nessa época, ocasionando a sensação de inchaço por todo o corpo, incluindo os seios, que podem ficar mais doloridos e inchados”.

Continue Reading
Advertisement
1 Comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comportamento

“Anonymous Brasil” vaza dados pessoais de família Bolsonaro e ameaça expor crimes

Published

on

Reprodução / Twitter

Se você não sabe o que é o Anonymous, a todateen fez um resumo anteriormente, é só clicar aqui.

Nesta segunda-feira (1) outra conta do grupo de hackerativistas surgiu nas redes sociais. Os Anonymous Brasil são uma conta do Twitter que se afirma como “braço brasileiro” dos hackers que estão voltando às manchetes nos Estados Unidos por supostamente vazar informações da polícia americana. Para começar as ações da conta brasileira, os hackers anunciaram que divulgariam informações às 21h daquela noite, e assim o fizeram. A organização vazou em seu Twitter dados confidenciais da família Bolsonaro, ministros da Educação e dos Direitos Humanos.

Nos documentos era possível encontrar informações pessoais detalhadas (RG e CPF, telefones, endereço físico, contas de e-mail, propriedades, atividades de trabalho, renda, score do Cadastro de Pessoa Física, histórico partidário, além de informações de parentes) do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), dos filhos Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) e Eduardo Bolsonaro (PSL-SP); dos ministros Abraham Weintraub (Ministério da Educação) e Damares Alves (Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos); do deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP) e de Luciano Hang (cofundador da Havan).

Cerca de uma hora depois do anúncio, o coletivo publica um link que levaria aos dados do deputado estadual Douglas Garcia e sua família, o primeiro de mais sete. No tuíte, o Anonymous Brasil lembrou de uma publicação do parlamentar feita na tarde desta segunda (1º), no próprio Twitter, cuja mensagem pedia por nomes de pessoas autodenominadas “antifascistas” e seus respectivos ‘comprovantes’, estes para serem encaminhados ao seu e-mail corporativo. Solicitou também retuítes para ajudá-lo na perseguição destes perfis.

Logo depois, dados pessoais do ministro da Educação, Abraham Weintraub; da ministra Damares Alves, descrita como “inimiga dos direitos da Mulher, da Família dos Direitos Humanos”; do empresário e simpatizante do governo Luciano Hang; de Eduardo, Flávio e Carlos Bolsonaro; por fim, do presidente Jair Bolsonaro foram liberados. Oito links apontavam para o site Pastebin, os quais continham informações consideráveis das vítimas citadas. Além disso, foram publicadas acusações diretas, cada uma acompanhada com as hashtags #Anonymous, #Antifascista e #BlackLivesMatter.

Pouco tempo depois desta exposição, a conta do Anonymous Brasil fez um tweet afirmando que o presidente do Brasil estaria envolvido em uma morte pública brasileira, e que em breve revelariam o ocorrido. “Exmo. Jair Messias Bolsonaro. Você está diretamente ligado a morte de uma pessoa pública no Brasil. Aguarde.’#Anomymous 🇧🇷”, escreveram.

Pouco tempo depois das postagens irem ao ar, a conta apagou os tweets, mas mesmo assim o Twitter interferiu excluindo a conta por inteiro devido à violação de políticas da rede social. Entretanto, Anonymous Brasil continua ativo na rede, agora com outro username mas ainda seguido pela conta Anonymous americana.

Continue Reading

Comportamento

“Anonymous” divulga lista de envolvidos com tráfico de crianças – Naomi Campbell e Mick Jagger estão na lista; entenda!

Published

on

Reprodução / Twitter

Durante a madrugada deste sábado (30) vídeos misteriosos e notícias sobre uma suposta lista com nomes célebres começaram a circular pelas redes sociais, e muita gente não entendeu do que se tratava. O final de semana foi repleto de emoções devido aos protestos contra e a favor o governo brasileiro, em paralelo às manifestações intituladas “Black Lives Matter”, questionando a morte e ação policial que se deu contra George Floyd.

