Connect with us

Fun

Veja o clipe de “Destino”, nova música do Lucas Lucco

Published

on

Lucas Lucco o clipe da sua nova música “Destino”! Confira:

 

Advertisement

Cinema e TV

Em discurso crítico ao Globo de Ouro 2021, Jane Fonda cita a ausência de “I May Destroy You”

Published

on

Em discurso crítico ao Globo de Ouro 2021, Jane Fonda cita a ausência de "I May Destroy You"
Sandra Molina (NBCUniversal)

A temporada de premiações de 2021 começou! O Globo de Ouro 2021 se deu neste domingo (28). A 78ª edição do prêmio foi promovida, como sempre, pela Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, celebrando as produções mais aclamadas do cinema e da televisão norte-americanos. Entre os destaques da noite está a homenagem do evento à Jane Fonda, a qual recebeu o prêmio Cecil B. de Mille pelo conjunto de sua obra na televisão e cinema e na linha de frente das questões sociais.

+Chadwick Boseman, primeira diretora chinesa vencedora e mais: confira a lista completa de ganhadores do Globo de Ouro 2021

+Globo de Ouro 2021: confira os melhores looks da premiação

A atriz de 83 anos recusou a ajuda para subir ao palco, recebeu o prêmio e realizou um discurso potente sobre a importância de representatividade, um shade para lá de potente ao Globo de Ouro, já que a premiação não possui pessoas negras entre os membros responsáveis pela decisão de vitória das estatuetas, fator que pode explicar esnobadas em produções como “I May Destroy You”, citada por Jane Fonda.

Confira o discurso completo:

“Eu vi muita diversidade em minha longa vida e às vezes fui desafiada a entender algumas das pessoas que conheci, mas inevitavelmente, se meu coração estiver aberto e eu olhar além da superfície, sinto afinidade. É por isso que todos os grandes condutores da percepção nos falaram em histórias, poesia e metáfora, porque as formas não lineares que são a arte falam em uma frequência diferente. Eles geram uma nova energia que pode nos abrir e penetrar em nossas defesas, para que possamos ver e ouvir o que podemos ter medo de ver e ouvir.

Apenas neste ano Nomadland me ajudou a sentir amor pelos errantes entre nós, e Minari abriu meus olhos para a experiência de imigrantes lidando com as realidades da vida e novas terras. Judas e o Messias negro, Machado Pequeno, Uma Noite em Miami e outros demonstraram minha empatia pelo que significa ser negro. I May Destroy You me ensinou a considerar a violência sexual de uma maneira totalmente nova.

A vida em nosso planeta nos mostra como nosso pequeno planeta azul é frágil e nos inspira a salvá-lo e a nós mesmos. As histórias realmente podem mudar as pessoas. Mas há uma história que temos medo de ver e ouvir sobre nós mesmos neste setor, uma história sobre quais vozes respeitamos e elevamos, e quais ignoramos. A história de quem oferece um lugar à mesa e quem é mantido fora das salas onde as decisões são tomadas.

Então, vamos todos nós – incluindo todos os grupos que decidem quem é contratado, o que é feito e quem ganha prêmios – nos esforçar para expandir essa tenda, para que todos se levantem e a história de todos tenha uma chance de ser vista e ouvida. Quero dizer, fazer isso significa simplesmente reconhecer o que é verdade, e estar em sintonia com a diversidade emergente que está acontecendo por causa de todos aqueles que marcharam e lutaram no passado. Por causa daqueles que pegaram o bastão hoje. Então, vamos ser líderes.”

Continue Reading

Cinema e TV

Taylor Simone Ledward, esposa de Chadwick Boseman, recebe Globo de Ouro pelo marido e faz discurso emotivo

Published

on

Taylor Simone Ledward, esposa de Chadwick Boseman, recebe Globo de Ouro pelo marido e faz discurso emotivo
Fotos: Sandra Molina, Cortesia NBCUniversal

A temporada de premiações de 2021 começou! O Globo de Ouro 2021 se deu neste domingo (28). A 78ª edição do prêmio foi promovida, como sempre, pela Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, celebrando as produções mais aclamadas do cinema e da televisão norte-americanos. Entre os destaques, está a vitória do falecido ator Chadwick Boseman em melhor atuação de drama no filme “A Voz Suprema Do Blues”. O prêmio foi recebido pela esposa do artista, Taylor Simone Ledward, a qual fez um discurso emotivo.

