Última temporada de Anne With An E chega expondo preconceito contra indígenas

A terceira (e última) temporada de Anne With An E chega oficialmente na Netflix nesta sexta-feira (3). Apesar da relutância dos...

Divulgação / Netflix

A terceira (e última) temporada de Anne With An E chega oficialmente na Netflix nesta sexta-feira (3). Apesar da relutância dos fãs em tentar impedir que a série seja encerrada tão cedo, o serviço de streaming não deu sinais de que pode voltar atrás em sua decisão.

Para quem não sabe, a série foi inspirada na coleção Anne Of Green Gables, composta por oito livros, da autora Lucy Maud Montgomery. A série acompanha as aventuras da ruiva Anne (Amybeth McNulty), durante sua adoção e crescimento.

Nesta terceira temporada a menina se torna uma adolescente de 16 anos, e assim como em outras temporadas, está a frente do seu tempo e livre dos pensamentos preconceituosos que dominam sua sociedade.

Enquanto suas amigas estão preocupadas em arranjar casamentos, como de costume para uma menina desta idade no século XIX, Anne se envolve na busca por suas origens.

Mais uma vez, a série utiliza uma nova personagem para expor o preconceito predominante. Em episódios anteriores, os expectadores tiveram contato com o racismo que assombra Crawford (Dalmar Abuzeid), o machismo que atacou a professora Stacy (Joanna Douglas), a homofobia da qual Josephine (Deborah Grover) e Cole (Cory Gruter-Andrew) fogem.


Nesta temporada, Anne faz uma nova amizade, uma menina da tribo canadense Miquemaque, e a séria passa a retratar, de uma maneira delicada e inocente, a gravidade do preconceito contra a comunidade indígena.

Os comentários estão desativados.