Na verdade, todos esses acontecimentos estão interligados, demonstrando uma onda de descontentamento da população em relação à elite e gestão do poder, em que alguns são privilegiados e não pagam por seus erros, enquanto outras pessoas menos beneficiadas são vítimas de um genocídio preconceituoso que ainda assombra o mundo. Para entender melhor o tema, x leitor(a) precisa compreender o caso que envolveu Jeffrey Epstein, o financista americano que possui uma história de vida repleta de teorias da conspiração.

Vamos tentar resumir: o nova-iorquino possuía uma habilidade de manipulação tão forte que conseguiu se tornar referência no setor bancário da Wall Street sem a formação acadêmica necessária para ocupar o cargo e enriqueceu rapidamente. Em seguida, formou uma rede de conexões famosas, criando amizades como Donald Trump e Naomi Campbell.

Epstein também foi responsável por conceber uma grande rede de prostituição infantil em Palm Beach, na Flórida, criada para benefício próprio. Com o tempo, o nova-iorquino incluiu amizades bilionárias e famosas dentro da lista de pedófilos que abusavam das garotas de sua rede, e de acordo com algumas das vítimas, todos eles provavelmente eram filmados para que provas fossem garantidas contra os mesmos. Assim, Epstein também teria garantido “carta-branca” para agir porque teria meios de chantagear pessoas influentes.

Desta forma, mesmo com relatos chocantes de diversas vítimas do abuso sexual e psicológico violadas por Epstein, o financista não foi devidamente punido por anos. Até que com o surgimento do movimento de exposição de relatos de mulheres nas redes sociais em 2017, o #MeToo, uma onda de indignação em relação à impunidade do nova-iorquino tomou conta, e as autoridades o declararam preso, assim como um dos colegas que abusou de mulheres dentro e fora do sistema de prostituição infantil de Epstein, o produtor de cinema Harvey Weinstein.

O financista não chegou a cumprir a pena pois teria se matado na prisão. Alguns profissionais afirmam que não há sinais de suicídio, mas sim de assassinato. Não há provas documentais ou relatos que confirmem o suicídio, dando abertura para teorias da conspiração sobre quem teria encomendado a morte de Epstein.

Um dos filhos da Rainha Elizabeth II, o Príncipe Andrew, por exemplo, também estava entre as denúncias das garotas que sofreram abuso, entretanto, até então não foi julgado como réu. Além dele, outros famosos estão entre os nomes de amizades próximas a Epstein, mesmo que não tenham sido denunciados como “clientes” do financista. Trump e Bill Clinton são alguns deles, assim como Naomi Campbell e o ex namorado brasileiro, Pedro Diniz.

Neste sábado, um grupo anônimo de hackers voltou à ativa. Trata-se do “Anonymous”, o qual atua invadindo sistemas e publicando conteúdo que incita em protestos contra o governo e ação policial. O grupo atuava até que fez uma pausa, retornando à atividade no dia 30 depois de seis anos.

Os “hackertivistas” enviaram um vídeo para o governo americano com voz modificada e máscara inspirada na obra de Alan Moore que posteriormente deu origem a um filme com o mesmo nome, o V de Vingança. No vídeo, o grupo pede ações contra os policiais que mataram George Floyd, citando as manifestações e abuso de poder, o qual  beneficiaria grupos da “elite”.

Uma hora depois do vídeo, o grupo teria hackeado o site da polícia do estado de George Floyd, Minneapolis, bem como respectivos rádios. O grupo afirmou em sua conta do Twitter que o responsável pela morte de Epstein teria sido Donald Trump e em seguida revelou uma lista de registros que supostamente estaria nos arquivos da polícia americana. A lista seria a divulgação do famoso “livro preto de Epstein”, com conexões traçadas pelos policiais na investigação do caso, trazendo nomes que poderiam estar ligados ao sistema de tráfico e abuso de prostituição infantil do financista.