+Chadwick Boseman, primeira diretora chinesa vencedora e mais: confira a lista completa de ganhadores do Globo de Ouro 2021

+Globo de Ouro 2021: confira os melhores looks da premiação

“Ele agradeceria a Deus. Ele agradeceria aos pais. Ele agradeceria aos seus ancestrais, por sua orientação e seus sacrifícios. Ele diria algo lindo, algo inspirador, algo que amplificaria aquela vozinha dentro de todos nós que diz que você pode e que te diz para continuar – e que te chamaria de volta ao que você deveria estar fazendo neste momento da história. Ele agradeceria ao Sr. George C. Wolfe, ao Sr. Denzel Washington, a muitas pessoas da Netflix. Ele agradeceria a Sra. Viola Davis. Não tenho as palavras dele, mas temos que aproveitar todos os momentos para celebrar aqueles que amamos, então obrigada HFPA, por esta oportunidade de fazer exatamente isso. E, querido? Continue mandando ver”, disse Taylor com muita emoção.

Mais uma vez as atrizes Tina Fey e Amy Poehler foram as anfitriãs. Mas, neste ano, houve uma mudança: Poehler apresentou o Globo de Ouro no palco do Beverly Hilton Hotel (casa em que geralmente ocorre a premiação), em Los Angeles, enquanto Fey estava no topo do Rockefeller Plaza (sede da emissora NBC), em Nova York.

Outro destaque da noite foi a consagração de Chloé Zhao na categoria de melhor direção pelo filme “Nomadland!”, filme que ganhou na categoria de melhor filme de drama. Trata-se da primeira mulher chinesa a ganhar nestas categorias, que costumam ser de profissionais homens e americanos.

Continue Reading

Cinema e TV

Chadwick Boseman, primeira diretora chinesa vencedora e mais: confira a lista de ganhadores do Globo de Ouro 2021

Published

on

Chadwick Boseman, primeira diretora chinesa vencedora e mais: confira a lista completa de ganhadores do Globo de Ouro 2021
Fotos: Sandra Molina, Cortesia NBCUniversal

A temporada de premiações de 2021 começou! O Globo de Ouro 2021 se deu neste domingo (28). A 78ª edição do prêmio foi promovida, como sempre, pela Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, celebrando as produções mais aclamadas do cinema e da televisão norte-americanos. Entre os destaques, está a vitória do falecido ator Chadwick Boseman em melhor atuação de drama, bem como a consagração de Chloé Zhao na categoria de melhor direção pelo filme “Nomadland“, filme que ganhou na categoria de melhor filme de drama. Trata-se da primeira mulher chinesa a ganhar nestas categorias, que costumam ser de profissionais homens e americanos.

Para o evento deste ano, mais uma vez as atrizes Tina Fey e Amy Poehler foram as anfitriãs. Mas, neste ano, houve uma mudança: Poehler apresentou o Globo de Ouro no palco do Beverly Hilton Hotel (casa em que geralmente ocorre a premiação), em Los Angeles, enquanto Fey estava no topo do Rockefeller Plaza (sede da emissora NBC), em Nova York.

Confira a lista completa de vencedores!