Entre os nomes da lista estão membros da família Trump, Clinton, bem como a modelo Naomi Campbell, seu ex-namorado e brasileiro Pedro Diniz, Mick Jagger, Michael Jackson e seu advogado, Charles Spence, Bill Gates e vários outros nomes. Confira a lista completa clicando aqui.

“O engraçado de Naomi, é que ela não só estava ligada ao círculo interno de Epstein, mas também ao do traficante de crianças Jean Luc Brunel e o estuprador de crianças John Casablancas (outro parceiro de Trump e agente de modelos da jovem Ivanka Trump)”, escreveu o perfil.

Brasileiros pediram para que o perfil expusesse o atual presidente do país, Jair Bolsornaro, e o perfil respondeu: “Algo que as pessoas devem olhar no Brasil é investigar se Bolsonaro tem algum vínculo com o traficante e estuprador de crianças John Casablancas, um associado próximo de Trump que atuou como proxy para os negócios de Trump no Brasil sob algum cargo obscuro e indefinido”.

Continue Reading

Comportamento

Durante programa no Multishow, Anitta ri de si mesma e dá pisão em Leo Dias: “O deboche never ends”

Published

on

Divulgação

É afronte que vocês querem? No último episódio do Anitta Dentro da Casinha, no Multishow, a cantora não perdeu tempo e tratou logo de debochar (com gosto) da cara de Leo Dias, que divulgou áudios comprometedores enviados a ele, no passado, por Anitta.

Logo no início do programa, Mauricio Meirelles e Daniel Zuckermann brincaram com a cantora e avisaram: “A gente vai chamar o Leo, Anitta”, insinuando que seria o jornalista envolvido nas polêmicas. Porém, apesar da cara de susto da funkeira, o momento não passou de uma grande zoeira.

O assunto dos áudios vazados foi tema principal da noite, retornando em vários momentos. Como já é de costume, Anitta ligou para vários amigos famosos e desabafou sobre o caso. Entre eles estavam David Guetta e Danna Paolla. “Ela não deve estar entendendo nada”, disse a cantora sobre o papo com a intérprete de Lucrecia, em Elite.

Pouco depois, Anitta não deixou as provocações de lado e reproduziu, com muita ironia, comentários de haters enviados a ela, nos quais diminuem seu talento e profissionalismo, chamando-a de vulgar. “Essa menina só sabe fazer playback, gente. Horrível! Tem um elevador na casa dela? Péssimo, está muito escuro, não enxergo nada. Está horrível! Colocou a bunda de fora, né, se não, não ganha views. Tem que apelar, já que não tem voz”, leu a cantora. Que barra!

Em determinado momento do programa, Anitta apareceu propositalmente vestida com uma lingerie preta rendada, e com muita ironia, avisou: “Inclusive, o figurino do programa de hoje tem tudo a ver com isso. É o terceiro programa, está cansativo, precisa dar um up na audiência. A gente não sabia se eu ia estar cancelada ou não. As coisas da minha carreira é consigo como mesmo? Mostrando o corpo, é com o corpo que eu consigo, né? É bom então que audiência do público masculino eu vou ter, o feminino deve estar me cancelando nesse momento, mas o masculino adora essas polêmicas, baixaria, votar em Bolsonaro… tô aqui então, peladinha, vamos lá!”. Eita! Como já diz o ditado: para bom entendedor, meia palavra basta.

Soltou o verbo – e com razão, né meninas? Ao que parece, os ataques de Leo Dias saíram pela culatra. Apesar dos insultos, grande parte do público de Anitta se manteve fiel à cantora, e outra parte que não a apoiava, passou a apoiar, após tamanha exposição.

Continue Reading
Advertisement
Combinação de Nomes

Todos os nomes possuem significados e juntos formam uma combinação única!

Digite nos campos abaixo e descubra nos mínimos detalhes.

 
Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

Mais Lidos

Copyright © 2020 - Website produzido por Perfil.com Ltda. Uma parceria de conteúdo Perfil Brasil e Editora Alto Astral. Este site é parceiro do UOL Entretenimento.