Cinema

Melhor Filme – Drama

  • “Meu Pai”
  • “Mank”
  • “Nomadland” – vencedor
  • “Bela vingança”
  • “Os 7 de Chicago”

Melhor filme – Musical ou comédia

  • “Borat: fita de cinema seguinte” – vencedor
  • “Hamilton”
  • “Palm Springs”
  • “Music”
  • “A Festa de Formatura”

Melhor diretor

  • Emerald Fennell — Bela Vingança
  • David Fincher — Mank
  • Regina King — Uma noite em Miami…
  • Aaron Sorkin — Os 7 de Chicago
  • Chloé Zhao — Nomadland – vencedora

Melhor atriz de filme – Drama

  • Viola Davis — Ma Rainey’s Black Bottom
  • Andra Day — The United States vs. Billie Holiday – vencedora
  • Vanessa Kirby — Pieces of a Woman
  • Frances McDormand — Nomadland
  • Carey Mulligan — Bela vingança

Melhor ator de filme – Drama

  • Riz Ahmed (“O som do silêncio”)
  • Chadwick Boseman (“A voz suprema do blues”) – vencedor
  • Anthony Hopkins (“Meu pai”)
  • Gary Oldman (“Mank”)
  • Tahar Rahim (“The Mauritanian”)

Melhor atriz em filme – Musical ou comédia

  • Maria Bakalova (“Borat: Fita de cinema seguinte”)
  • Michelle Pfeiffer (“French Exit”)
  • Anya Taylor-Joy (“Emma”)
  • Kate Hudson (“Music”)
  • Rosamund Pike (“I Care a Lot”)  – vencedora

Melhor ator em filme – Musical ou comédia

  • Sacha Baron Cohen (“Borat: fita de cinema seguinte”) – vencedor
  • James Corden (“A Festa de Formatura”)
  • Lin-Manuel Miranda (“Hamilton”)
  • Dev Patel (“The Personal History of David Copperfield”)
  • Andy Samberg (“Palm Springs”)

Melhor ator coadjuvante

  • Sacha Baron Cohen (“Os sete de Chicago”)
  • Daniel Kaluuya (“Judas and the Black Messiah”) – vencedor
  • Jared Leto (“The Little Things”)
  • Bill Murray (“On the Rocks”)
  • Leslie Odom, Jr. (“Uma noite em Miami…”)

Melhor atriz coadjuvante

  • Glenn Close (“Era uma vez um sonho”)
  • Olivia Colman (“Meu pai”)
  • Jodie Foster (“The Mauritanian”) – vencedora
  • Amanda Seyfried (“Mank”)
  • Helena Zengel (“News of the World”)

Melhor roteiro

  • “Bela vingança”
  • “Mank”
  • “Os 7 de Chicago” – vencedor
  • “Meu pai”
  • “Nomadland”

Melhor filme em língua estrangeira

  • “Another Round” (“Druk”) – Dinamarca
  • “La Llorona” – Guatemala / França
  • “Rosa e Momo (“The Life Ahead” ou “La vita davanti a sé”) – Itália
  • “Minari” – EUA – vencedor
  • “Nós duas” (“Two of Us” ou “Deux”) – França e EUA

Melhor animação

  • “Os Croods 2: Uma Nova Era”
  • “Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica”
  • “A caminho da Lua”
  • “Soul”  – vencedor
  • “Wolfwalkers”

Melhor trilha sonora

  • “O céu da meia-noite” – Alexandre Desplat
  • “Tenet” – Ludwig Göransson
  • “News of the World” – James Newton Howard
  • “Mank” – Trent Reznor, Atticus Ross
  • “Soul” – Trent Reznor, Atticus Ross, Jon Batiste – vencedor

Melhor canção original

  • “Fight for You” de “Judas e o messias negro” – H.E.R., Dernst Emile II, Tiara Thomas
  • “Hear My Voice” de “Os 7 de Chicago” – Daniel Pemberton, Celeste
  • “Io Si (Seen)” de “Rosa e Momo” – Diane Warren, Laura Pausini, Niccolò Agliardi – vencedor
  • “Speak Now” de “Uma noite em Miami…” – Leslie Odom Jr, Sam Ashworth
  • “Tigress & Tweed” de “The United States vs. Billie Holliday” – Andra Day, Raphael Saadiq

TV

Melhor série – Drama

  • “The Crown” – vencedor
  • “Lovecraft Country”
  • “The Mandalorian”
  • “Ozark”
  • “Ratched”

Melhor série – Musical ou comédia

  • “Emily In Paris”
  • “The Flight Attendant”
  • “The Great”
  • “Schitts Creek “ – vencedor
  • “Ted Lasso”

Melhor série limitada ou filme para TV

  • “Normal People”
  • “The Queen’s Gambit” – vencedor
  • “Small Axe”
  • “The Undoing”
  • “Unorthodox”

Melhor atriz em série – drama

  • Emma Corrin (“The Crown”) – vencedora
  • Olivia Colman (“The Crown”)
  • Jodie Comer (“Killing Eve”)
  • Laura Linney (“Ozark”)
  • Sarah Paulson (“Ratched”)

Melhor ator em série – drama

  • Jason Bateman (“Ozark”)
  • Josh O’Connor (“The Crown”) – vencedor
  • Bob Odenkirk (“Better Call Saul”)
  • Al Pacino (“Hunters”)
  • Matthew Rhys (“Perry Mason”)

Melhor atriz em série – Musical ou comédia

  • Lily Collins (“Emily in Paris”)
  • Kaley Cuoco (“The Flight Attendant”)
  • Elle Fanning (“The Great”)
  • Jane Levy (“Zoey’s Extraordinary Playlist”)
  • Catherine O’Hara (“Schitt’s Creek”) – vencedora

Melhor ator em série – Musical ou comédia

  • Don Cheadle (“Black Monday”)
  • Nicholas Hoult (“The Great”)
  • Eugene Levy (“Schitt’s Creek”)
  • Jason Sudeikis (“Ted Lasso”) – vencedor
  • Ramy Youssef (“Ramy”)

Melhor atriz em série limitada ou filme para TV

  • Cate Blanchett (“Mrs. America”)
  • Daisy Edgar-Jones (“Normal People”)
  • Shira Haas (“Unorthodox”)
  • Nicole Kidman (“The Undoing”)
  • Anya Taylor-Joy (“O Gambito da Rainha”) – vencedora

Melhor atriz coadjuvante em série

  • Gillian Anderson – “The crown”  – vencedora
  • Helena Boham Carter – “The crown”
  • Julia Garner – “Ozark”
  • Annie Murphy – “Schitt’s creek”
  • Cynthia Nixon – “Ratched”

Melhor ator coajduvante em série

  • John Boyega (“Small Axe”) – vencedor
  • Brendan Gleeson (“The Comey Rule”)
  • Dan Levy (“Schitt’s Creek”)
  • Jim Parsons (“Hollywood”)
  • Donald Sutherland (“The Undoing”)

Melhor ator em série limitada ou filme para TV

  • Bryan Cranston (“Your Honor”)
  • Jeff Daniels (“The Comey Rule”)
  • Hugh Grant (“The Undoing”)
  • Ethan Hawke (“The Good Lord Bird”)
  • Mark Ruffalo (“I Know This Much Is True”) – vencedor

quais serão as próximas premiações?

Como citado anteriormente, o Globo de Ouro inicia a temporada de premiações da sétima arte. Abaixo, confira as datas dos próximos grandes eventos!

+ Como vai funcionar o Oscar 2021: tudo o que já sabemos sobre a premiação deste ano

Anota aí:

  • 7 de março acontece o Critics Choice Awards (prestigiado prêmio do cinema norte-americano, concedido pelos críticos dos EUA);
  • 4 de abril acontece o Screen Actors Guild Awards (SAGA, na sigla em inglês, concedido pelo sindicato de atores do país);
  • 11 de abril serão entregues os prêmios BAFTA, principal prêmio do cinema e televisão do Reino Unido (UK);
  • 25 de abril, acontece a cerimônia mais aguardada do Oscar 2021.

Quem aí tá animade?

Continue Reading
Advertisement
Combinação de Nomes

Todos os nomes possuem significados e juntos formam uma combinação única!

Digite nos campos abaixo e descubra nos mínimos detalhes.

 
Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

Mais Lidos

Copyright © 2020 - Website produzido por Perfil.com Ltda. Uma parceria de conteúdo Perfil Brasil e Editora Alto Astral. Este site é parceiro do UOL Entretenimento.